Bonecos e outras criações de Gigi Serelepe

Há momentos na vida que a gente precisa inventar e se reinventar. Foi assim com Gianini Pereira, a Gigi Serelepe. Durante a faculdade, ela começou a confeccionar estojos em tecido para aumentar sua pequena renda de bolsista. Depois de formada em Programação Visual, pouco exerceu a profissão. Nessa época, passou a se dedicar exclusivamente a oficinas e produção de peças para bazares. Fundou sua marca — com um nome “bem serelepe”, como sugeriu seu marido — e não parou mais de criar: bonecos, roupinhas, combinações, bolsas, acessórios…

Para Gigi, é muito importante ter foco e escolher bem a área em que se vai trabalhar. E essa talentosa artesã completa:

Viver de artesanato é extremamente gratificante!

Bonecos de pano desenvolvidos por Gigi Serelepe
Bonecos de pano desenvolvidos por Gigi Serelepe

Bonecos de pano

Os bonecos de pano divertem e decoram, são ótimos presentes e estão cada vez mais em alta nesse nosso mundo dominado por brinquedos eletrônicos. Personalizados ou baseados em personagens, os bonecos fazem o maior sucesso com crianças e adultos.

Os bonecos surgiram de repente na vida de Gigi. “Em fevereiro de 2014, minha sobrinha voltou de uma viagem a Portugal com um boneco do Lobo Mau – e dentro dele tinha a vovozinha. Lembrei que eu tinha um livro de bonecos, que havia comprado pouco tempo antes, e resolvi costurar uma boneca Chapeuzinho Vermelho, para que o time ficasse completo”, explica.

Terra à vista! Olha a fofura desse boneco pirata feito pela Gigi
Terra à vista! Olha a fofura desse pirata feito pela Gigi
Gigi faz pesquisas para desenvolver suas bonecas
Gigi faz pesquisas para desenvolver suas bonecas

Gigi cria seus bonecos serelepes a partir de pesquisa de outros estilos, como as bonecas “rag dolls”, e também baseada na filosofia Waldorf.

Artesanato

As feiras e bazares de artesanato são muito populares e estão por toda parte. Gigi conta que, para garantir lucro nesses eventos, é ideal desenvolver produtos como bolsas, porta-trecos, estojos, carteiras e outros utilitários superpráticos. As peças devem ser de baixo custo, de fácil produção e, ainda assim, muito atraentes para os clientes — esse é o segredo para turbinar suas vendas.

Gigi se dedica a participar e desenvolver produtos para bazares e ensina como se destacar nesse meio. Para ela, essa é uma ótima oportunidade para quem quer começar seu negócio artesanal e também para quem deseja incrementar seu portfólio de produtos.

Aqui no blog, já falamos sobre como eventos são ótimas oportunidades de fazer negócio e quais os segredos para se destacar em feiras de artesanato.

Entrevista com Gigi Serelepe

Nessa entrevista para o blog Artesanato e Ponto, Gigi, como é carinhosamente chamada, fala sobre inspiração, bonecos, criatividade, artesanato e como é importante se divertir para ter sucesso nesse mercado.

Há quanto tempo trabalha com artesanato e como começou esse capítulo de sua vida?

O artesanato mudou a minha vida há 8 anos, mas é desde pequena, que estou neste mundo colorido. Aprendi tricô com o meu pai, depois crochê, para ensinar a minha mãe.

Por que escolheu criar bonecos?

Foi tudo muito de repente. Em fevereiro de 2014, minha sobrinha voltou de uma viagem a Portugal com um boneco do Lobo Mau, e dentro dele, havia a  vovozinha. Lembrei que eu tinha um livro de bonecos, que  havia comprado pouco tempo antes, e resolvi costurar uma boneca Chapeuzinho Vermelho, para que o time ficasse completo. Em seguida, recebi o convite da eduK para ministrar um curso onde ensinaria bonecos de pano.

Desde então, a arte de bonecar me pegou de vez!

Gigi 'serelepando' em sua mesa de trabalho: criatividade e diversão são as palavras de ordem!
Gigi ‘serelepando’ em sua mesa de trabalho: criatividade e diversão são as palavras de ordem!

Como desenvolve os rostinhos, as roupinhas e acessórios dos bonecos serelepes? De onde busca inspiração para criar?

No início, pesquisei muito o estilo de bonecas ‘rag dolls’, que é um estilo de bonecas coloridas e que as crianças podem brincar. Também gostei muito da filosofia Waldorf, onde apliquei no rostinho dos bonecos, que são sem boca para que estimule a criatividade da criança e para que ela possa expressar seus sentimentos através dos bonecos.
Já as roupinhas coloridas também foram pensadas em estimular o sentido da visão, já que são cores fortes e alegres.

Para me inspirar e me ajudar na criação de novos personagens, sempre tenho a ajuda do meu marido, Zehh Castro. Somos grandes parceiros

No curso que ministrei na eduK, Bonecos Serelepes: Aventuras Divertidas, foi ele que criou e desenhou todos os personagens, já que eu vinha de um curso recente e minhas ideias precisavam de um tempinho para se restabelecerem. Ele passou todas as ideias para o papel e eu, para os tecidos!

Que materiais você indica para serem usados na confecção de bonecos de pano?

O tecido 100% algodão é sempre a melhor indicação, por não darem alergias, como o que pode acontecer com alguns tipos de tecidos sintéticos.

Qual conselho você dá a quem quer começar a fazer bonecos?

Se jogue na arte de bonecar! Crie, brinque com as estampas e cores dos tecidos, não se preocupe com padrões – quanto mais colorido e lúdico, melhor. Volte a ser criança e nunca mais você terá de trabalhar. Divirta-se!

A ideia para a criação desses bonecos veio do marido de Gigi
A ideia para a criação desses bonecos veio do marido de Gigi

Por que acredita que há tanta demanda para a compra de bonecas, num mundo dominado por brinquedos eletrônicos?

Acredito que, hoje em dia, as pessoas estão resgatando e valorizando o feito à mão, o personalizado, o natural, onde a essência do ‘simples’, num mundo de tablets, video games e celulares, encanta!

Por que vale a pena investir nesse nicho de mercado, ou seja, por que fazer bonecos pode ser uma boa opção dentro do universo do artesanato?

Gente, olha quanta criança tem no mundo! Hehehe!

Como você calcula o preço de venda de seus bonecos? Alguma dica nesse sentido para as artesãs que estão começando?

Para calcular o preço de venda dos bonecos, a primeira coisa que faço é calcular todos os meus gastos: tecidos, plumante, linha, luz, a minha hora de trabalho, a minha mão de obra e quanto quero ganhar de lucro. Tendo isto na ponta do lápis, eu pesquiso o meu público e quanto a minha concorrência vende o mesmo produto que eu e dali, faço a média de preço justo do meu produto.

Gigi realmente se diverte com seus bonecos!
Gigi realmente se diverte com seus bonecos!

Gigi, e o que significa viver de artesanato para você?

Até acharmos o rumo certo que queremos seguir, o artesanato é difícil, complicado e parece que não dará certo de jeito nenhum. Pensamos uma vez ou outra ‘como a vizinha consegue vender tanto e eu não?, ‘por que eu nunca tenho encomendas?’. Mas quando temos foco exatamente naquilo que queremos para trabalhar, pagar as contas e se divertir – sim, se divertir faz parte e é extremamente importante, viver de artesanato é imensamente gratificante!

E para você, o que é viver de artesanato? Gostou da história da Gigi? Conta pra gente nos comentários!

Receba nossas dicas e conteúdos gratuitamente diretamente em seu e-mail!

16 Comentários

    Boa tarde, Gigi!
    Você faz bonecos em cima de personagens?
    Se sim, tenho interesse em orçar.
    Muito bonito o seu trabalho.

    Adoro as serelepes da Gigi! Uma inspiração para todos nós! Bjus!

    Um amor essa menina, a gente sempre aprende com ela, estamos sempre de coração aberto pra ela , e seus trabalhos Maravilhosos!!!! bjs!!!

      Olá Pegí, obrigada pela mensagem. A Gigi é demais!

    Tive o prazer de fazer uma oficina de bonecas com a Gigi. Ela é uma pessoinha apaixonante! Muito querida, simpática, humilde, acessível e extremamente competente. Merece todo o sucesso que tem.
    Tenho todos os seus cursos da Eduk e fico sempre esperando pelos próximos…
    Gigi, a Miss Simpatia da Eduk. 🙂

      Oi Raquel, que legal! Muito obrigada pela sua mensagem. Concordo com você! 🙂

    O q falar dessa menina doce e competente? Ja fazia patchwork e a acompanhava desde sempre pelas refes sociais, quando ela era somente a Geanine Pereira, qdo fazia acessórios para aa feiras e vendia na sua loja virtual. Qdo se tornou Gigi Serelepe e começou a bonecar, e deu o seu primeiro curso na Eduk me encantei mais ainda com ela. Pessoa linda, generosa, acessível q esta sempre pronta em dividir os seus conhecimentos com todos e esclarecendo qq divida q surge. Obrigada Gigi por ser nossa eterna prof.

      Olá Leila! Que mensagem bonita e emocionante. Bom demais!

    O que dizer dessa mulher/menina/mega profissional? O primeiro curso que vi na Eduk foi coincidentemente o primeiro curso da Gigi. A partir daí me encantei pelo artesanato e pelas bonecas. Fui ao encontro dela para aprender ainda mais em curso no seu ateliê. A partir de então amigas!!! Parabéns pelo teu sucesso amiga. Estou contigo. Bjus. Talita

      Oi Talita, que demais! É um sonho ser amiga de alguém que a gente admira e aprende tanto.

    Como ficar indiferente à tanta criatividade? A Gigi é uma profissional e acima de tudo, humana,simpática,dinâmica,que nos surpreende com sua espontaneidade! Ainda não a conheço pessoalmente, mas é como se já a conhecesse de longa data! Obrigada por ser esta pessoa suuuuuper fofa e que conseguiu resgatar em mim um novo amor que é a arte de bonecar! Obrigada de verdade !

      Oi Glaucia, que bonito! Fico feliz em saber que a Gigi e as suas criações serelepes resgataram a arte de bonecar em você! Bora bonecar!

    eu sou suspeita pra falar desta pessoa encantadora que a gigi é , tive o prazer de estar com ela em momentos impar da minha vida a conheci quando veio a BH dar uma aula presencial e estivemos juntas 3 dias na mega artesanal,é uma pessoa de alma brilhante não apenas pelo que faz mais pela pessoa linda de coração puro e nobre que ela é, parabéns gigi e obrigada por tudo sempre.

      Olá Patrícia, que legal saber da sua história com a Gigi. Nós é que agradecemos!

    Não só a arte da Gigi encanta os nossos olhos, ela é extremamente acessível, uma menina meiga e simpática, que atende todas as nossas expectativas, uma “guria” cheia de talento e com um carisma sobrenatural. Adoro os trabalhos dela, adoro ela.

      Oi Samira! Obrigada pela mensagem!

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.