doces árabes

Guia completo para você começar a vender doces árabes

A confeitaria é um ramo muito amplo que oferece oportunidades incríveis para se reinventar. Sabemos que a concorrência representa um desafio, por isso, é preciso inovar e levar novidades saborosas para os clientes. Por falar nisso, você já pensou em fazer doces árabes para vender?

A culinária árabe ganhou o coração dos brasileiros há muito tempo, principalmente os pratos salgados. Entretanto, as sobremesas ainda são um nicho a ser explorado, pois raramente a encontramos fora de estabelecimentos especializados.

Quer entender como ingressar na confeitaria árabe? Neste guia completo, trazemos tudo o que você precisa saber para apostar nessa delícia. Boa leitura!

Mercado de gastronomia árabe

A gastronomia árabe já faz parte do nosso dia a dia há bastante tempo. Ela está tão enraizada que, muitas vezes, nem nos damos conta de que o quibe ou a esfirra que comemos no lanche se trata de um prato típico internacional.

No Brasil, ela passou a ser difundida a partir da chegada dos imigrantes árabes, por volta de 1880. Iogurte natural, coalhada, pão sírio e especiarias são alguns dos ingredientes que foram inseridos em nossa culinária a partir da influência árabe.

O mercado de gastronomia árabe é superaquecido no país. Hoje encontramos diversos restaurantes, lanchonetes, franquias e, até mesmo, rede de fast food especializados nessa culinária tão maravilhosa e bastante perfumada.

Além da comida saborosíssima, a cultura também fascina as pessoas, o que facilita a inserção da gastronomia árabe no dia a dia dos brasileiros. Afinal, uma das maneiras de conhecer mais um lugar é por meio da alimentação.

Se o consumidor não consegue ir até o Marrocos, uma forma de trazer o local até ele é por intermédio dos seus pratos. Quem não gostaria de participar de um jantar temático com muita comida, música e dança, hein? Poucos resistem.

Característica dos doces árabes

Toda gastronomia regional tem suas características peculiares. Por exemplo, na confeitaria portuguesa, a presença de gemas e açúcar é marcante. Já na confeitaria árabe, há um toque especial. Seus doces são extremamente perfumados por conta das especiarias e águas perfumadas.

Os doces árabes são mais açucarados que as sobremesas brasileiras, porém, têm ingredientes que oferecem contrastes de sabor, como a ricota, as tâmaras e os damascos, os quais conferem certa acidez e deixam os sabores equilibrados.

Outra característica interessante é a presença de nozes e pistaches, que oferecem sabor e textura incríveis. As águas saborizadas, como de rosas e de flor de laranjeira, são muito comuns, assim como os temperos, as frutas secas, o mel e o melaço de romã.

Mais um ingrediente muito visto é a semolina, um tipo de farinha extraída do trigo. Ela faz parte das massas, como a folhada. Ou é usada como ingrediente principal, como o Namura. Além do sabor, a apresentação dos doces árabes também encanta. Ela é delicada e muito bonita, dando água na boca só de olhar.

Motivos para vender doces árabes

Você pode estar se perguntando: por que vender doces árabes? Neste tópico, damos algumas boas razões para apostar nessa confeitaria e alavancar o seu negócio. Confira!

Diferencial

Apesar de ser um mercado muito vasto e em crescente expansão, mesmo em momentos de crise, a confeitaria é bastante concorrida. Há diversos estabelecimentos e confeiteiros que oferecem variados produtos. A melhor maneira de driblar a concorrência é ter um diferencial.

Apostar na variedade de opções, incluindo as pouco comuns, também é uma ótima ideia. Quantas docerias vendem doces árabes onde você mora? Provavelmente, os clientes têm dificuldades de encontrar esse tipo de iguaria. Logo, ao vender essas delícias, você se destaca dos demais confeiteiros e passa ser referência no assunto.

Ingredientes acessíveis

Os ingredientes utilizados na confeitaria árabe são bem fáceis de achar. Em qualquer empório que vende farinhas, grãos, frutas secas e oleaginosas, você os encontra. Itens um pouco mais complicados de comprar em lojas físicas de cidades do interior podem ser adquiridos pela internet sem grandes dificuldades.

Mercado inexplorado

Como dissemos, a culinária árabe é muito apreciada pelos brasileiros, porém, ainda há muito a ser explorada. Afinal, existem sabores e aromas incríveis que merecem ser conhecidos por todos, principalmente na confeitaria. Não é à toa que o mercado de venda de doces árabes representa uma excelente oportunidade.

Tendências de doces árabes

Você já é familiarizado com os doces árabes ou ainda não experimentou essas delícias? Neste tópico, trazemos a descrição de algumas iguarias que dão água na boca e são tendência de vendas no mercado de culinária árabe. Veja!

Doce de semolina

É um dos doces mais populares nos restaurantes de comida árabe. Ele é feito com semolina, açúcar, manteiga e água. Na hora de servir, pode acrescentar as nozes para dar sabor e textura. Uma curiosidade fica pelo nome original, que é Irmik Tatlisi.

Baklava

A massa folhada é muito versátil, podendo ser usada em doces e salgados. Logo, ela faz parte de culinárias pelo mundo todo, inclusive a árabe. A baklava é uma massa folhada recheada de um mix de castanha-de-caju, nozes e amendoim. A cobertura inclui calda feita com açúcar, água de rosas, água de flor de laranjeira e suco de limão.

Mamul de nozes e tâmaras

É um bolinho feito com poucos ingredientes, mas cheio de sabores. A receita leva açúcar de confeiteiro, manteiga, ovo, farinha de trigo, fermento em pó, conhaque, nozes, tâmaras e canela. Ou seja, tudo o que há de delicioso.

Mahalabie

O manjar de coco é um doce muito comum no Brasil. Você sabia que na culinária árabe também há uma versão dessa sobremesa? Ela é feita com leite, açúcar e água de rosas engrossada com amido de milho. Por cima, há uma calda de damasco coberta com pistaches triturados.

Ninho de nozes

O ninho de nozes é um dos doces árabes mais conhecidos no país. Ele causa curiosidade, já que é feito com macarrão cabelo de anjo frito na manteiga. O recheio contém nozes, mas pode ser encontrado em outras versões de oleaginosas, como o pistache e a amêndoa. Por cima, é regado com uma calda de açúcar, água de rosas, água de flor de laranjeira e suco de limão.

Receitas de doces árabes

doces árabes

Só de saber a descrição dos doces árabes, você já ficou com vontade de provar essas delícias e começar a produzi-las agora mesmo? A seguir, confira algumas receitas que separamos!

Herice

Herice é um tipo de bolo com amêndoas e calda de água de rosas e suco de limão. É leve e muito saboroso.

Ingredientes da calda

  • 350 ml de água;
  • 700 gramas de açúcar;
  • 1 colher de chá (5 ml) de suco de limão;
  • 4 colheres de chá (20 ml) de água de rosas.

Ingredientes da massa

  • 540 gramas de semolina;
  • 180 gramas de açúcar;
  • 300 ml de leite integral;
  • 30 gramas de manteiga sem sal;
  • 14 gramas de fermento em pó;
  • 100 gramas de amêndoas inteiras.

Modo de preparo da calda

Em uma panela, misture a água e o açúcar e leve ao fogo para ferver. Após o açúcar se dissolver, coloque o suco de limão e deixe apurar até o ponto de fio fino. Acrescente a água de rosa, desligue o fogo e reserve.

Modo de preparo da massa

Em uma tigela, misture a semolina, o açúcar e a manteiga até virar um tipo de farofa. Misture o leite mexendo bem até que fique homogêneo e coloque o fermento em pó. Em uma fôrma untada (20×30 cm) e enfarinhada, coloque as amêndoas por cima em fileiras, de modo que ao cortar o bolo, tenha uma amêndoa em cada pedaço.

Leve para assar em forno pré-aquecido a 180º por, mais ou menos, 40 minutos. Assim que retirar do forno, corte os pedaços e regue com a calda.

Ninho de nozes

O ninho de nozes é um doce muito gostoso e bonito. Imagine como ficará lindo na vitrine da sua doceria ou nas fotos das suas redes sociais? Com certeza, atrairá muitos clientes. Veja o passo a passo da receita!

Ingredientes da calda

  • 1 xícara de chá de água;
  • 2 xícaras de chá de açúcar;
  • 1 colher de chá de água de flor de laranjeira;
  • 1 colher de chá de água de rosas;
  • 1 colher de chá de suco de limão.

Ingredientes do ninho

  • 1 pacote de 500 gramas de macarrão cabelo de anjo (aletria);
  • 2 xícaras de chá de manteiga derretida;
  • 1 xícara de chá de nozes picadas.

Modo de preparo da calda

Misture todos os ingredientes em uma panela e leve ao fogo baixo por, aproximadamente, 20 minutos ou até que vire uma calda grossa. Reserve.

Modo de preparo do ninho

Cozinhe o macarrão em água fervente por 1 minuto, escorra e passe por água gelada. Estique a massa e a enrole em um copo para moldá-la em forma de ninho. Coloque os ninhos em fôrmas para empada, pincele-os com manteiga derretida e leve-os para assar em forno médio por 1 hora, mais ou menos.

Retire os ninhos do forno, escorra o excesso de manteiga, recheie-os com as nozes e espere esfriar. Regue os doces com a calda ainda quente. Aguarde até ficar em temperatura ambiente para servir com mais calda por cima.

Esfirra de chocolate

A tradicional esfirra salgada ganhou sabores doces com o chocolate. O modo de preparo é bem simples, basta cortar a massa folhada em formato circular e fazer uma borda dobrando as margens para dentro. Recheie com chocolate derretido, pincele as laterais com gema e leve para assar até dourar.

Você pode incrementar a receita com coberturas, como morangos picados, granulado, confeitos de chocolate e nozes picadas.

Dicas para ter sucesso vendendo doces árabes

Agora que você viu que a venda de doces árabes pode ser um negócio muito lucrativo, é preciso entender como ter sucesso nesse ramo. A seguir, mostramos algumas dicas valiosas. Confira!

Use ingredientes de boa qualidade

Usar ingredientes de boa qualidade é imprescindível para o sucesso de qualquer empreendimento no ramo gastronômico. Isso porque não há cozinheiro ou confeiteiro no mundo que consiga criar um bom prato com matéria-prima ruim.

No caso dos doces árabes, preocupe-se com a procedência do mel e das águas de rosas e de flor de laranjeira, por exemplo. Tenha sempre oleaginosas frescas, pois as que ficam guardadas por muito tempo podem ter um gosto “rançoso”. Todo cuidado é pouco se você deseja entregar um produto de qualidade para seus clientes.

Capriche na apresentação

A apresentação do prato faz toda a diferença. Afinal, como diz o ditado, primeiro a gente come com os olhos. Os doces árabes por si só já são muito bonitos. Seus formatos e suas cores fazem com que essas delícias encantem os consumidores.

Entretanto, para conseguir um bom resultado, é preciso capricho. Algumas receitas precisam ser montadas e modeladas uma a uma. Medir as porções e ter cuidado para que os doces tenham formatos o mais parecido possível é fundamental.

Ofereça um bom atendimento

Um bom atendimento é capaz de captar e fidelizar os clientes. De nada adianta cozinhar superbem se não souber atender aos seus fregueses de maneira cordial. Portanto, preocupe-se com esse fator. Veja algumas dicas:

  • trate o cliente com educação;
  • seja pontual;
  • dê atenção ao cliente;
  • esclareça todas as dúvidas;
  • responda-o o mais rápido possível;
  • seja receptivo às críticas.

No caso da venda de doces árabes, é comum que os consumidores não acostumados com as sobremesas tenham muitas dúvidas. Sendo assim, seja paciente para responder às perguntas que surgirem.

Aposte nas parcerias

As parcerias sempre são muito bem-vindas. Inclusive, juntar-se com outro empreendedor é uma forma eficiente para alavancar as vendas. Que tal aproveitar essa oportunidade? Você pode somar esforços com restaurantes e lanchonetes que queiram oferecer a confeitaria árabe no cardápio, no entanto, não têm estrutura para fazer os doces.

Os buffets também podem ser parceiros. Imagine que um buffet convencional não faça doces árabes, mas tenha que produzir um casamento com o tema. Nesse caso, ele pode encomendar as sobremesas típicas. Outra possibilidade é fazer parceria com celebrantes de festas.

Veja qual é o seu público-alvo

Saber qual é o público-alvo é importantíssimo em qualquer negócio. A partir daí, é possível ter embasamento para elaborar o cardápio e colocar preço nos produtos. Em lugares nos quais as pessoas têm um poder aquisitivo maior, você poderá oferecer doces mais requintados.

Já se a sua clientela não tiver tanta acessibilidade assim, você poderá colocar sobremesas com ingredientes mais simples, mas não menos saborosos, como a esfirra de chocolate e o bolo de semolina. É claro que o gosto do público deve ser levado em conta nessa hora.

Faça um bom planejamento

Um bom planejamento é a base do sucesso para o negócio. Sem ele, o empreendedor fica perdido com tantas ideias. Sendo assim, tire um tempo para organizar os pensamentos e colocá-los no papel ou no computador, como preferir. Anote também todos os seus objetivos com o novo empreendimento e como fará para alcançá-los. É importante manter o foco.

Divulgação de doces árabes

Mais um passo para o sucesso do negócio é a divulgação. Afinal, sem uma boa estratégia de marketing, dificilmente o empreendimento avança com bons resultados. O boca a boca ainda é muito valioso, pois as pessoas se baseiam na opinião das outras para fazerem suas compras.

Entretanto, há outros caminhos a serem utilizados para você ser mais visto e lembrado. Assim, sempre terá uma clientela garantida e atrairá cada vez mais consumidores. Acompanhe, a seguir, as dicas para você mandar bem na divulgação dos seus doces árabes!

Redes sociais

Felizmente, hoje em dia, podemos contar com as redes sociais, como Facebook e Instagram para divulgar os produtos. Trata-se de um meio acessível e de baixo ou nenhum custo. Apesar de serem bem simples de utilizar, não basta apenas postar as fotos e deixá-las à mercê do acaso. É preciso engajar o público para transformá-lo em clientes.

Como fazer isso? Veja algumas recomendações!

Poste com frequência

Um perfil de rede social abandonado dá a impressão de que o negócio nem existe mais. Por isso, é muito importante postar com frequência. Não precisa ser diariamente e várias vezes ao dia, mas é interessante manter uma constância para que os seguidores vejam o seu trabalho.

Crie conteúdo relevante

O tipo de conteúdo também é fundamental. Fotos sem legendas e imagens aleatórias não trazem o engajamento necessário. Em compensação, posts do tipo “você sabia?” atraem as pessoas. Você pode colocar curiosidades sobre a culinária árabe, receitas, dicas de como montar uma mesa de doces árabes e por aí vai.

Outro formato bem legal e que os seguidores adoram são as imagens do dia a dia da confeitaria, tipo bastidores, nos stories. Invista nisso!

Capriche nas fotos

Preocupe-se com a qualidade das imagens postadas. Não é necessário investir rios de dinheiro com fotos profissionais, mas é interessante que você conheça técnicas de fotografia para que elas fiquem bonitas.

Com conhecimento, até mesmo uma câmera boa de celular faz fotos incríveis. Aliás, você pode fazer um curso online de fotografia. Na hora do clique, não se esqueça de escolher um cenário bonito e observar a iluminação.

Coloque todas as informações

Aproveite a bio da rede social para incluir os seus meios de contato, endereço e horário de atendimento. Isso ajuda os clientes a entrarem contatarem você. Afinal, por mais que o consumidor precise do serviço ou produto, ele nem sempre está disposto a perder tempo para encontrar maneiras de falar com o empreendedor.

Interaja

Para ter engajamento, é importante interagir com o público. Nas redes sociais, você pode abrir enquetes perguntando quais os sabores preferidos ou a caixa de perguntas para que os seguidores tirem dúvidas. Enfim, há muitas maneiras de se comunicar.

Além disso, tire um tempinho diariamente para responder aos seguidores. Essa atenção faz com que o público se sinta próximo e bem atendido.

Panfletos e cartões de visita

Os panfletos e os cartões de visita ainda são muito utilizados e também representam um ótimo meio de divulgação. Eles são úteis principalmente para o público que não utiliza a internet ou as redes sociais. Você pode distribuir esse material em salões de beleza, escritórios e para os pais dos alunos na frente da escola, por exemplo.

Curso para aprender a fazer doces árabes

A confeitaria árabe é muito rica em aromas, temperos, especiarias, sabores e texturas. Apesar de não apresentar grande dificuldade na execução de seus pratos, ela demanda de técnicas para que o resultado seja o mais fiel possível.

Afinal, você quer doces árabes com características bem semelhantes aos originais, não é mesmo? Como se fossem feitos por um chef confeiteiro árabe. Para isso, não basta apenas seguir as receitas, é imprescindível ter qualificação para entender os métodos de preparo das sobremesas.

Sim, a especialização é a maneira mais eficaz de produzir esses doces tão típicos e especiais. A boa notícia é que se capacitar na culinária árabe é mais fácil do que você imagina. Obviamente, não é necessário ir até o Oriente Médio — nem mesmo frequentar aulas presenciais.

Os cursos online são a solução para quem quer aprimorar as técnicas sem sair de casa. Com eles, você faz o seu horário estudando no tempo que puder. Ou seja, dá para aproveitar aqueles minutinhos no ônibus ou na sala de espera de um consultório médico para fazer aulas.

Mas atenção. Embora os cursos online sejam uma solução incrível, não é qualquer instituição que oferece qualidade. Por isso, é preciso buscar uma empresa renomada. Imagine pagar o curso para não aprender nada? Perda de tempo e dinheiro.

Prefira as empresas que dão todo o suporte para o aprendizado, como a eduK. As aulas ao vivo, por exemplo, são ótimas para interagir com os professores. Além disso, o aluno pode tirar dúvidas diretamente com os experts. Tudo isso contribui para um melhor aproveitamento do curso e para a capacitação.

A confeitaria árabe é uma ótima oportunidade incrível de aumentar as vendas e ter uma lucratividade surpreendente. Como vimos, motivos para apostar nela não faltam. Inclusive, a eduK oferece um curso específico no ramo, o de Doces Árabes Tradicionais. Que tal conhecê-lo para aprimorar suas técnicas e ingressar com tudo nesse mercado, hein?

Gostou deste guia completo sobre doces árabes? Se quiser ficar por dentro de todas as nossas novidades, siga-nos nas redes sociais! Estamos no Facebook, no Instagram, no Pinterest e no YouTube.

Receba nossas dicas e conteúdos gratuitamente diretamente em seu e-mail!