Formalize seu negócio de confeitaria. Conheça as vantagens de ser MEI

MEI é a abreviação de microempreendedor individual. Quer dizer, você que já trabalha por conta própria, pode legalizar seu negócio de maneira rápida, fácil e com custo mensal baixo — e há muitas vantagens nisso!

Para ser MEI, seu faturamento anual não pode ser superior a R$ 60 mil e você não pode ter participação em outra empresa como sócio ou titular. O cadastro é gratuito.

Silvia Nicolau ensina como fazer seu negócio de confeitaria bombar!
Silvia Nicolau ensina como fazer seu negócio de confeitaria bombar!

Veja também:

Com o MEI, além de trabalhar de forma legalizada, você cria um CNPJ diretamente pela internet (é rapidinho!), não

Vai um docinho aí?
Vai um docinho aí?

há pagamento de impostos federais, o acesso a crédito é facilitado, você passa a ter direito a aposentadoria, além de benefícios como auxílio-maternidade e auxílio-doença. É possível abrir uma conta no banco como pessoa jurídica e emitir notas fiscais. Hoje, no Brasil, são mais de 5 milhões de microempreendedores individuais. Você pode se inscrever a qualquer momento no Portal do Empreendedor.

Esse é um grande incentivo para fazer a sua empresa crescer!

Quanto devo pagar por mês depois que me tornar MEI?

  • Para a Previdência: R$ 44,00 por mês (representa 5% do salário mínimo que é reajustado no início de cada ano);
  • Para o Estado: R$ 1,00 fixo por mês, se a atividade for comércio ou indústria;
  • Para o Município: R$ 5,00 fixos por mês, se a atividade for prestação de serviços.
  • Para quitar esse valor, você gera um Documento de Arrecadação do Simples Nacional (DAS) no Portal do Empreendedor e paga até o dia 20 de cada mês. Tudo pela internet.
Conheça as vantagens de ser MEI
Conheça as vantagens de ser MEI

Entre as obrigações do microempreendedor está a prestação de contas. É necessário entregar um relatório, até o dia 20 de cada mês, das receitas que obteve no mês anterior. As notas fiscais — tanto de compra como as emitidas aos clientes — devem ser anexadas. Uma vez por ano, o MEI deve fazer uma declaração do faturamento do ano anterior. Esses formulários estão disponíveis no Portal do Empreendedor.

É possível viver da confeitaria!
É possível viver da confeitaria!

E você, já é MEI? O que mudou no seu negócio depois da formalização? Ainda não é MEI? Cadastre-se!

Receba nossas dicas e conteúdos gratuitamente diretamente em seu e-mail!

4 Comentários

    Gostaria de saber mais sobre o MEI, Pois já ouvi falar que quando se trabalha com cozinha existem algumas exigências,e, dentre elas está a necessidade de ter a cozinha de trabalho separada da cozinha da casa. Isso é verdade? Se sim, gostaria de saber se tem mais exigências além dessa e quais são. Obrigada, Eduk! 😘

      Olá! É interessante consultar o site http://www.portaldoempreendedor.gov.br/mei-microempreendedor-individual Ali você encontrará as informações completas. Obrigada por acompanhar nossos posts! Abs

    ola! sou Eliana ,sou assinante da eduk sou muito grata por tudo
    que tenho aprendido com esses profissionais maravilhosos.

    Oí soy Andrea Celi, vivo en Honduras e sou viciada nos cursos da Eduk, ja aprendí muito e sou show aquí con o que aprendo con vcs, Obrigada Eduk

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.