Ateliês inspiradores: conhecendo novos olhares para espaços criativos

Você sabe a importância dos ateliês inspiradores? Quem é artesão deve ter no seu espaço de trabalho um estímulo à criatividade e um ambiente organizado para facilitar o dia-a-dia. Por isso, vamos mostrar aqui diversas fotos de ateliês de experts da eduK para você se inspirar e aprender como otimizar seu tempo!

Ou seja, se você está pensando em como montar o seu ateliê, acompanhe o post até o final! Temos exemplos de  ateliês para costura criativa, feltro, encadernação, scrap, bonecas, decoração para festa e várias dessas ideias podem ser adaptadas para o seu espaço. Além disso, referências são fundamentais no momento de fazer o projeto do seu ateliê, seja pequeno ou grande, em casa ou fora. 

Como montar um ateliê

Na hora de definir seu espaço de trabalho, a preocupação precisa ir muito além da fachada do ateliê. Isso porque, mesmo que eles sejam abertos ao público, são o espaço sagrado da criação e precisam de eficiência. Nesse sentido, os ateliês de artesanato são onde nascem todos os produtos e, quanto mais profissionalismo houver nesse local, maiores são suas chances de sucesso. 

Por isso, tenha em mente que arrumar e organizar são conceitos diferentes. Assim, quando arrumamos o espaço, apenas ajeitamos e guardamos as coisas em lugares aleatórios. Ao contrário, quando organizamos, fazemos isso com lógica, deixando os itens de mais uso em locais de fácil acesso e os que não são tão usados, em locais menos nobres, por exemplo. Em outras palavras: a beleza do ambiente é importante, sim, porém tudo no ateliê precisa funcionar. Ou seja, antes de tudo, precisam vir a organização, o conforto e a limpeza.

>> Você sabe como montar um portfólio? Saiba aqui a importância e como fazer!

aprenda-a-lucrar-com-um-atelie-de-costura

Qual é o espaço ideal? 

Ter um local destinado somente ao trabalho é fundamental para a sua produtividade e garante uma gestão do tempo mais eficiente. No entanto, sabemos que ter um imóvel ou um cômodo exclusivo para esse fim não é realidade para todos os artesãos. Por isso, mesmo que você tenha somente um cantinho na sua casa, ali precisa ser o seu ateliê, e temos certeza que essas dicas também irão ajudar você! 

>> Se você ainda não sabe como faturar com um ateliê, confira o curso da eduK aprenda a lucrar com um ateliê de costura

Ao longo do post, vamos chamar atenção para alguns detalhes. No entanto, é interessante que você busque observar algumas coisas nas fotos: onde estão as fontes de iluminação, quais são as ferramentas e materiais que ficam próximos à bancada, o que deve ficar à vista, quais são as cores do local. Tudo isso interfere no seu bem estar,  no acabamento das peças e na sua criatividade. Além disso, na hora de montar ou reorganizar o seu ateliê, cuide também da ergonomia desses locais, combinado? 

Alguns dos nossos exemplos de ateliês inspiradores

Esta é a segunda edição da coletânea de ateliês dos experts da eduK. Aqui, você vai ver os espaços de trabalho de Danieli Barbara, Elá Camarena, Fernanda Lacerda, Gigi Serelepe, Hélvio Mendonça, Marcia Satiko, Tereza Pires, Thaís Kato e Vanessa Alves. Todos eles são super talentosos, experientes e têm cursos incríveis na eduK sobre suas especialidades. Por isso, temos certeza que conhecendo mais do cantinho de criação deles, vocês vão voltar aqui e conferir tudo de cada um! Vamos às fotos!

Confira 9 ateliês inspiradores

Danieli Barbara – Lilou Estudio

O ateliê da Dani é encantador. Por certo, com esse janelão do lado da mesa, deve dar vontade de costurar cadernos até o sol se pôr! 

Lilou Estudio: ateliê com ambiente criativo (crédito da foto: Danieli Barbara)
Lilou Estudio: ateliê com ambiente criativo (crédito da foto: Danieli Barbara)

Além do mais, com flores frescas toda semana, o ar perfumado do ateliê cria um ambiente calmo e relaxante para o trabalho. Então, o que achou dessa dica? Flores são sempre uma boa ideia.

Lilou Estudio (crédito da foto: Danieli Barbara)
Estantes organizadoras do estúdio da Dani (crédito da foto: Danieli Barbara)

As estantes são simples, mas a organização marca presença no ateliê da Dani. Repare nos detalhes. Para exemplificar, organizar aqui é claramente dividir por tipos de materiais e locais de acesso.

Lilou Estudio (crédito da foto: Danieli Barbara)
A escrivaninha da Dani, onde gerencia o seu site e blog (crédito da foto: Danieli Barbara)

É neste espaço que a Dani planejou seus projetos e produtos diferenciados como o Livro do vinho e o caderno para viajantes.

Lilou Estudio (crédito da foto: Danieli Barbara)
Na mesa de trabalho você pode ver todos os materiais necessários para fazer encadernação. Lindo, né? (crédito da foto: Danieli Barbara)
Lilou Estudio (crédito da foto: Danieli Barbara)
Não podia faltar um pouco de decoração. Arte, cactos e até uma minimalinha de viagem. (crédito da foto: Danieli Barbara)

Então, o que você replicaria do ateliê da Dani? O que mais encantou você?

Elá Camarena

O ateliê da Elá é uma dedicação ao detalhe. O gosto pelas antiguidades e pelo design é claramente visível nas suas peças. Ela mesma pintou o roupeiro! Além disso, entre os botões da sua coleção têm peças das décadas de 50 e 60.

Lã, pinturas, papéis, cadernos e livros decoram o ateliê, junto com os dois gatinhos da Elá. Assim, como uma verdadeira artista, a designer procura inspiração em tudo e expressa sua arte em diversas técnicas.

Ateliê de Elá Camarena (crédito da foto: Elá Camarena)
Cantinho decorado do ateliê da Elá Camarena. Uma graça! (crédito das fotos: Elá Camarena)
Livros de arte e design para inspiração no ateliê da Elá Camarena (crédito da foto: Elá Camarena)
Ateliê de Elá Camarena (crédito da foto: Elá Camarena)

A Elá é proprietária da Hatawata Design e atua como consultora em projetos gráficos, consultoria empresarial e também no ensino de computação gráfica, processo criativo e criação de publicações digitais. Por conseguinte, na estante da Elá você acha livros de design, moda e de diversos programas de computação gráfica.

Impressoras e silhouettes, como as que você vê na foto ao lado, estão entre as ferramentas importantes usadas pela Elá no seu dia a dia. Por isso, repare que esses itens estão posicionados de modo a facilitar o seu uso.

vidros antigos com coleção de botões vintage da Elá Camarena

Atrás da escrivaninha da Elá você pode ver um amor pelo vintage. Por exemplo, papéis de parede, moldura reciclada no lugar do quadro de notas e aquela lâmpada de camping maravilhosa.

Decoração vintage ao redor da escrivaninha da Elá Camarena (crédito da foto: Elá Camarena)
Decoração vintage no ateliê da Elá Camarena
Lãs, fios e tecidos no ateliê de Elá Camarena (crédito da foto: Elá Camarena)
Olha que fofo o gatinho da Elá! Deve ser ótima companhia no dia a dia

E, como não podia faltar, dentro do armário você pode ver todo o estoque de materiais, junto com o gatinho da Elá que se diverte enquanto ela tira as fotos para nosso blog. O que você mais gostou do espaço dela?

Fernanda Lacerda – Boutique do feltro

Não é pra menos que tudo no ateliê da Fernanda é um charme. Por exemplo, veja essa escrivaninha branca com o pé de máquina singer vintage. Esse foi um projeto dos sonhos! Quando achou a base numa loja de móveis antigos, mandou fazer um gabinete sob medida em MDF e pintou tudo de branco.

Abaixo, repare no uso de organizadores nas paredes, além de práticos para organizar os fios, são um charme.

Escrivaninha personalizada da Fernanda Lacerda (crédito da foto: Fernanda Lacerda)
Olha o troféu eduK em posição de destaque ali! (crédito das fotos: Fernanda Lacerda)
Mesa de trabalho com as estantes organizadoras do ateliê da Fernanda Lacerda (crédito da foto: Fernanda Lacerda)

As prateleiras são sempre um ótimo recurso para aproveitar ambientes pequenos. Pois, a falta de espaço é, de fato, uma dificuldade. Por isso, verticalizar serve para aproveitar cada cantinho. 

A Fernanda conversou com a gente e falou um pouco do processo de construção do seu ateliê de feltro: “cada coisa que tenho no meu ateliê foi colocada a seu tempo. Não comprei tudo de uma vez, foi aos poucos, e nisso já se vão alguns anos. É um projeto sempre em andamento”. Dessa forma, ela recomenda não ficar ansiosa, se você ainda não tem o seu cantinho pronto. Faça com calma e com planejamento.

E nunca perca a simplicidade do seu cantinho, porque o menos é mais!

Mesa de trabalho no ateliê da Fernanda Lacerda (crédito da foto: Fernanda Lacerda)

Desse lado, fica uma bancada, que pertencia ao escritório do marido dela, e que aos poucos ela foi tomando o lugar! “Hoje é a minha mesa de trabalho, onde desenho, corto e caseio minhas peças. As máquinas de costura alimentam meu segundo amor: o patchwork. Por que o primeiro, ninguém tasca, é o feltro!”

No canto direito da foto, uma estante de madeira de 1m de largura x 1,80m de altura x 30cm de profundidade. Dá para acomodar muitas coisas, como os tecidos, livros, revistas, caixas organizadoras, enfim, tudo que precisa ficar sempre à mão (crédito da foto: Fernanda Lacerda)

 

Repare no canto direito da foto, ali fica o “quadro de lembranças”. Ali ficam, à vista, todos os mimos que ganha das amigas, alunas e artesãs. E ainda pendura as réguas de patchwork, usando tachinhas. Fofo como ela, não? 

Ateliê Gigi Serelepe

Colorido, organizado e completamente personalizado. Assim, começamos no ateliê da Gigi, que é um charme, e para quem a conhece, fica evidente que é dela!

Ateliê Gigi Serelepe (crédito da foto: Gigi Serelepe)
Ateliê Gigi Serelepe (crédito das fotos: Gigi Serelepe)
entrada do ateliê da Gigi Serelepe

 

A atenção aos detalhes e a mistura de técnicas está muito presente no ateliê da Gigi. Repare na colcha em patchwork, os bastidores e a boneca.

Aqui vemos uma identidade definida e reconhecível. A gente fala muito sobre a importância da marca. Por exemplo, seu logo é visível assim que você entra. 

Além disso, as bonecas, marca registrada, estão também enfeitando o espaço! As criações marcam presença constante em cada cantinho. Os bastidores decoram as paredes do espaço de trabalho e complementam o look junto com o logo do ateliê.

Ateliê Gigi Serelepe (crédito da foto: Gigi Serelepe)

 

A atenção para cuidar das suas máquinas de costura com capas protetoras é um charme. Organização, limpeza e cuidado com os seus materiais e ferramentas são fundamentais para o negócio.

máquina
Mais papelzinhos com o logo do ateliê (crédito da foto: Gigi Serelepe)
estante organizadora dos materiais do ateliê da Gigi Serelepe (crédito da foto: Gigi Serelepe)

Na estante, a Gigi guarda os materiais e produtos, além de decorar e dar a sua cara ao ambiente. Você viu que gracinha a TV no topo da estante?

E a coleção de dedais da Gigi? Com certeza, achou vários desses dedais — além de muita inspiração — nas viagens que faz.

Para o trabalho ser confortável, uma boa luz e espaço apropriado são fundamentais. Por isso, a localização da mesa de trabalho é um fator importante num ateliê de costura.

coleção de dedais do ateliê da Gigi Serelepe (crédito da foto: Gigi Serelepe)
Bonecas do ateliê da Gigi Serelepe (crédito da foto: Gigi Serelepe)
ateliê da Gigi Serelepe (crédito da foto: Gigi Serelepe)

Bandeirolas delicadas, feitas em patchwork decoram a base da estante e dão um toque de cor em contraste com a parede. O azul claro gera uma sensação de calma e equilíbrio. Já o vermelho, estimula a ação. Parecem apenas detalhes ou gosto pessoal, certo? No entanto, sabemos o quanto as cores influenciam no nosso bem estar e comportamento. 

ateliê da Gigi Serelepe (crédito da foto: Gigi Serelepe)

Hélvio Mendonça

Nosso querido Hélvio não podia faltar nesta edição dos ateliês inspiradores dos experts da eduK. O espaço dedicado aos trabalhos e criações do Hélvio reflete a atividade do scrap e das áreas de atuação do Hélvio.

Ateliê de Hélvio Mendonça (crédito da foto: Hélvio Mendonça)
Ateliê de Hélvio Mendonça (crédito da foto: Hélvio Mendonça)

Reparou que o quadro que ele pintou para o blog está como display no seu ateliê? Olha que charme essas caixas organizadoras na sua estante. E sem falar do abajur!

O ateliê do Helvio é um ótimo exemplo de aproveitamento de espaços. Embora o ambiente não seja amplo, Helvio fez questão de dedicar uma boa parte da área útil à bancada. Nesse sentido, temos um exemplo de como priorizar o que é essencial ao trabalho, pensando realmente no dia a dia.

Ateliê de Hélvio Mendonça (crédito da foto: Hélvio Mendonça)
Ateliê de Hélvio Mendonça, olha o quadro que ele ensinou no PAP ali no cantinho direito (crédito da foto: Hélvio Mendonça)

Acima da bancada, vemos novamente as prateleiras – e essas são super comuns – que cumprem a função das estantes, mas de forma a economizar espaço. Além disso, combinam muito com a bancada, não é mesmo? As caixas nas prateleiras também são excelentes para organizar os materiais e deixá-los mais acessíveis. Pois, basta tirar de uma vez a caixa com todas as coisas, e assim tudo se mantém sempre organizado.

 

Marcia Satiko – Ateliê Art Pieces Patchwork

Quando você entra em ateliês inspiradores, como o da Marcia, percebe na hora que esse lugar tem história. Isso porque ela não só faz peças lindas e maravilhosas, ela usa esse espaço para ensinar também.

Ateliê Art Pieces Patchwork (crédito da foto: Marcia Satiko)
Ateliê Art Pieces Patchwork (crédito da foto: Marcia Satiko)

A quantidade de materiais e estantes só alimenta a imaginação. Pense só na quantidade de peças maravilhosas que saem do ateliê da Marcia.

Ateliê Art Pieces Patchwork (crédito da foto: Marcia Satiko)
Ateliê Art Pieces Patchwork (crédito da foto: Marcia Satiko)

É o sonho de muita gente ter condições de projetar tudo novo, não é? Mas, mesmo que demore um pouco, não desista! Tudo tem seu tempo.

Ateliê Art Pieces Patchwork (crédito da foto: Marcia Satiko)
Ateliê Art Pieces Patchwork (crédito da foto: Marcia Satiko)
Ateliê Art Pieces Patchwork (crédito da foto: Marcia Satiko)
Ateliê Art Pieces Patchwork (crédito da foto: Marcia Satiko)

Uma das coisas mais interessantes desse ateliê é ver o conceito de sustentabilidade em prática! Dessa forma, repare que muitos dos móveis do ateliê foram reciclados e reutilizados. Cada peça tem uma história diferente, de uma etapa da vida da Marcia. Isso reúne uma série de benefícios: estimula a criatividade, economiza dinheiro e ainda contribui com o meio ambiente. Que máximo!

Pegboard organizador do ateliê Art Pieces Patchwork (crédito da foto: Marcia Satiko)
Pegboard organizador do ateliê Art Pieces Patchwork (crédito da foto: Marcia Satiko)

Os enfeites, caixas, organizadores… cada um tem uma cor e estilo porque são coisas que ganhou de presente de alunas. São detalhes que refletem o carinho que ela dedica ao seu trabalho e a suas alunas. 

Ela gosta de pensar nos detalhes e em continuar trabalhando não só nos projetos como também na decoração desse ateliê inspirador.

Ateliê Art Pieces Patchwork (crédito da foto: Marcia Satiko)
Ateliê Art Pieces Patchwork (crédito da foto: Marcia Satiko)
Ateliê Art Pieces Patchwork (crédito da foto: Marcia Satiko)
Ateliê Art Pieces Patchwork (crédito da foto: Marcia Satiko)

Olha que peça linda que está sendo trabalhada nesta foto. Você já assistiu a algum curso da Marcia? Qual o seu favorito?

Ateliê Art Pieces Patchwork (crédito da foto: Marcia Satiko)
Ateliê Art Pieces Patchwork (crédito da foto: Marcia Satiko)

 

Tereza Pires – Ateliê Tê Pires 

O ateliê da Tê é uma graça. Fica claríssimo que o verde é uma das cores preferidas da Tê, não é? O ambiente fica alto astral, combinando muito com a personalidade dela.

 

Atelie-encadernacao-com-bancada-e-utensilios

 

Os detalhes na decoração, como os quadros com frases inspiradoras, as bonequinhas e as flores em feltro no fundo dão uma alegria ao ambiente. E reparou na cadeira vermelha, cor contrastante do verde?

caixas-organizadoras-atelies-inspiradores

Esses fofos suportes de carimbo, feitos com rolhas de garrafas de vinho foi um detalhe que o maridão da Tê fez especialmente para ela e o seu ateliê. Lin-do!

bancada-de-trabalho-atelie-inspirador

Qualquer projeto que a Tê se propõe a fazer fica lindo e delicado. Você já viu as fotos do seu casamento, feito todo no estilo “eu que fiz”?

organizadores-atelie-cartonagem

 

 

bancada-de-trabalho-atelie-cartonagem

 

 

como-prender-fitas-atelie-de-artesanato

 

Vamos aos detalhes que a gente gosta: olha como ela armazena os washi tapes, aproveitando para não perder a ponta ao mesmo tempo. Dica muito boa, não é?

O que mais você gostou do ateliê da Tê? Não deixe de ir anotando as ideias, para depois colocar em prática o que mais combina com você.

Thaís Kato

O origami é uma arte que não precisa de máquinas ou equipamentos complexos. O ateliê de origami em tecido da Thaís é organizado entre gavetas simples para armazenar os materiais e um espaço livre para o trabalho do dia a dia.

Além disso, um display de 3 estantes para mostrar os trabalhos da Thaís faz um mostruário delicado e destaca seus produtos.

ateliê de origami de Thaís Kato (crédito das fotos: Thaís Kato)
ateliê de origami de Thaís Kato (crédito das fotos: Thaís Kato)
ateliê de origami de Thaís Kato (crédito das fotos: Thaís Kato)
Ateliê de origami de Thaís Kato (crédito das fotos: Thaís Kato)

E não só o display, olha esse manequim e a lata que, sendo brancos, ajudam a destacar as cores e formas dos delicados trabalhos de origami da Thaís. Lindo, colorido e diferente.

ateliê de origami de Thaís Kato (crédito das fotos: Thaís Kato)
Ateliê de origami de Thaís Kato (crédito das fotos: Thaís Kato)

O estilo do trabalho acaba sendo refletido no ambiente. Às vezes, isso fica mais nítido, seja pela especificidade do trabalho, seja pela maturidade do seu momento profissional. 

É interessante que um artesão iniciante conheça diversas técnicas e muitas vezes é difícil, em meio a tanta coisa interessante e linda, escolher apenas uma para se dedicar. Porém, com o passar do tempo, é comum que as artesãs acabem encontrando um amor que se destaca, ou então que uma demanda seja tão maior que as outras que se torne sua oferta principal. No entanto, não tenha pressa para decidir nada! Pois, é uma delícia experimentar coisas novas e viver todo o processo.

ateliê de origami de Thaís Kato (crédito das fotos: Thaís Kato)
Ateliê de origami de Thaís Kato (crédito das fotos: Thaís Kato)

Você já viu as caixinhas organizadoras que a Thaís fez para o blog na sessão Passa o PAP? Passa lá

Vanessa Alves – Ateliê Parece Gente

O ateliê Parece Gente, da Vanessa Alves, fica numa casinha aconchegante em Joinville, Santa Catarina. Ela trabalhava com sistemas de informação em uma grande empresa, mas percebeu que não era isso o que a faria feliz.

Ateliês inspiradores - Parece gente (crédito da foto: Vanessa Alves)
Ateliês inspiradores – Parece gente (crédito da foto: Vanessa Alves)

Como muitas artesãs, a Vanessa personalizou seu espaço. Dessa forma, repare na máquina de costura vintage e a estante feita com caixotes, pintada de amarelo e azul. Linda! E sem falar dos seus bonecos de pano maravilhosos.

Ateliês inspiradores - Parece gente (crédito da foto: Vanessa Alves)
Ateliês inspiradores – Parece gente (crédito da foto: Vanessa Alves)

Ela contou para a gente aqui na eduK sobre a experiência de mudar de carreira, e como foi o desafio de montar sua nova profissão e seu ateliê.

Ateliês inspiradores - Parece gente (crédito da foto: Vanessa Alves)
Ateliês inspiradores – Parece gente (crédito da foto: Vanessa Alves)
Ateliês inspiradores - Parece gente (crédito da foto: Vanessa Alves)
Repare nas bolsas organizadoras e as letras personalizadas do ateliê cheio de luz (crédito da foto: Vanessa Alves)

A solução que a Vanessa encontrou para pendurar seus materiais abaixo da janela é uma excelente dica de aproveitamento do espaço sem atrapalhar a passagem, viram? Outra dica legal de organização que podemos tirar daqui são os tecidos à vista e separados pelas cores. Isso facilita bastante no dia a dia.

Powered by Rock Convert

Agora, é hora de criar o seu próprio ateliê!

Chegamos ao fim desse super passeio virtual! O que você achou desta segunda edição dos ateliês inspiradores dos experts da eduK? Qual chamou sua atenção? O que você gostaria de replicar? Se você perdeu a primeira edição dos ateliês dos experts, passa lá para dar uma olhada!  Sem dúvidas, foram muitas inspirações e esperamos que elas sirvam para dar início ao seu projeto!

O ambiente de trabalho é quase tão importante quanto o trabalho em si. Dessa forma, manter uma ordem dos materiais e das ferramentas ajuda no dia a dia e um espaço dedicado somente ao seu trabalho ajuda na concentração. Além de tantas ideias que estão presentes nessas fotos, a gente acha muito importante compartilhar a realidade. Os ateliês, como vocês viram, não são ambientes criados para ilustrar revistas, mas sim para ser um espaço dedicado ao trabalho. É isso que você precisa ter em mente!

Apesar de serem locais lindos e cheios de charme – o que contribui bastante para o bem estar – eles precisam, antes de tudo, ser funcionais. Aos poucos, uma coisa vai puxando a outra. Assim, ninguém começa com uma ateliê perfeito, farto e todo equipado do dia para noite. Todos os que vimos são o resultado de muito trabalho, e vão continuar mudando, com o passar do tempo. O importante é começar e aproveitar cada etapa! 

Não perca as novidades do blog da eduK. Assine nossa newsletter e receba direto no seu email!

Receba nossas dicas e conteúdos gratuitamente diretamente em seu e-mail!

17 Comentários

    Pelo amor de Deus, esses orientais simplesmente arrasam, neste post foi a Thaís Kato e no anterior, a impecável Claudia Wada!
    A organização deles é invejável, como eu queria ter esse dom!
    Que inveja de anjo!!!
    Beijos!

    Que delícIa poder conhecer um pouquinho do ateliê de cada um de vocês! Um mais lindo que o outro! ????

    Amei todos!!!..cada um tem seu estilo….Quero fazer o meu cantnho também, com essas inspirações, dar pra ter várias ideias legais e muito criativas….beijos a todos!!!

    Son todos atelieres espléndidos y súper ordenados, lugares en donde se crean cosas hermosas, pero para mi el de Fernandiña es especial. Siempre sus creaciones tienen un toque especial, igual que su atelier. En el se respira orden , luz y cada rincón es especial al igual que ella.

    Delicioso ver os ateliês, nos inpiram, nos dão idéias, e ver p cantinho dos artesãos que somos fãs, noa aproxima deles.

    Amei todos, lindos no capricho modernos e delicados estão de parabéns, Fernanda Gigi e todos bj coração.

    Lindos, inspiradores romanticos, adorei todos, o meu eu mandei fazer uma replica de caixotes de feira e coloquei nas paredes como prateleiras, da todo um charme e um ar meio rustico, adoro!!

    Eu amei o ateliê do Hélvio!!
    Eu adoro branco e esse estilo de não deixar tantas coisas expostas!!
    É bem o meu estilo… Eu montei o meu cantinho aqui em casa e ao olhar o dele lembrei do meu. Parabéns aos outros ateliês todos são lindos com estilo próprio de cada um.

      Quem escreveu o comentário não foi o meu esposo Rogenildo e sim euzinha Gislaine Ribeiro. O cadastro da Eduk está no nome dele mais quem usufrui da Eduk sou eu…

    Amei todos. mas o da Fernanda Lacerda e da Gigi, são demais!

    muito gostoso ver de pertinho os cantinhos das nossas professoras amadas

    Nossa esse armário da Elá eu tenho um igualzinho que era da minha sogra, to pesquisando pra ver que técnica usar nele ta todo envernizado, amei todos cada um com seu estilo!!!

      Angela, se tiver uma lixadeira, fica fácil remover o verniz! Depois se encerar com cêra de abelha já fica maravilhoso!

    O ateliê da Gigi é tão fofo quanto ela. Eu tive o prazer de conhecê-lo pessoalmente. Aliás, ela é minha inspiração. Bju profe

    Lindos demais, inspiradores. Acabei de fazer o meu pequeno cantinho (bem pequeno mesmo), mas independente do tamanho, sou mega apaixonada por organização. Vale a pena cada tempo gasto com a seleção, a catalogação, classificação e a manutenção, porque no fim economizamos outro tanto de tempo achando o que queremos rapidinho na hora da produção.

      Sem dúvida! E tudo organizadinho também nos inspira! Quando abro meu armário e vejo os tecidinhos e linhas já tenho ideias! Adoro!

    Lindos! Adorei o sofá da Gigi!

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.