autossabotagem

Como lidar com a autossabotagem? 7 dicas imperdíveis!

A autossabotagem nada mais é do que o processo de criarmos obstáculos para o nosso próprio sucesso. Sabe quando parece que você está atuando contra os seus interesses? É mais ou menos isso que acontece. Os “sintomas” variam de pessoa para pessoa, mas podem incluir procrastinar tarefas importantes, exagerar no perfeccionismo ou não achar que merece uma tarefa ou os bons resultados.

Inclusive, muita gente confunde essa questão com o medo do desconhecido. Ter aquele “friozinho na barriga” e o receio de começar algo novo é normal. Já a própria sabotagem tem a ver até com a Síndrome do Impostor, uma condição que faz com que a pessoa sinta que ocupa um lugar que não é dela e que não merece conquistas ou o sucesso.

A boa notícia é que é possível lidar com a autossabotagem e até impedir que ela aconteça. Quer descobrir como fazer isso? Venha conferir nossas 7 dicas infalíveis!

1. Anote e comemore todas as conquistas

Não se reconhecer como alguém capaz de vencer e de chegar ao sucesso é uma das principais causas desse problema. Para driblar essa questão, vale a pena começar a focar na parte meio cheia do copo. Em vez de pensar em tudo o que não aconteceu ou que ainda falta obter, valorize o que já existe.

Uma forma de fazer isso é anotar e comemorar todas as suas conquistas. Conseguiu finalizar uma peça de artesanato com uma técnica nova? Recebeu um novo pedido? Ganhou mais dinheiro que no mês passado? Todos esses são motivos para comemorar!

Ao mesmo tempo, tome cuidado para não se apegar demais aos seus resultados. O motivo é simples: quem precisa exaltar excessivamente os próprios feitos busca a aprovação externa. Então, encare esse reconhecimento de conquistas apenas como um fator extra de motivação, combinado?

2. Reconheça os erros e os aprendizados

Somos humanos e, por causa disso, erramos várias vezes — e está tudo bem com isso. O ponto positivo é que, ao falhar, temos a chance de aprender e saber como agir em uma próxima oportunidade. Para enviar a autossabotagem para bem longe, é essencial ser capaz de reconhecer os erros e de aprender com eles.

Se você teve dificuldades para cumprir o prazo de um pedido e terminou tudo em cima da hora, pense por que isso aconteceu. Entenda onde seu planejamento falhou ou se você não priorizou o que merecia atenção. Depois de identificar as causas, defina o que fazer na próxima vez para evitar que o erro se repita.

Não encare esse processo de reconhecimento como uma punição ou algo para se desanimar, mas como uma possibilidade de melhoria e de crescimento pessoal e profissional. Que tal?

3. Desenvolva planejamentos e cronogramas

Normalmente, quem se autossabota busca maneiras de evitar o sucesso. A pessoa faz de tudo para se manter em uma zona de conforto, longe de novos aprendizados ou conquistas. Para fugir desse comportamento, portanto, é fundamental criar um bom planejamento.

Ao traçar planos, você define onde deseja chegar e estabelece um caminho até lá. Para não desanimar, vale a pena criar cronogramas. Afinal, com prazos definidos, não há o risco de deixar tudo para a semana que vem ou para o próximo mês.

Quer um exemplo? Se o objetivo for ganhar mais dinheiro com o artesanato, é preciso se preparar e se profissionalizar. Então, seu planejamento pode incluir aumentar o seu conhecimento, como por meio de cursos, aulas e materiais. Depois de definir que deverá fazer um curso em até 3 meses, é mais fácil mandar para longe a vontade de criar obstáculos.

4. Evite as comparações

Quem acha que não merece chegar ao sucesso, muitas vezes, tem esse comportamento por causa das comparações. O cérebro prega algumas peças e pode fazer com que você enxergue que os outros são muito mais bem-sucedidos, inteligentes ou capazes. Como resultado, você se sente inferior e passa a assumir isso como verdade.

A melhor maneira de evitar esse problema é fugir das comparações. Celebre as suas conquistas, fique feliz pelos outros, mas não tente se comparar. Cada um tem o próprio caminho, com dificuldades e potenciais variados. Por isso, os resultados também são diferentes.

O importante é entender que não se trata de uma competição sobre quem consegue mais ou tem um nível maior de sucesso. O que vale é que você alcance as próprias metas, pois elas, sim, representam o que é relevante em sua vida.

5. Alie a sua atividade a um hobby

A autossabotagem pode até ser mais comum na vida profissional, mas não se limita a essa única esfera. Há o risco de repetir esse padrão de comportamento em relacionamentos pessoais ou até na maneira como a pessoa se vê, causando infelicidade, insatisfação e o sentimento de paralisia.

Na maioria das vezes, inclusive, é um estado associado ao estresse, causado pela cobrança excessiva. Para relaxar e conseguir ter uma vida mais leve, é essencial aliar sua atividade a um hobby.

Se o seu trabalho “principal” for estressante, busque alguma atividade extra, como artesanato ou jardinagem. Se já tiver um hobby, dê um destaque ainda maior a ele. Aproveite para liberar sua criatividade e fazer o que gosta. Com essas doses de satisfação, será possível seguir rumo ao destino desejado.

6. Faça mudanças pequenas e significativas

Você já ouviu que a direção é mais importante que a velocidade em uma viagem? Pois saiba que é verdade, principalmente quando falamos de algo em nosso interior. Os hábitos e os pensamentos negativos se instalam facilmente, mas causam muita dificuldade na hora de mudar. Por isso, foque em algo significativo em vez de grandioso.

Não espere parar com a autossabotagem da noite para o dia. Esse hábito surge aos poucos e terá que ser desconstruído gradativamente. Para chegar ao progresso, portanto, o melhor é mudar no seu tempo.

Realize pequenas adaptações a cada dia e crie maneiras de agir em seu cotidiano. Com o tempo, você vai notar que todos esses passos são capazes de levar a um lugar muito mais longe!

7. Preste atenção em seus pensamentos

Quem se autossabota, em geral, tem crenças que levam aos pensamentos negativos. É o que acontece quando você tem a certeza de que não tem talento ou que nunca vai conseguir o sucesso. Como resultado, deixa de tentar, de aprender e de viver novas possibilidades.

Mesmo com essas dicas, os pensamentos negativos podem invadir e se instalar. Então, é essencial sempre prestar atenção em si e nos sinais. Trabalhe o autoconhecimento e saiba reconhecer quando começa a se sabotar. Ao colocar as dicas em prática, é possível reverter o quadro antes que ele se confirme.

A autossabotagem é um problema muito comum, mas que pode ser evitado com algumas mudanças de comportamento. Ao bloqueá-la, você vai conseguir ser mais feliz e adotar um pensamento crítico e que corresponde à realidade. Assim, vai ser possível enxergar perspectivas e possibilidades e se livrar de vez da culpa.

Se quiser se aprimorar cada vez mais, assine nossa newsletter e receba todas as novidades de nosso blog em sua caixa de entrada!

Receba nossas dicas e conteúdos gratuitamente diretamente em seu e-mail!

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.