Coluna da Ana Salinas: como usar a tecnologia a favor da Confeitaria

Tecnologia a favor da Confeitaria! É, gente, lá se foi o tempo em que, para se fazer um belíssimo bolo de casamento, eram necessárias horas e horas cortando pequenas pecinhas de açúcar, sem contar o que nossas avós sofriam entre bicos de confeitar, glacês e chantillys, que nem sempre ficavam com um ponto perfeito para que elas se orgulhassem de bolos, digamos, “estáticos”. Sim, pessoal, o tempo é o senhor das facilidades e, com isso, inúmeras possibilidades se abrem com o avanço da tecnologia. Computadores, celulares, televisões com altíssimas definições e imagem 3D….. e….. máquinas para cortar açúcar, peças que transformam qualquer bolo em “touch” e projetores que deixam os bolos “vivos”. Pois é, pode acreditar! Dá só uma olhada nesse vídeo que mostra um bolo que fiz recentemente:

Definições de "bolo louco" acabam de ser atualizadas. Esse funciona e é touch.A magia acontecendo em 1 minuto.Bolo verdadeiro e completamente interativo, com tecnologia "touch": você toca no bolo e ele acontece. Pela primeira vez NO MUNDO essa técnica é apresentada, graças a parceria incrível multidisciplinar de Atelier Ana Salinas, Paulo Felberg VJ e @onprojecoes em uma estrutura super segura de Andre Castilho! Equipe de primeira!

Posted by Ana Elisa Salinas on Thursday, April 20, 2017

Sim, a tecnologia chegou à decoração de bolos e entrou com tudo, sem pedir licença! Minha opinião sobre isso? Sou rápida na resposta: adoro e sou muito adepta às inovações! Viva a tecnologia a favor da Confeitaria! Muitas pessoas pensam que, por exemplo, uma máquina que corta 100 peças de açúcar em alguns minutos tira o “romantismo” e a arte latentes nos tempos de outrora. Pois discordo completamente se o artista não souber o que fazer com as peças cortadas! A máquina simplesmente substitui o mecanismo de corte manual, mas não decora o bolo para nós! As ideias, as cores, as composições, continuam sendo do decorador de bolo. A tecnologia chega para nos fazer ganhar tempo na nossa arte!

Detalhes finíssimos cortados à maquina com precisão!
Detalhes finíssimos cortados à maquina com precisão!

Imagina ter na festa do seu filho um bolo em forma de TV, passando o desenho, filme ou série favoritos? Com certeza os convidados ficarão surpresos e atentos ao bolo! Isto é possível com a tecnologia de projeção mapeada – ou mapping, muito utilizada atualmente em muros, paredes ou monumentos públicos. Com muita criatividade, também podem transformar nossos bolos em peças incrivelmente vivas, sendo parte inesquecível do evento. Como no vídeo que você assistiu acima. E viva o diferente!

Bolo TV: pra ver e pra comer! (reprodução Instagram @anaelisasalinas)
Bolo TV: pra ver e pra comer! (reprodução Instagram @anaelisasalinas)

Agora imagine se, além de ter imagens transmitidas no bolo, o açúcar atendesse ao seu toque e mudasse a imagem, ou emitisse um som? Divertido, vai? Hoje em dia, isso é super possível graças a uma tecnologia simples e portátil – embora não tão barata. Mas ainda bem que existem clientes para todas as faixas de preços. E quanto não foi estudado, pensado e trabalhado para que surgisse um “adesivo” de chocolate que pode ser transferido para um bolo na hora de assar, sem precisar de cobertura de pasta americana? Pois tudo o que foi investido valeu a pena: hoje temos disponível, graças à tecnologia, diversas estampas de puro chocolate como “tinta” de uma impressora super especial que torna possíveis de formas abstratas a pele de oncinha! E viva o bolo naked!

Estampa de oncinha "impressa" no bolo. Viva a tecnologia!
Estampa de oncinha “impressa” no bolo. Viva a tecnologia!
Máquina de corte especial para Confeitaria. Investimento que vale o resultado!
Máquina de corte especial para Confeitaria. Investimento que vale o resultado!

Os antigos glacês dos bicos de confeitar da vovó foram substituídos por misturas prontas, bastando hidratar com água. Sem contar com a praticidade de fábricas produzindo massas para cobertura prontinhas para o uso. Tudo por conta da tecnologia de fabricação, da conservação e da química. Dá-lhe praticidade! Acho que os confeiteiros do passado se orgulhariam e agradeceriam a existência de tantas novas possibilidades. Então, que as gerações que cá estão possam se valer da tecnologia a favor da Confeitaria e rendam-se aos encantos desses recursos que nos permitem criar sem fim. O céu já não é mais o nosso limite faz tempo. E viva a nossa profissão!

 

 

Receba nossas dicas e conteúdos gratuitamente diretamente em seu e-mail!

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.