Formalize seu negócio de confeitaria. Conheça as vantagens de ser MEI

MEI é a abreviação de microempreendedor individual. Quer dizer, você que já trabalha por conta própria, pode legalizar seu negócio de maneira rápida, fácil e com custo mensal baixo — e há muitas vantagens nisso!

Para ser MEI, seu faturamento anual não pode ser superior a R$ 60 mil e você não pode ter participação em outra empresa como sócio ou titular. O cadastro é gratuito.

Silvia Nicolau ensina como fazer seu negócio de confeitaria bombar!
Silvia Nicolau ensina como fazer seu negócio de confeitaria bombar!

Veja também:

Com o MEI, além de trabalhar de forma legalizada, você cria um CNPJ diretamente pela internet (é rapidinho!), não

Vai um docinho aí?
Vai um docinho aí?

há pagamento de impostos federais, o acesso a crédito é facilitado, você passa a ter direito a aposentadoria, além de benefícios como auxílio-maternidade e auxílio-doença. É possível abrir uma conta no banco como pessoa jurídica e emitir notas fiscais. Hoje, no Brasil, são mais de 5 milhões de microempreendedores individuais. Você pode se inscrever a qualquer momento no Portal do Empreendedor.

Esse é um grande incentivo para fazer a sua empresa crescer!

Quanto devo pagar por mês depois que me tornar MEI?

  • Para a Previdência: R$ 44,00 por mês (representa 5% do salário mínimo que é reajustado no início de cada ano);
  • Para o Estado: R$ 1,00 fixo por mês, se a atividade for comércio ou indústria;
  • Para o Município: R$ 5,00 fixos por mês, se a atividade for prestação de serviços.
  • Para quitar esse valor, você gera um Documento de Arrecadação do Simples Nacional (DAS) no Portal do Empreendedor e paga até o dia 20 de cada mês. Tudo pela internet.
Conheça as vantagens de ser MEI
Conheça as vantagens de ser MEI

Entre as obrigações do microempreendedor está a prestação de contas. É necessário entregar um relatório, até o dia 20 de cada mês, das receitas que obteve no mês anterior. As notas fiscais — tanto de compra como as emitidas aos clientes — devem ser anexadas. Uma vez por ano, o MEI deve fazer uma declaração do faturamento do ano anterior. Esses formulários estão disponíveis no Portal do Empreendedor.

É possível viver da confeitaria!
É possível viver da confeitaria!

E você, já é MEI? O que mudou no seu negócio depois da formalização? Ainda não é MEI? Cadastre-se!

Receba nossas dicas e conteúdos gratuitos diretamente em seu e-mail!




    3 Comentários

      Gostaria de saber mais sobre o MEI, Pois já ouvi falar que quando se trabalha com cozinha existem algumas exigências,e, dentre elas está a necessidade de ter a cozinha de trabalho separada da cozinha da casa. Isso é verdade? Se sim, gostaria de saber se tem mais exigências além dessa e quais são. Obrigada, Eduk! ?

      ola! sou Eliana ,sou assinante da eduk sou muito grata por tudo
      que tenho aprendido com esses profissionais maravilhosos.

      Oí soy Andrea Celi, vivo en Honduras e sou viciada nos cursos da Eduk, ja aprendí muito e sou show aquí con o que aprendo con vcs, Obrigada Eduk

    Fale o que você pensa

    O seu endereço de e-mail não será publicado.