gestão financeira para salão de beleza

Guia prático para gestão financeira do salão de beleza

A organização adequada é, muitas vezes, uma das chaves para o sucesso de qualquer tipo de negócio. Entre os fatores mais importantes, podemos citar a gestão financeira para salão de beleza, parte crucial do planejamento para um empreendimento como esse.

Gestão financeira nada mais é do que o conjunto de ações que nos permitem gerenciar o orçamento de um negócio. Ela permite um planejamento muito mais eficaz e, claro, garante a segurança do gestor, que pode prever eventuais problemas e passar por crises e eventualidades com mais fluidez.

Pensando nisso, hoje, falaremos tudo sobre esse assunto! Ao longo de nossa conversa, falaremos sobre a importância de uma boa gestão financeira e também mostraremos dicas essenciais para fazê-la da melhor forma possível. Vamos lá? Boa leitura!

O que é a gestão financeira?

Gestão é, na prática, um termo que significa controlar ou gerir. Assim, tudo aquilo que passa por uma gestão está, automaticamente, sendo organizado, catalogado e, claro, acompanhado de perto. Quando voltamos o conceito para o lado financeiro, portanto, é exatamente isso que temos: um acompanhamento das finanças de algo ou alguém.

A gestão financeira pode ser pessoal ou voltada para um empreendimento, por exemplo. Ela é fundamental para os dois campos da vida que estão, muitas vezes, interligados. É comum, inclusive, que eles se misturem, algo que deve ser evitado a todo custo, como veremos mais à frente.

Em síntese, portanto, gestão financeira é o nome dado ao ato de organizar as finanças e, com esse conhecimento em mãos, fazer um planejamento para o futuro. Ela requer muito conhecimento sobre o negócio, sobre si mesmo e também uma boa dose de atenção por parte dos responsáveis.

Para isso, um indivíduo pode sempre recorrer aos profissionais da área, que têm todo o conhecimento para lidar com esse tipo de questão. No entanto, entender sobre esse assunto pode ajudá-lo não só a fazer a gestão completamente sozinho, mas também a supervisionar o trabalho de terceiros, caso seja necessário.

Qual é a importância desse tipo de cuidado?

A gestão financeira é fundamental por uma série de razões. Pense, por exemplo, em nossas casas. Você provavelmente já viu um tanto quanto “enroscado” em dívidas e com uma quantia limitada na conta bancária, certo? Então, provavelmente, é de seu conhecimento que passar por cima dessa situação é um grande desafio.

O mesmo acontece com os negócios. Assim como precisamos administrar bem o nosso salário para pagar as contas, fazer as compras do mês e deixar um dinheirinho guardado para emergências, nos empreendimentos também é fundamental que possamos fazer um planejamento do tipo para evitar problemas.

Ainda que seja, algumas vezes, possível recorrer a empréstimos e outros tipos de negociações, o ideal é se manter bem longe desse tipo de estratégia. Os juros não são nada convidativos e é muito mais eficaz gerir um negócio com o caixa positivo e sem dívidas com instituições bancárias.

Esse tipo de cuidado pode ser a diferença entre o sucesso e, infelizmente, a falência de um salão de beleza. Por isso, é muito importante prestar atenção às dicas que serão passadas a seguir e aplicá-las em seu negócio. Além disso, é possível também utilizá-las para melhorar a vida financeira pessoal, com as devidas adaptações. A seguir, aprenda mais sobre o assunto!

Quais são os pontos essenciais para uma gestão eficiente?

Uma boa gestão financeira envolve uma série de fatores que não podem ser deixados de lado. A seguir, falaremos brevemente sobre os principais deles:

Reconhecimento

A fase de reconhecimento consiste na aquisição de informações sobre o negócio. Aqui, o gestor reunirá o máximo possível de conhecimento, elaborando relatórios que resumam pontos importantes do empreendimento, como orçamento, objetivos e mais.

Metas

Aqui, o objetivo é estipular metas a longo, médio e curto prazo para o negócio. Com elas, é possível melhorar ainda mais a gestão e torná-la personalizada e adaptada às necessidades de seu salão de beleza.

Análise

A análise consiste na interpretação dos dados coletados até o momento, mesclando aquilo que foi obtido nas etapas anteriores e vendo como é possível aplicar aquilo na prática. Assim, pegamos o orçamento e vemos o que pode ser feito com ele.

Planejamento

Em seguida, temos o planejamento. Aqui, é feito uma espécie de previsão do que deve ou pode ser feito para que as metas sejam alcançadas dentro do orçamento previsto. É, também, feita uma estipulação de ganhos e perdas, além da inclusão da possibilidade de períodos com menor lucro, por exemplo.

Caixa e estoque

Por fim, é hora de colocar as mãos na massa! No entanto, antes disso, é ainda importante estipular um caixa para começar e, claro, fazer uma boa gestão do estoque, que não pode ser desconectada da gestão financeira. Depois disso, é hora de abrir as portas e começar o trabalho!

Como fazer a gestão financeira para salão de beleza?

Para fechar o nosso bate-papo de hoje, conversaremos agora sobre algumas dicas essenciais para a gestão das finanças em salões de beleza. Assim, você saberá exatamente como dar os primeiros passos rumo a um planejamento eficiente para o seu negócio!

Separar as contas pessoais da do negócio

Há alguns minutinhos, falamos sobre a possibilidade de melhorar a vida financeira com as dicas que serão passadas a seguir e elaboramos, também, uma analogia entre a gestão das finanças de casa com as de nossos negócios, certo? Isso é realmente muito válido! No entanto, a mistura entre esses dois mundos deve parar por aí.

O primeiro passo para uma gestão financeira eficiente em um negócio é realizar a separação das finanças pessoais com as do empreendimento. Misturar as duas coisas é extremamente arriscado e pode fazer com que você enfrente, simultaneamente, problemas nos dois campos de sua vida, gerando uma bola de neve bem problemática.

O ideal é ter não só contas separadas, como também planejamentos distintos para os dois âmbitos. Separe o dinheiro dedicado aos cuidados de sua casa e realize um planejamento individual para o salão. Assim, você evita dívidas, déficits e muitos problemas que podem gerar consequências bastante graves para a sua vida financeira.

Fazer um planejamento financeiro detalhado

O próximo passo é justamente esse: fazer o planejamento, sendo ele o mais detalhado possível. Aqui, fatores como as metas, o orçamento, o caixa, o estoque e todos os outros pontos devem estar listados para que não exista a possibilidade de erros muito grandes.

Lembre-se de que uma margem de erros é algo normal e não significa que a sua gestão é ineficiente, ok? No entanto, é interessante minimizá-los ao máximo para garantir a máxima eficácia de seu planejamento. Assim, você não será deixado na mão em momentos de crise ou de imprevistos, que podem sempre surgir.

Por isso, coloque tudo na ponta do lápis e, depois, organize as ideias de forma fluida. É interessante dispor tudo isso em um documento, seja ele físico ou digital. Será necessário consultá-lo muitas vezes e fazer algumas adaptações periódicas ao longo da vida de seu negócio. Por isso, nada de fazer tudo “de cabeça”: passe para o papel!

Conhecer os custos e despesas do salão 

Outro ponto essencial para uma boa gestão financeira em um salão de beleza é fazer um adequado controle das despesas. Muitas vezes, esquecemos de alguns detalhes importantes que podem gerar uma reação em cadeia mais à frente. Por isso, pense bem: quais serão os seus gastos para manter esse salão funcionando?

Muitas vezes, essa pergunta é respondida logo na etapa do planejamento. No entanto, um pouco mais de atenção é sempre bem-vindo para que nada importante fique de fora de sua lista de despesas. Aqui, vale adicionar tudo: água, energia elétrica, gastos com manutenção de aparelhos, compra de ferramentas, reposição de estoque, brindes oferecidos aos clientes… anote tudo!

Com isso, você pode fazer uma divisão das despesas em períodos. Por exemplo: contas de água e luz são um gasto mensal, mas o estoque pode ser reposto a cada 3 meses (uma hipótese!). Essa separação ajuda bastante no planejamento financeiro e pode ser uma boa aliada do seu negócio.

Evite dívidas de qualquer natureza

Essa dica também foi apresentada anteriormente em nossa conversa, mas é importante conversar sobre ela de maneira mais detalhada. Afinal, evitar dívidas é um passo importante da gestão financeira e tem tudo a ver com planejamento e organização!

Nem sempre é possível contornar problemas sem recorrer a empréstimos ou negociações. Em casos extremos, é recomendado que você procure uma dessas opções para ajudar o seu negócio. No entanto, o conselho é evitar ao máximo a tomada dessa decisão, já que muitas vezes esse é um gasto extra que pode desestabilizar o seu planejamento.

Caso seja necessário, busque juros mais atrativos e faça um planejamento completamente novo adicionando essa despesa fixa mensal. Além disso, evite também dívidas de outras naturezas e busque pagar suas contas em dia. Muitas vezes, bons pagadores conseguem até mesmo abatimentos nos valores das faturas, o que pode significar uma economia para o seu negócio.

Precificar corretamente os serviços

Outro desafio muito recorrente para a gestão financeira é a precificação dos serviços. Muitas vezes, os clientes têm uma certa resistência em arcar com certas tabelas. O ideal é sempre manter a sua palavra e evitar que coloquem um valor no serviço prestado por você e, pouco a pouco, educar o seu cliente em relação à diferença entre preços e valores.

Para isso, é fundamental que você seja bem qualificado e ofereça diferenciais à sua clientela. Assim, eles entenderão que o valor cobrado é justo e que não pode ser diminuído. Isso, é claro, não quer dizer que descontos sejam impossíveis de serem concedidos. Clubes de fidelidade, por exemplo, são uma boa maneira de fidelizar clientes e garantir o fluxo de caixa.

Em suma, verifique qual é o valor de seu serviço e o mantenha. Isso trará credibilidade ao seu negócio e garantirá uma melhor possibilidade de planejamento financeiro, evitando flutuações muito extremas que possam prejudicar o seu caixa a curto ou médio prazo.

Gerenciar o estoque

O gerenciamento de estoque é uma das etapas mais importantes da gestão financeira. Afinal, você precisa daqueles produtos para oferecer os seus serviços de maneira adequada, não é mesmo? Por isso, nada de deixar esse ponto de lado na hora de se organizar!

O inventário do estoque deve ser sempre atualizado. Se não for possível fazer isso a cada retirada, é recomendado que essa atualização ocorra pelo menos diariamente. Assim, você saberá exatamente o que ainda está disponível e o que precisa de reposição imediata, se planejando para não ficar sem as ferramentas necessárias para o seu trabalho.

Além disso, isso possibilita também melhores oportunidades com os fornecedores. Compras em atacado, fretes conjugados… tudo é válido na hora de economizar um pouco e é muito mais fácil conseguir tais benefícios quando as compras são feitas com uma folga e certa antecedência.

Cortar os gastos supérfluos

Outra dica bacana para organizar as finanças de seu salão é cortar os gastos supérfluos. Muitas vezes queremos “abraçar o mundo”, mas isso nem sempre é recomendado quando falamos sobre empreendimentos, especialmente aqueles que ainda estão dando os primeiros passos e que são de um segmento tão concorrido como a área da beleza.

Isso, é claro, não significa reduzir a qualidade dos produtos utilizados ou comprar equipamentos que não sejam assim tão bons. Esse tipo de “gasto” é, na verdade, um investimento. O que estamos nos referindo são os gastos desnecessários, que podem ser adiados ou até mesmo completamente eliminados de seu planejamento.

Por isso, antes de comprar algo para o seu salão, pense lá na frente: essa compra realmente fará a diferença para o meu negócio? Meus clientes ficarão mais satisfeitos com esse produto? Meu trabalho será mais satisfatório e simplificado a partir dessa aquisição? Esse tipo de questionamento fará toda a diferença no caixa do final do mês!

Controlar o fluxo de caixa

Já que falamos sobre o caixa, que tal aproveitarmos e abordarmos um pouquinho sobre o controle do fluxo de caixa? Sem essa etapa, todo o planejamento financeiro feito até o momento será completamente em vão. Ela é, portanto, indispensável para essa finalidade!

Alguns especialistas comparam o fluxo de caixa ao pulmão de um negócio. Ele é fundamental, portanto, para que você consiga respirar e gerar energia para que tudo flua completamente bem nesse “organismo”, ou seja, a sua empresa!

O primeiro passo para o controle envolve a escolha de um período (pode ser anual, semestral…). Depois, é feito o registro das contas a pagar e a receber. A partir daí, é possível fazer um planejamento mais eficiente e interessante para todos os envolvidos. Assim, você pode respirar tranquila e o seu salão também!

Realizar a gestão dos fornecedores

Bons fornecedores são uma palavra-chave para um empreendimento bem sucedido. Encontrá-los, no entanto, muitas vezes demanda bastante pesquisa e muita, mas muita atenção. Escolher os melhores prazos, valores e oportunidades deve ser uma tarefa feita com calma e ponderação.

Depois de escolhidos os fornecedores, é hora de gerenciá-los. Aqui, é fundamental criar uma espécie de planilha com todos eles, os produtos que você adquire a partir dessa relação e, claro, o valor gasto com cada um deles e o prazo para pagamento.

Essa organização evitará problemas com aqueles que fornecem as ferramentas para o seu trabalho, possibilitará uma organização financeira bem mais concreta e, claro, fará com que você possa, quem sabe, conseguir descontos e preços ainda mais atraentes para as suas compras.

Conhecer bem os seus clientes

A pesquisa da clientela é algo essencial para absolutamente todos os pontos de um negócio. Claro, a gestão financeira não poderá ficar de fora! A partir de um raio x detalhado das preferências, demandas e expectativas de seus clientes, é possível fazer um planejamento de finanças que abordará todos esses fatores.

Quais produtos seus clientes mais apreciam? Quais são os serviços que eles mais gostam? Quais novas tendências podem ser incluídas no dia a dia de seu trabalho? Como você pode atrair novos clientes e fidelizar os que já fazem parte de seu catálogo? Além disso, em quais serviços novos é preciso investir para atender às necessidades de seu público?

Todas essas perguntas são respondidas com pesquisas (que podem ser feitas em formulários pelas redes sociais ou até mesmo por uma caixinha no canto do salão) e são essenciais para que o seu negócio flua muito melhor, garantindo um caixa mais balanceado.

Buscar a automação de processos

Automatizar os processos é uma tendência que está fazendo a cabeça de empreendedores de todos os ramos. Por isso, você, que atua no segmento da beleza no Brasil, não pode ficar de fora dessa novidade!

Utilizar a tecnologia ao seu favor é sempre um grande benefício. Afinal, os computadores têm uma boa capacidade de armazenamento e de assimilação de informações. Com eles, você pode gerir diversos fatores de seu salão, salvar informações importantes, criar planilhas e até receber avisos periódicos sobre pagamentos.

Há diversos aplicativos específicos para ajudá-lo nessas tarefas e utilizá-los faz com que os gastos sejam reduzidos, os serviços fluam muito melhor e sua mente fique menos sobrecarregada. Assim, é possível trabalhar com mais satisfação e garantir a alegria de toda a clientela!

Investir no treinamento dos colaboradores

Caso você não trabalhe sozinha, outro investimento necessário é o treinamento dos colaboradores. Além de ser incluído no planejamento financeiro, esse ponto é essencial para evitar gastos desnecessários e, claro, aumentar o seu lucro no salão de beleza.

Além de contar com uma equipe bem mais qualificada, é assim que você minimizará erros (reduzindo, por exemplo, o número de retoques necessários em um serviço já feito) e ganhará tempo, otimizando todos os processos internos de seu salão. Pouco a pouco, isso fará toda a diferença no seu fluxo de caixa!

Por fim, investir na qualificação da equipe também é bastante importante para fidelização da clientela. Clientes satisfeitos são os principais responsáveis pelo marketing boca a boca, que faz com que mais e mais pessoas passem a se interessar pelos seus serviços graças às indicações de quem já foi atendido por você.

Registre tudo o que puder

Já demos essa dica, mas ressaltá-la nunca é demais: coloque tudo na ponta do lápis em seu salão de beleza. Ou, caso opte pela automação, em uma planilha no computador. O que importa é não deixar nada de fora!

Esse controle pode parecer exagerado, mas funciona como um verdadeiro diagnóstico de seu empreendimento. A partir disso, você conseguirá analisar quais são os gastos que podem ser cortados, quais setores são mais ou menos lucrativos e identificar os seus pontos fortes e fracos como gestora.

Isso é essencial para planejamentos futuros, nos quais você utilizará tais informações para, então, melhorar ainda mais a sua gestão financeira e continuar crescendo cada vez mais no mercado da beleza de sua região.

Fazer cursos de gestão financeira

Por fim, nossa última dica é: se qualifique. Não basta apenas cuidar da qualificação de sua equipe, certo? Como gestora e responsável por um negócio, é essencial que você também busque alternativas para estar cada vez mais antenada e bem informada sobre os pontos que precisa cuidar no seu salão.

Felizmente, há muitos cursos que podem ajudá-la a aprender a gerenciar as finanças de seu salão de modo muito mais eficiente. Eles cobrem boa parte das dicas mostradas aqui de maneira muito mais aprofundada e ensinam muitos outros pontos cruciais para uma boa gestão e, claro, para o sucesso do negócio.

A boa notícia é que há, também, a opção de cursos completamente online. Assim, você pode estudar nos intervalos entre os clientes e aproveitar o seu tempo da melhor forma possível, sem qualquer desgaste ou custos com locomoção, por exemplo. O importante é correr atrás desse tipo de conhecimento para ser uma boa gestora de finanças!

Agora, já sabemos tudo sobre a perfeita gestão financeira para um salão de beleza! Com essas dicas, você tem tudo para mandar super bem nessa questão e se preparar muito melhor para obter o tão sonhado sucesso em seu empreendimento.

Para começar logo o seu treinamento, que tal conferir uma ótima opção de curso para gerenciamento financeiro em salões? Confira, então, a página do curso de Gestão Financeira para a Área da Beleza, da eduK!

Receba nossas dicas e conteúdos gratuitamente diretamente em seu e-mail!

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.