como conservar doces caseiros

Veja como conservar doces caseiros para garantir sua qualidade!

Uma das maiores preocupações de quem trabalha com sobremesas é como conservar doces caseiros. Na indústria, os conservantes aumentam o prazo de validade, mas na confeitaria artesanal, outros cuidados devem ser tomados para garantir a qualidade dos produtos.

Nada é mais desagradável que abrir um bolo de pote, por exemplo, e ele estar impróprio para o consumo, não é mesmo? O cliente, provavelmente, perderá a confiança no confeiteiro. Isso quando o consumidor não percebe que está estragado, come e passa mal, ou seja, a conservação dos doces caseiros é muito importante.

Pensando nisso, trouxemos este post com algumas dicas de como preservar seus produtos e mantê-los sempre fresquinhos para seus clientes. Vamos lá?

1. Utilize ingredientes frescos

Quanto mais fresco forem os ingredientes, melhor será a validade de seu doce, principalmente as frutas. Elas conferem sabores e texturas incríveis às sobremesas, mas por conterem muita água, são altamente perecíveis. Leite, creme de leite e outros produtos que estragam rapidamente depois de abertos também devem ser utilizados o mais rápido possível.

2. Higienize os utensílios

Outro grande problema que diminui a validade dos alimentos é a presença de micro-organismos. Utensílios mal lavados contaminam a comida, multiplicam-se rapidamente e estragam seu doce. Portanto, preste muito atenção ao higienizar tudo o que for utilizar, como talheres, tigelas, batedeira, liquidificador e outros. Além disso, lave muito bem as mãos e esteja com roupas limpas ao começar sua produção.

3. Aposte em compotas

Em vez das frutas frescas, que tal usar compotas e geleias? O açúcar é um ótimo conservante. É por isso que frutas em calda duram tanto tempo, mesmo fora da refrigeração. Esses doces podem ser usados em recheios e coberturas de bolos (de pote ou não), sobremesas e bombons.

4. Embale corretamente

A embalagem também faz toda a diferença sobre como conservar doces caseiros. Um bolo que não tem nenhum tipo de calda fica ressecado rapidamente quando não é guardado fechado, por exemplo. Cada sobremesa tem um acondicionamento adequado, como o chocolate que é melhor embalado em papel chumbo. Procure saber qual é o ideal para os seus produtos.

5. Verifique a validade de cada tipo de doce

Cada doce tem uma validade; não dá para generalizar. Além disso, vários fatores interferem no vencimento dos alimentos. O clima de sua cidade, por exemplo, pode ser mais propício à durabilidade de um chocolate do que o de outra região do país. Sendo assim, é interessante pesquisar quantos dias duram os doces que você produz e fazer testes.

Sim, você pode testar a validade de seus produtos da seguinte maneira: faça algumas amostras e guarde. A cada um ou dois dias, abra uma e veja se mudou a aparência, o cheiro e o sabor, então anote. Assim que perceber que já não está com o aspecto de fresco, é a data de vencimento.

Para garantir, coloque um ou dois dias a menos. Por exemplo, se o bombom durou 5 dias, disponha nas embalagens que a validade é de 4 dias, para assegurar que seu produto se manterá em condições de consumo. O ideal é ter um conhecimento mais avançado nessa questão, por isso um bom curso de controle de qualidade de alimentos é primordial.

Viu como conservar doces caseiros não tem mistério? Com alguns cuidados, é possível oferecer produtos sempre frescos e de qualidade. Não se esqueça de colocar a data de fabricação e de validade nas etiquetas de suas sobremesas, ok?

E aí, gostou do nosso post? Saiba que sempre trazemos conteúdos que podem ser úteis para você. Assine nossa newsletter e fique por dentro de todas as novidades.

Receba nossas dicas e conteúdos gratuitamente diretamente em seu e-mail!

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.