Mulher confeccionando bolos de altura dupla.

Saiba quais os segredos para bolos de altura dupla!

Com novidades chegando em uma rapidez incrível no mercado, é preciso estar ligado nas tendências para manter a competitividade. No segmento de confeitaria, a situação não é diferente. Uma das novidades mais queridas atualmente são os bolos de altura dupla.

Também chamada de tall cake — ou bolo alto, em tradução livre —, essa versão tem ganhado cada vez mais fãs. Isso porque ela chama a atenção de qualquer pessoa por sua exuberância.

Quer saber mais sobre essa técnica? Então continue a leitura, pois, neste post, a confeiteira Dani Barreto, expert da eduK, conta tudo para você! Vamos lá?

O que são bolos de altura dupla e como eles surgiram?

O bolo de altura dupla é bem alto e estreito. Para chegar a esse resultado, ele é feito com dois ou três bolos — dependendo da proposta —, que são sobrepostos e contam com o mesmo diâmetro. Assim, a impressão que dá é que se trata de um único bolo.

A mente por trás dessa técnica é Thao Pham, uma australiana que se inspirou na arquitetura para criar um “bloco de concreto”, já que o cinza é a cor marcante de suas criações. Desde então, profissionais do mundo inteiro utilizam o método dando seus toques especiais na decoração.

Aliás, uma das grandes vantagens do tall cake é ser como uma grande tela em branco em que os confeiteiros podem se expressar criando verdadeiras obras de arte. Várias técnicas de decoração podem ser usadas, o que faz com que cada bolo seja singular.

De acordo com a nossa expert Dani Barreto, o tall cake surgiu da necessidade de bolos maiores para eventos mais sofisticados, mas que fugissem do comum. E não é que a ideia deu certo? Afinal, não há quem não fique maravilhado com bolos de altura dupla bem-decorados.

Como ele se diferencia dos bolos de dois andares?

Ao contrário do bolo de andar, em que você vê os bolos — pois cada um tem um diâmetro diferente —, o tall cake parece ser um único bolo bem alto. Um bolo de dois andares, por exemplo, pode ser feito com um bolo de 20 cm e outro com 15 cm de diâmetro. Já no tall cake, os bolos sempre terão a mesma circunferência, como dois de 20 cm cada.

Como definir o tamanho ideal?

bolos de altura dupla
Saber escolher a altura de um bolo é essencial.

Necessariamente, o bolo de altura dupla é mais alto do que um tradicional, já que é composto por dois ou mais bolos, um em cima do outro. Não há regra para a altura do tall cake, e ele pode ter 18 cm, 25 cm ou ser ainda mais alto.

Entretanto, Dani Barreto explica que os bolos de altura dupla devem ter, no mínimo, 18 cm de altura. Esse já é um bom tamanho para caracterizar o tall cake e fazer uma decoração bem trabalhada.

Como deve ser a preparação da massa de um tall cake?

A massa de um tall cake não pode ser fofinha como de um bolo tradicional. Ela deve ser bem semelhante à do bolo de dois andares, mais estruturada e úmida, para que não seja necessário usar tanta calda. Assim, você terá um bolo com boa umidade, mas sem ter sua estrutura comprometida.

Além disso, a massa deve suportar um recheio denso e firme para evitar problemas com o transporte e, claro, ser saborosa. Afinal, o sabor também é superimportante, assim como a beleza do bolo.

Como é o processo de montagem de um tall cake?

A montagem é bem parecida com o bolo de andar, pois precisa da mesma estruturação com divisões e estacas. Entre os bolos, você pode usar um disco de isopor ou papelão próprios para culinária, bastando que tenham o mesmo diâmetro dos bolos.

Esse detalhe é muito importante, pois se os discos forem maiores, comprometerão toda a decoração, pois ficarão sobressalentes. É por isso que o recheio deve ser mais consistente. A dica de ouro é passar uma camada de glacê depois de rechear o bolo para evitar que o interior vaze.

Já o estaqueamento pode ser feitos com canudos ou hastes de plástico. Como o prato deve suportar o peso do bolo, Dani Barreto recomenda que eles sejam feitos de MDF com espessura de 9 mm. Assim, os bolos terão uma estrutura e uma base firmes para o transporte. Por fim, sempre use um nivelador para saber se o tall cake está bem certinho.

Quando confeitar e como fazê-lo da melhor forma?

bolos de altura dupla

Se você quer saber o segredo para uma decoração impecável, nossa expert Dani Barreto conta tudo para você! O momento ideal para confeitar o tall cake é depois do descanso em geladeira. Isso mesmo — após todo o processo de montagem, com o bolo estruturado e com o recheio, deixe-o refrigerar por algumas horas.

Em seguida, é hora de confeitar! O tall cake é muito versátil e pode receber diversos tipos de coberturas, como brigadeiro, ganache, chantilly de leite em pó, entre outros. Além disso, ele também permite uma gama enorme de trabalhos, como os feito com bico de confeitar, com espátulas de textura e, até mesmo, com pintura à mão.

Em quais ocasiões o tall cake é mais utilizado?

Por ser um bolo imponente e que chama a atenção, o tall cake pode ser a estrela da mesa de doces de casamentos, formaturas, aniversários de 15 anos, noivados e diversos outros eventos sofisticados. Entretanto, podemos vê-los em ocasiões mais simples, pois ele causa uma ótima impressão na decoração de qualquer festa.

A verdade é que o tall cake vem ganhando cada vez mais a preferência dos clientes. Por isso, é importante que o confeiteiro esteja por dentro da técnica para poder oferecer essa novidade em seu portfólio, driblar a concorrência e faturar muito.

Os bolos de altura dupla fazem muito sucesso no mundo todo. Eles são bonitos e imponentes e, quando bem feitos, ganham até mesmo o status de obra de arte. Por proporcionar uma boa experiência de trabalho para decoração, ele é ideal para criações incríveis, principalmente para eventos especiais.

Você já trabalha com bolo de altura dupla ou ainda não conhecia essa técnica? Deixe um comentário contando a sua experiência e o que achou desse tipo de bolo!

Receba nossas dicas e conteúdos gratuitos diretamente em seu e-mail!