renda recorrente

Como conquistar uma renda recorrente trabalhando com artesanato?

Todo profissional que trabalha com peças artesanais já deve ter se acostumado com o modelo tradicional de negócio: você faz seu produto, vende e recebe do cliente. Porém, nem sempre o artesão está no seu melhor dia criativo. Essa situação compromete a produtividade e, consequentemente, a renda.

Muitas variáveis podem afetar a produção de um profissional de artesanato, principalmente o autônomo. Então, vale apostar em saídas estratégicas para manter a saúde financeira do negócio, como é o caso de renda recorrente. Sabe do que se trata?

Convidamos você a continuar por aqui conosco e aprender mais sobre essa forma de ganhar dinheiro com regularidade. Acompanhe e boa leitura!

O que é renda recorrente?

A renda recorrente é toda receita gerada sem estar diretamente envolvida na sua atividade remunerada. Também conhecida como renda passiva ou residual, essa é uma entrada de recurso que requer apenas um esforço maior inicial — depois, o dinheiro é gerado quase automaticamente, como em um investimento que rende juros mensais.

Na sua renda ativa, os lucros param de acontecer se você não trabalha. Ou seja, caso interrompa sua produção artesanal por dois dias, simplesmente vai ter um certo prejuízo no seu rendimento mensal proveniente desse período sem produzir. Na renda recorrente, contudo, isso não é um problema.

Como ter uma renda recorrente no artesanato?

O modelo proporciona uma fonte de rendimento com continuidade em um determinado período de tempo. Por outro lado, isso não significa que você terá renda permanente, uma vez que é necessário fazer uma espécie de manutenção do negócio. Abaixo, listamos as principais ações para manter seu dinheiro recorrente!

Profissionalize-se na área de atuação

O ponto de partida para o sucesso de qualquer negócio é a profissionalização. Com o artesanato, não seria diferente. Então, corra atrás de cursos especializados, aprenda novas técnicas, aperfeiçoe sua produção e busque sempre os melhores materiais para entregar produtos e serviços de alta qualidade.

Defina um modelo de negócio

Com credibilidade em relação aos clientes, você vai poder selecionar um modelo de negócio para renda recorrente dentro do seu nicho de mercado. Podemos citar aulas on-line de artesanato e até mesmo clubes de assinatura.

Aulas de artesanato

Já pensou em compartilhar seu conhecimento? Longe do que muitos pensam, você estará fortalecendo seu segmento em vez de “entregar seu segredo para os concorrentes”. Existe espaço para todo mundo, principalmente quando a criatividade está envolvida, gerando produtos exclusivos e personalizados a todo momento.

Para dividir o que sabe, é possível preparar aulas on-line de artesanato, de modo que as pessoas estejam sempre assinando os pacotes do curso em questão. O início dá trabalho? Sim. Afinal, você vai precisar preparar o conteúdo a ser ministrado, contar com uma boa câmera e produzir bons vídeos, por exemplo.

No entanto, depois de tudo finalizado, você só vai ter que acompanhar a comercialização do curso e obter os ganhos constantes com a venda das suas aulas de artesanato. Pense em materiais de apoio para agregar valor ao seu ensino e ofereça assuntos dentro das tendências, com ideias inovadoras para os alunos.

Powered by Rock Convert

Clube de assinaturas

Provavelmente você já deve ter visto algum clube de assinatura por aí, como a TAG Experiências Literárias, que periodicamente entrega um kit com livros e materiais relacionados aos seus assinantes. Nesse mesmo sentido, que tal investir em clubes de assinatura e de fidelidade sobre artesanato?

Acontece que manter um cliente é muito mais fácil do que adicionar uma nova pessoa em sua base de consumidores. Sendo assim, quando alguém assina seu serviço, as chances de se manter por meses e até anos é enorme — basta você preservar o nível de qualidade e de interesse sempre lá no alto. Certo?

Para inspirar, temos dois exemplos reais de clubes de assinatura voltados para o artesanato:

  • Clube Sonho Artesanato: eles enviam um kit especial para os assinantes todos os meses, com materiais para a confecção de determinada peça artesanal. Além disso, também oferecem acesso a uma aula on-line grátis com o artesão do mês, para tirar dúvidas sobre a técnica envolvida no artesanato do kit recebido;
  • Caixa Cosmo: esse é o primeiro clube de assinatura de itens criativos do Brasil. A proposta, aqui, é entregar mensalmente — ou de forma única —, uma caixa recheada de produtos criativos e artesanais, de artistas e produtores locais independentes. São itens de decoração, artesanato, gastronomia etc.

Geralmente, os kits e as caixas dos clubes de assinatura trazem uma surpresa, tornando a experiência interessante e instigante. Afinal, o assinante não vai querer perder a próxima edição, por conta da curiosidade e da expectativa geradas.

Outra coisa que fortalece essa prática de renda recorrente é que se cria uma sensação de urgência nas pessoas — você pode dizer que as assinaturas mensais são limitadas, que as vagas para participar do clube estão acabando, entre outros gatilhos que estimulam a aderência de assinantes.

A estratégia tem sido muito utilizada por vários empresários do ramo criativo, pois aumenta a lucratividade e fortalece a previsibilidade de receita. Ao mesmo tempo, a prática instiga um público consumidor que está cada vez mais à procura de experiências diferentes, com personalização, exclusividade e comodidade (uma vez que recebem tudo em casa).

Precifique o seu artesanato

Para que as ideias anteriores deem certo, é importante precificar corretamente suas artes, a fim de que os clientes consumam seu trabalho com frequência. Para uma renda recorrente, vale incluir no valor final todas as variáveis, como:

  • mão de obra (valor da hora trabalhada);
  • materiais;
  • custos com serviços on-line, para o caso de cursos a distância;
  • custos com embalagens e transporte, para clubes de assinatura, entre outros.

O preço do seu produto ou serviço deve ser justo e agregar valor ao cliente. Cuide de estudar todos os detalhes para que o negócio seja rentável para você e atraente para o consumidor. Esses são os aspectos que fazem uma renda recorrente prosperar.

Invista em marketing para divulgação

A máxima de que a propaganda é a alma do negócio nunca se fez tão presente. Afinal, quem não é visto não é lembrado, muito menos desejado. Então, para que sua renda recorrente dê certo no artesanato, invista em estratégias de marketing que disseminem sua ideia e conquistem clientes fidelizados.

As redes socais continuam sendo os espaços mais práticos para divulgar seu trabalho, pois requerem um baixo investimento. Mas você precisa se preocupar em desenvolver boas imagens e fotografias dos seus produtos, criar uma identidade visual atraente e oferecer informações e descrições claras e precisas para o público que deseja alcançar.

Nossas sugestões para qualquer profissional que queira aumentar seus ganhos no artesanato e garantir a sustentabilidade do seu negócio estão aqui, com a renda recorrente. Para conquistá-la, é preciso planejamento e esforço, porém, quando a ideia inicial dá certo, você só precisa colher os frutos e manter a qualidade do seu trabalho, buscando sempre se qualificar mais e inovar nos produtos e serviços.

E aí, que tal colocar a ideia em prática? Para formular mais adequadamente sua estratégia de renda recorrente, vale a pena conhecer também as maiores tendências do artesanato!

Receba nossas dicas e conteúdos gratuitos diretamente em seu e-mail!




Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.