artesanato

5 principais tendências de artesanato para você investir em 2020

O artesanato é um dos poucos trabalhos que, mesmo com o passar do tempo, segue na moda se reinventando e trazendo diversas novidades a cada ano. Para quem tem o segmento como fonte de renda, conhecer as suas principais tendências é um aspecto essencial.

Com 2020 já batendo na nossa porta, é muito importante estar por dentro do panorama geral do ramo. Por sinal, a arte de criar itens de uso pessoal e decoração, a partir de matérias-primas, vive boa fase segundo dados relacionados ao mercado, conforme veremos a seguir.

Além de aprofundar essa informação, este texto ainda traz as melhores tendências para que você possa concentrar seus esforços no período que vem pela frente. Se interessa pelo assunto, não é verdade? Então continue conosco por aqui e confira o post na íntegra. Boa leitura!

tendencias-artesanato

>> Cursos de artesanato da eduK: o melhor investimento para a carreira! Saiba mais aqui.

Dados do mercado

Em 2017, o IBGE divulgou que aproximadamente 10 milhões de pessoas viviam do artesanato no Brasil, movimentando cerca de R$ 50 milhões na economia nacional. Entre todos os municípios do país, quase 80% têm o artesanato como uma de suas atividades comerciais.

Diferenciada em comparação a serviços produzidos em escalas maiores, essa área também ajuda a valorizar e preservar temáticas marcantes de várias culturas. Considerando tamanha relevância do artesanato no que diz respeito ao sustento de tantas famílias, o SEBRAE lançou, em 2015, o movimento ”Compre do Pequeno Negócio”.

Trata-se de um programa que funciona como incentivo ao fortalecimento da economia local. A intenção majoritária é fazer com que a população passe a comprar mais em negócios próximos a suas residências, alimentando o crescimento de iniciativas de menor porte.

Nesse sentido, há outra questão bem interessante: durante o mês de junho de 2019, um estudo do Opinion Box apontou que 55% dos consumidores dão preferência a marcas conhecidas por bons tratos ao meio ambiente. Por muitas vezes aproveitar produtos naturais, reciclados e sustentáveis, sem interferência industrial, o artesanato se fortalece cada vez mais.

Por que investir no artesanato

Os dados dos tópicos anteriores evidenciam a excelente reputação do segmento diante do cenário do mercado atual. Permanecendo na mesma linha, listamos outros motivos complementares para que o artesanato figure como boa alternativa de investimento. Acompanhe!

As opções de venda são muitas

Uma artesã pode fechar negócios fixos, envolvendo encomendas pré-determinadas ou esporádicas. Os clientes também são bem variáveis: desde amigos e parentes até desconhecidos completos. Isso porque, de maneira geral, opção de venda é o que não falta nesse âmbito.

A informalidade ainda torna possível o uso do ambiente online, por exemplo, para aumentar a gama de itens comercializados. Você pode tirar bastante proveito de páginas nas redes sociais apenas expondo a qualidade do trabalho, além de disponibilizar facilidades no processo de entrega.

A variedade segue como palavra-chave no meio do artesanato também quando o assunto é alternativa de pagamento, já que o profissional tem a oportunidade de flexibilizar essa questão.

Os hábitos das pessoas estão mudando

Hoje em dia, já não é mais tão difícil encontrar correntes que prezam pelo desapego de certos costumes considerados tóxicos. Nesse cenário, os aspectos físico, mental e social têm passado por transformações, com paradigmas sendo quebrados.

Você talvez esteja se perguntando: ”mas o que isso tem a ver com artesanato?”. Pois explicamos: o processo de impor novidades na rotina envolve temas como a decoração da casa, por exemplo. Sabe aquele relógio de parede antigo ou a toalha de mesa já desbotada pela ação do tempo? São dois itens decorativos perfeitamente substituíveis por produtos artesanais!

É uma excelente alternativa de renda extra

Já tocamos no assunto algumas vezes até aqui, mas lembre-se de vez: para quem leva o artesanato como hobby, a renda extra que ele representa pode ser um diferencial e tanto. Unindo o prazer de criar itens únicos ao ganho financeiro, você pode acrescentar um bom valor ao seu salário.

Desde que não haja desgaste pessoal ou efeitos negativos em outros aspectos da vida, no caso do trabalho ser uma segunda alternativa de renda, é muito válido investir tempo no artesanato.

Vale salientar que, dependendo da sua situação, dar o ”passo seguinte” pode ser uma opção válida, já que a flexibilidade do horário e do ritmo de vida, como veremos a seguir, figuram como qualidades muito atraentes do artesanato como renda principal.

É relaxante

Partindo do princípio de que você desenvolverá o melhor planejamento possível considerando suas necessidades financeiras e emocionais, o artesanato pode desempenhar um ótimo papel relaxante. Afinal de contas, tirar um tempo para fazer o que gosta e ainda lucrar com isso é algo que muita gente sonha!

Já tratando o trabalho como principal fonte de renda, diversos benefícios aparecem. Uma mãe de recém-nascido consegue conciliar os cuidados com o bebê ao artesanato em casa, por exemplo.

5 principais tendências de artesanato para 2020

Nos últimos anos, peças feitas à mão têm sido cada vez mais valorizadas em decoração de interiores e outros estilos de organização de ambientes. Por isso, confira na sequência a lista que montamos com cinco tendências incríveis de artesanato para você sair ganhando em 2020!

1. Enxovais e decoração infantil

Tudo que envolve crianças tem aquele toque de fofura e delicadeza. São infinitas as alternativas de itens artesanais que podem ser criados para eventos, como enxovais e festinhas de aniversário, por exemplo.

Pensando em presentes para crianças mais velhas, que tal uma linda pipa? Sim! Incentivar as novas gerações a gostarem de brinquedos antigos está na moda, e as pipas são excelentes meios de integração e criação de amizades.

Para decorar quartos, o varal de letras é uma ótima ideia. Tanto em linha reta quanto curvado, esse presente pode preencher a parede ou até mesmo atuar como decoração complementar durante uma festinha. Outros exemplos interessantes são máscaras de papel, carimbos feitos com rolhas de garrafas, brinquedos geométricos, bolsas, acessórios, bonecos, etc.

Powered by Rock Convert

2. Crochê e tricô

Técnicas milenares, passadas entre muitas e muitas gerações, o crochê e o tricô voltaram com tudo nos últimos anos. Bonecas e brinquedos infantis, almofadas, bolsas, forro de mesa, roupas casuais e roupas de banho, acessórios e roupas para pets são belos exemplos de itens que podem ser feitos dessas maneiras.

Um dos destaques são as bolsas de fio de malha. Conhece? O material de fios grossos é ideal para confeccionar esse tipo de acessório, já que o consumo de novelos é bem reduzido. Como se não bastasse, o fio de malha mantém o presente estruturado e rígido, possibilitando ainda a elaboração de uma série de modelos estilosos e modernos.

Com o mesmo material, dá para deixar a decoração da sala bem atualizada apostando em almofadas de crochê. Fácil de fazer e com custo de produção baixo, o lucro pode ser bem interessante para o profissional de artesanato quando a qualidade é satisfatória.

E no amigurumi, você já ouviu falar? Trata-se de uma técnica oriunda do Japão para produzir bonequinhos. O nome vem do japonês ”ami” = tricô ou malha + ”nuigurumi” = ”bichos de pelúcia”. Apesar de nem tão novos assim no país asiático, os bichinhos feitos de tricô estão em alta aqui no Brasil.

Eles costumam ter formato cilíndrico ou esférico, com cabeça e olhos bem grandes em relação ao resto do corpo. Além disso, os amigurumis não passam dos 30 centímetros de comprimento e, por esse e outros motivos, é uma ótima pedida para decorar quartos infantis!

Outra dica: puffs! Você sabe que esse estilo de móvel, além de muito confortável quando feito com crochê, segue na moda, não sabe? Inclusive um puff dos mais antigos pode ser reestilizado com uma capa para que decore outro cômodo da casa, por exemplo.

Plantas, artificiais ou naturais, também estão bem na moda. Fundamentais para dar vida a ambientes fechados, elas podem ser colocadas em suportes ou cachepôs. Os itens costumam ser deixados pendurados no teto ou simplesmente apoiados em uma superfície. O charme é garantido!

Dando sequência às dicas atualizadas e conectadas às tendências de artesanato, para receber visitas e assegurar o conforto delas você pode se valer de bancos forrados. As capas de crochê estão na moda e de quebra disfarçam imperfeições na estrutura do banco.

No começo deste tópico mencionamos as roupas para pets, e agora finalizamos aprofundando a abordagem. Inseridos na vida dos humanos como nunca antes, cachorros, gatos e outros companheiros do reino animal volta e meia aparecem vestidos dando um show de fofura. A parte mais legal é que um tricô bem feito ainda os protege do frio, além da elegância!

Croche_em_fio_de_malha_decoracao

3. Cosméticos artesanais

Oferecer aos clientes uma série de cosméticos cheirosos, úteis e acima de tudo mais baratos do que o que se encontra em supermercados pode ser um grande diferencial. Além disso, a elaboração de produtos de higiene pessoal e beleza é estimulante à beça.

Sabonetes, cremes de hidratação para a pele, sais de banho, shampoos e esfoliantes são apenas alguns dos exemplos de cosméticos inseridos dentro do contexto do artesanato. Trata-se, também, de uma alternativa valiosa quando faltam opções de presente para o sexo feminino.

Em 2018 o Brasil ocupava o quarto lugar no ranking mundial de consumo de cosméticos, evidenciando o alto potencial desse ramo.

cosmeticos_veganos_artesanais

4. Feltro

Modelo de tecido bastante utilizado na confecção de itens de artesanato, o feltro possibilita a produção de diversas peças incríveis. Marcado pela versatilidade, esse material está muito bem cotado no mercado hoje em dia, e vem ganhando cada vez mais espaço.

Por figurar como tendência, o feltro também aparece com maior frequência em diferentes cores, espessuras e estampas. Fácil de confeccionar, itens em feltro têm na rapidez da produção outra de suas principais vantagens, além da beleza. Bastam o molde da peça selecionada e linha, agulha, tesoura, cola e enchimento para dar início ao trabalho.

Decorações como enfeite de portas, flores, passarinhos, bonecos, bolos, sacolinhas e chaveiros consistem em algumas das alternativas mais famosas feitas de feltro. Aventais, árvores de Natal, porta-copos e vários outros mimos podem surgir a partir desse material. A única coisa que não deve faltar é criatividade, mas isso um artesão tem de sobra!

Entre as tendências de itens de feltro, é comum encontrar opções caracterizadas pela fofura. Formatos de corações e estrelas, por exemplo, aparecem bastante. Para lembrancinhas de aniversário, vale a pena apostar nessa moda.

brinquedos-educativos-em-feltro

5. Acessórios da moda

No universo da moda, a originalidade é característica fundamental. Uma peça fabricada artesanalmente já tem essa qualidade intrínseca, garantindo identidade e personalidade ao acessório. Por outro lado, a indústria ”fast fashion” produz itens de descarte rápido e sem tanta preocupação com o meio ambiente.

Brincos, pulseiras, colares e outros modelos são algumas das melhores alternativas. A ideia central do artesanato em contato com a moda é, antes de mais nada, criar peças únicas e valiosas, pois a originalidade, como já dissemos, faz toda a diferença na hora de compor um look estiloso.

Aproveitar a tendência de lançar acessórios da moda a partir do artesanato ainda pode ser muito interessante para incrementar os lucros. Como exemplos de itens em alta, podemos abordar os feitos com palha, em especial bolsas, chapéus, saias, vestidos e blusas.

As camisetas básicas também estão com a bola cheia. Para criar uma de modo artesanal é bem simples, principalmente se você já tiver o tecido, uma tinta para tingi-lo e itens decorativos de complemento, como gomas de borracha. Em boa parte dos casos, a simplicidade é tudo!

joias-botanicas-com-flores-naturais

 

E assim vamos caminhando para a reta final deste conteúdo. Conforme constatamos até aqui, o artesanato é uma ótima opção sob diferentes pontos de vista, surgindo como opção promissora de empreendedorismo. A resposta positiva do mercado nos últimos anos apenas evidencia a relevância desse segmento.

Entretanto, no processo rumo ao sucesso você precisa investir na própria capacitação, pois novas tendências de artesanato surgem a todo momento. Prezar pela constante atualização gera uma série de oportunidades de negócios, amplificando seus lucros e todas as vantagens de apostar nessa tradição como meio de realização pessoal.

Gostou do post e está empolgado para se especializar no artesanato? Aproveite a visita e entre em contato conosco: a eduK oferece os cursos que você procura!

Powered by Rock Convert

Receba nossas dicas e conteúdos gratuitos diretamente em seu e-mail!




2 Comentários

    Gostei muito da materia, artesanato faz parte de mim desde criança. Sou de família de apaixonados por esta arte e assim sendo herdei vários talentos graças a Deus. Fui professora por 25 anos ensinando meninas à bordar. Que felicidade!!! Hoje aos 70 anos tenho um ateliê e, continuo fazendo o que amo Artesanato.

      Que linda a sua história, Sônia!
      Você já conhece nossos cursos de artesanato? Podem te ajudar a se atualizar e manter sua paixão a todo vapor! Dá uma olhadinha clicando aqui 😉

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.