alimentos congelados

Como armazenar seus alimentos congelados? Descubra!

Você sabe como armazenar alimentos congelados? Quem empreende no ramo da gastronomia, principalmente na confeitaria, sabe como é difícil manter frescas todas as preparações. Vários doces e massas são confeccionados com antecedência, e a melhor técnica para sua conservação é o congelamento.

Se você faz docinhos e pensa em atuar em uma escala maior, o congelamento é importante por facilitar a produção e, ainda, otimizar suas vendas. No entanto, muitos confeiteiros tem dúvidas sobre como armazenar seus produtos e, assim, manter a textura, o sabor, a qualidade e seu valor nutricional.

Por isso, selecionamos algumas dicas para garantir o armazenamento ideal dos alimentos congelados. Confira!

Alimentos que não podem ser congelados

Ainda que o congelamento não traga efeitos negativos para a segurança do alimento, alguns perdem a textura, a firmeza, a aparência e o sabor. Anote quais são:

  • queijos frescos e moles (ricota, cottage);
  • maionese, iogurte e creme de leite fresco;
  • produtos que têm muito amido (batata);
  • amido de milho (mingau, creme de confeiteiro);
  • doces com recheio de amido de milho ou cobertura de gelatina;
  • frutas frescas.

Os docinhos não devem ser congelados com a cobertura de granulados, afinal de contas, ela pode murchar no congelamento. Isso comprometerá totalmente a textura e o sabor.

Doces que podem ser congelados

 

alimentos congelados

A maioria dos doces podem ser feitos com antecedência e congelados depois. A seguir, você verá uma lista das opções que mesmo depois do congelamento não perdem em nada o sabor e a textura:

  • base quente (camafeus, brigadeiros, beijinhos etc.);
  • chantilly profissional;
  • doces feitos com chocolate em barra;
  • massa de bolo sem amido e assada, sem recheio e sem cobertura;
  • trufas;
  • mousses;
  • pudins assados.

Armazenamento de alimentos congelados

Na maioria dos casos, a qualidade dos alimentos se mantém, desde que sejam armazenados corretamente. Portanto, evite materiais porosos que absorvam umidade. O melhor é a utilização de recipientes de vidro ou plástico com tampas e devidamente vedados. Não use embalagens de isopor ou papelão.

Quanto aos doces, você pode congelar a massa pronta e sem modelar. Embrulhe em um plástico filme, coloque uma etiqueta com a data do congelamento e qual é o produto. Lembre-se de que é recomendado deixar no congelador apenas os docinhos feitos com leite condensado.

Outra maneira é modelar os docinhos e acomodá-los em pote plástico com tampa. Dê preferência aos de fechamento hermético e na se esqueça de intercalar papel manteiga ou alumínio para formar até três camadas.

Caso a quantidade seja grande, congele em tabuleiros e somente depois passe para a fase de armazenamento. Cole as etiquetas de identificação. Evite congelar as opções decoradas com açúcar e açúcar cristal, pois elas absorvem muita umidade.

Período de armazenamento

No geral, o tempo de congelamento recomendado para doces é de três meses. A exceção fica por conta dos pudins — eles podem ser congelados por um mês ou até 45 dias.

Descongelamento

Preferencialmente, descongele na própria geladeira, coloque na parte mais baixa e só retire a embalagem depois de totalmente descongelado. Outra forma é deixar em temperatura ambiente. Nesse caso, o alimento deve levar em torno de duas horas para descongelar.

Viu como congelar não tem mistério? Aliás, armazenar alimentos congelados é seguro e não prejudica em nada o sabor e a textura, salvo aqueles que não podem ser deixados no congelador. Adote nossas dicas e aumente seu estoque com produtos de qualidade. Boas vendas!

E então, gostou do post? Para acompanhar outras novidades, curta agora mesmo a nossa página no Facebook!

Receba nossas dicas e conteúdos gratuitamente diretamente em seu e-mail!