Descubra a caligrafia artística

Andrea Branco é calígrafa profissional há 28 anos. É referência do meio por ter pesquisado e realizado as mais diversas aplicações desta técnica. Em seu ateliê, cria caligrafias sob medida para agências, estúdios e editoras, além de se dedicar a suas obras autorais.

Para ela, a caligrafia artística exige técnica e estudo para obter resultados realmente incríveis e personalizados.

Exemplo de caligrafia artística feita por Andrea Branco
Exemplo de caligrafia artística feita por Andrea Branco

Caligrafia artística

Redescoberta e muito valorizada nos últimos anos, essa técnica é muito mais do que escrever de forma bela. Hoje, a caligrafia possui várias aplicações profissionais: convites de casamento, etiquetas, cartões, envelopes, objetos pessoais, usos diversos no design gráfico, ilustração, tatuagem e muito mais.

No artesanato, a caligrafia pode ser bastante utilizada. Seja para customizar uma embalagem ou tag, para criar a capa de um caderno, escrever em tecido, você pode diferenciar seu produto ao utilizar essa técnica.

Entrevista com Andrea Branco

A calígrafa fala sobre a técnica, a arte de criar e as aplicações da caligrafia. Andrea ministrou cursos de fundamentos da caligrafia e caligrafia para convites. Também criou o Curso de Caligrafia Artística para o público em geral e o Curso de Caligrafia para Designers, Ilustradores e Tatuadores, tendo formado centenas de pessoas em São Paulo e outras capitais do país. Em 2009, fez a revisão técnica do livro “A Arte da Caligrafia” (DK), de David Harris, primeiro título traduzido para o português.

A calígrafa Andrea Branco em seu estúdio
A calígrafa Andrea Branco em seu estúdio

Como você enxerga o mercado de trabalho para calígrafos?

A caligrafia tem alguns mercados, o primeiro e mais conhecido, é o que oferece convites de festa (sobrescrição de envelopes). Com a quantidade de novidades em papéis importados, em cores e texturas, a caligrafia vem se espalhando e preenchendo a necessidade de sofisticação e exclusividade. O outro mercado é a aplicação na comunicação, no design gráfico e na publicidade, seja de forma impressa ou digital. Significa ter uma riqueza a mais em relação a fontes para criar marcas, tudo com um toque manual e maior sensibilidade.

Muitas pessoas acabam confundindo o alfabeto caligráfico com fontes, explique um pouquinho sobre isso.

A fonte é a letra apenas de forma digital, no computador (essa é a nomenclatura correta). A caligrafia é completamente manual, por exemplo: existe uma letra que é o carro chefe dos casamentos, que é a letra cursiva inglesa. Antigamente, era a letra do dia-a-dia das pessoas e elas usavam pena com tinta para reproduzi-la. A pessoa da família com letra mais bonita era a escolhida para escrever. Resumidamente,  só a partir do momento que essa letra desenhada é vetorizada e passada para o computador como sistema completo, que podemos considerá-la como uma fonte caligráfica.

Veja como ficam lindas essas etiquetas com uso da caligrafia
Veja como ficam lindas essas etiquetas com uso da caligrafia

Onde é possível aplicar caligrafia?

Em tudo! Hoje temos letras em paredes, tatuagens, murais, ou seja, diversas formas dependendo da criatividade. Muitos tatuadores, artistas e designers vem fazer curso comigo para montar repertório, entender mais profundamente sobre letras em geral, e, quem sabe, poder criar suas próprias letras, algo que transmita sua identidade.

De onde surgiu essa paixão?

Eu desenhava desde criança mas acabei indo para área da educação, me formando em Pedagogia. No terceiro ano da faculdade, descobri a caligrafia e me apaixonei. Gostei tanto porque já sabia desenhar e, por ser uma atividade visomotora, quem sabe desenhar já tem meio caminho andado. Mas reforço: é uma técnica que todos podem aprender, o caminho (que também foi meu caminho) é pesquisar e se especializar.

Caligrafia é muito mais do que escrever de forma bela
Caligrafia é muito mais do que escrever de forma bela

Quais os maiores desafios?

O que acontece é que a caligrafia, embora seja uma técnica antiga atrai bastante interesse mas, por ser uma atividade simples, a grande luta no Brasil é você tentar profissionalizar e dar mais noções técnicas e artísticas para quem quer trabalhar com isso.

Dessa forma, e trabalhando também com aspectos modernos, a qualidade da caligrafia brasileira só tende a crescer.

Teve algum projeto bem diferente de caligrafia que você fez?

Posso citar dois trabalhos  interessantes, o primeiro foi o alfabeto que eu criei, a “Bailarina”, criado em 1999 e com um conceito bem gestual e moderno que posteriormente teve muitas imitações mas foi um grande sucesso. O segundo, foi uma frase em francês caligrafada para três amigas que queriam fazer a mesma tatuagem como um elo de amizade.

É muito legal pensar que a caligrafia pode marcar assim a vida das pessoas.

Materiais utilizados pelos calígrafos
Até os materiais utilizados pelos calígrafos são um charme à parte
Claro que não poderiam faltar as penas
As penas complementam o cenário

Para finalizar, como você explicaria resumidamente a atividade de um calígrafo?

A caligrafia é uma técnica em que “se veste” as letras com climas, modos, expressões. São letras criadas de acordo com cada trabalho ou necessidade. A caligrafia trabalha com um desenho intencional e controlado, portanto artificial. Diferentemente da letra comum, que é o respiro da pessoa, sua expressão, sua história, desde que foi alfabetizada. É a letra natural.

Muito bacana descobrir novos usos para a caligrafia, não é? Para você se inspirar ainda mais, veja mais fotos dessa técnica aplicada ao artesanato. Conta pra gente nos comentários se você usa ou já usou a caligrafia em seus trabalhos!

Receba nossas dicas e conteúdos gratuitamente diretamente em seu e-mail!

8 Comentários

    Tenho muito interesse em aprender essa bela arte. Sou ourives e dependo muito de terceiros pra gravar nomes nas joias, principalmente nomes no interior das alianças. Quero deixar de lado essa dependencia e passar a aprender essa maravilhosa técnica.

    Amo caligrafia artística! Privilegiada pela “genética caligráfica” da família, sempre fui incumbida de fazer as capas de trabalho, os convites, e tudo mais que fosse relacionado à caligrafia. Nunca fiz curso mas há letra minha em cada canto da casa, em cada papel, treino bastante em trabalhos manuais ! Sou apaixonada por caligrafia inglesa! Eu gostaria muito de poder trabalhar com isso, mas na minha cidade não vejo mercado aberto para esse segmento, infelizmente.

    Olá, trabalho maravilhoso. Minha letra é boa e elogiada por todas as pessoas que a conhecem. Quero fazer cursos para aprimorar a mesma e fazer trabalhos nesta área. Infelizmente moro numa cidade pequena e esse trabalho é pouco conhecido e valorizado. . Parabéns!!

    Olá, Andrea! Adorei seu trabalho. Sou filha de artista plástico, acadêmico, e em casa todos temos boa caligrafia. Meu pai também estudou um pouco esse segmento. Passei minha vida desenhando letras em meus cadernos. Para mim, a escrita é uma arte, independente da sua finalidade. Sou artista plástica e tenho essa paixão pela caligrafia artística. Quero fazer um curso para ser uma profissional caligrafa. Vou procurar aqui as informações. Parabéns!!!

    Caligrafia, é algo que tremo na base, pois minha letra é horrivelmente horrivel. Tento escrever com calma e quando vejo. já se transformou em um rabisco. Estes cursos estão me ensinado a me entender melhor com as canetas e os papeis. Obrigada EduK por mais esse curso e também por trazer esta autora, que ensina com calma e paciencia.

      Oi Olinda! Que legal! Num mundo dominado por computadores, não podemos esquecer de como a caligrafia será valorizada. Outro dia ouvi no rádio um publicitário falando que calígrafo será a profissão do futuro! Bora aprender!

    Lindíssimo! Trabalho maravilhoso!

      Oi Elá! Obrigada. Que honra saber que você também nos lê! 🙂 beijos

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.