Organizamos um Laboratório de Criatividade. E o resultado foi incrível!

Como ser mais criativo? Criatividade se aprende? Quais são os segredos para desbloquear a imaginação? Quando você se vê diante de uma questão que exige criatividade, fica imaginando como os artistas fazem para ter tanta inspiração… e que talvez eles sejam seres divinos, dotados de um dom superior, certo? Errado.

Resultado do Laboratório de Criatividade: objetos em comum e o início do exercício para ser mais criativo
Resultado do Laboratório de Criatividade: objetos em comum e o início do exercício para ser mais criativo

A boa notícia é que é possível sim aprender a ser mais criativo. Há maneiras de treinar essa habilidade e métodos para guiar o processo de ter ideias e inspiração para criar. E pode ficar tranquilo, é comprovado por cientistas: criatividade não é um dom natural, com o qual nascemos. Pelo contrário, é algo que podemos conquistar (com algum esforço, é verdade) ao longo da vida.

Elá Camarena conduz o exercício criativo no nosso Laboratório de Criatividade
Elá Camarena conduz o exercício criativo no nosso Laboratório de Criatividade

Criatividade pode ser ensinada e desenvolvida. É uma habilidade que deve ser praticada diariamente, como se fosse um exercício. E é isso que vamos ensinar para você nesse post. Quer aprender a ser mais criativo?

Era uma caixa muito engraçada

Aqui na eduK sempre falamos muito de criatividade. Estamos sempre bolando maneiras de pensar fora da caixa, buscando referências e trocando ideias com os autores. E qual não foi nossa surpresa quando a superexpert Elá Camarena nos apresentou a ideia de um laboratório de criatividade? Topamos na hora.

A caixa da Cláudia virou nossa imaginação de ponta-cabeça
A caixa da Cláudia virou nossa imaginação de ponta-cabeça

A partir daí, a Elá nos mostrou o caminho: nos falou sobre a metodologia, nos conduziu pelo processo e nos orientou sobre os próximos passos. Organizamos um pequeno comitê interno e, juntos, demos vida ao projeto. Lucas Sales, gestor de conteúdo de artesanato da eduK, fez a seleção dos convidados: a própria Elá, como condutora do exercício, Rita Paiva, editora da revista Make, Cláudia Fajkarz e Andrea Onishi, do blog SuperZiper, Simone Aguiar, artista plástica, artesã e autora de cursos na eduK, Karine Presotti, head de conteúdo da eduK e eu, Cristina Luckner, editora do blog Artesanato e Ponto. O próprio Lucas participou também.

Cada um dos participantes recebeu uma caixa e tinha como missão colocar ali objetos que considerasse importantes.

Só esse exercício, já foi uma delícia!

E você, já pensou em como criar a sua própria caixa de objetos e organizar um laboratório de criatividade? Veja como em cinco passos:

  1. Reúna objetos que você gosta, que tenham um valor sentimental para você.
  2. Separe-os em uma caixa lisa, sem cor. Nesse caso, até as cores influenciam e seriam parte de sua caixa. Se quiser, pode fazer uma intervenção na caixa, mas deve ser algo autoral, seu.
  3. Retire os objetos da caixa e encontre pontos em comum.
  4. Utilize o aplicativo Adobe Kuler (disponível gratuitamente para Android e Iphone) para encontrar a paleta de cores.
  5. Ficou curiosa para saber o que vem depois? Acompanhe as próximas fases desse exercício de criatividade aqui na eduK! 😉

O encontro

No dia 11 de março o grupo liderado pela Elá em parceria com a eduK se reuniu na Novelaria, no bairro de Pinheiros, em São Paulo. Dos abraços e conversas da chegada, nos sentamos à mesa para começar a criar. Cada um se apresentou e apresentou seus objetos carinhosamente colocados na caixa. Foi um momento de emoção, intimidade, olhares e inspiração.

A Rita se emocionou ao mostrar um paninho bordado por ela aos nove anos de idade. A Elá nos contou a história de uma viagem a São Francisco, na Califórnia (EUA), personificado por uma chave de hotel. Andrea trouxe seus óculos de quando era criança, que ajudaram a formar seu olhar. Simone nos mostrou os estudos de seus desenhos, a origem para suas obras de arte. Cláudia trouxe uma coleção de botões antigos. Karine representou sua mineirice com uma goiabada cascão. Para representar o momento presente, Lucas trouxe a página da agenda do dia 11 de março. E eu levei alguns bloquinhos de brinquedo, para nos lembrar que estamos em eterna construção.

Antes e depois: a mesa foi preenchida por objetos cheios de história e significado
Antes e depois: a mesa foi preenchida por objetos cheios de história e significado

Quer ver mais sobre o que aconteceu no Laboratório de Criatividade? Acompanhe o programa Artesanato e Ponto.

Os temas do Laboratório de Criatividade

Depois da apresentação, Elá avaliou os objetos e encontrou pontos em comum. Foram criados então os painéis ou temas principais: comida, tecnologia divertida, mobilidade, memória.

Hora de avaliar o objetos escolhidos: o que fica e o que sai
Hora de avaliar o objetos escolhidos: o que fica e o que sai

A partir daí, montamos uma mesa com quatro quadrantes, cada um com o respectivo tema, e definimos paletas de cores. Essa foi a primeira fase do exercício proposto pela Elá. São outras sete fases, desde a pesquisa mais profunda sobre o que surgiu ali e a construção de uma narrativa, até definição de grafismos, formas, materiais. Tudo com o objetivo de mostrar como é o processo de criação de um produto. Acompanhe com a gente os próximos passos e seja mais criativo você também!

Receba nossas dicas e conteúdos gratuitamente diretamente em seu e-mail!

8 Comentários

    que bacana! quero acompanhar o desenrolar desta historia

    Deve ter sido um show de criatividade!!!!!!!!!!!!!! Aguardando os proximos capitulos ansiosamente. Pois os participantes são uma inspiração para mim.

    Foi uma experiência maravilhosa, um exercício de criação coletivo e, o mais importante, um momento em que aprender, conhecer, rir, brincar e criar conexões se mistura de tal forma que o tempo voo e deixa aquele gosto de saudade e o desejo que projetos como esse se multipliquem e ganhem fôlego.

    Muito Eduk para meu gosto!

    Muito boa a técnica. O que mais gosto nos cursos da Elá é o processo criativo, sem dúvida. Faz toda a diferença e leva nosso trabalho para outro patamar.

      Oi Dalila, que legal, o processo criativo faz toda a diferença mesmo! Parabéns!

    Cristina Luckner sempre precisa e talentosa em seus textos. Obrigada EDUK por acreditar no meu trabalho.

      Obrigada, Elá <3

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.