Alimentação Viva: crus a favor da sua saúde (crédito da foto: Shutterstock)

Coluna da Cléo: Alimentação Viva! Que bicho é esse?

Entre tantas formas saudáveis de nos alimentarmos, a Alimentação Viva destaca-se pelo seu poder enzimático. Seu consumo traz vitalidade independentemente da idade da pessoa. Cem porcento composta por alimentos integrais na sua forma natural (crus), a Alimentação Viva prioriza o consumo de frutas, verduras, legumes, castanhas, cereais e sementes germinadas, podendo estes alimentos, na sua grande maioria, ser consumidos diretamente do pomar ou da horta.

Alimentação Viva: direto do pé para o seu prato! (crédito da foto: Shutterstock)
Alimentação Viva: direto do pé para o seu prato! (crédito da foto: Shutterstock)

Mas não é só isso! Ao germinar e brotar sementes, grãos e cereais potencializamos seu teor nutritivo (vitaminas, enzimas, carboidratos, zinco, cobre, flúor, iodo, manganês, etc.) em até 20.000 vezes , por isso, a Alimentação Viva é também conhecida por alimentação enzimática. E para que servem estas enzimas? Elas são responsáveis pela manutenção do nosso organismo. Auxiliam no equilíbrio do pH, que deve ser ligeiramente alcalino, além de transportar os nutrientes até as células.

Invista nos grãos e nas sementes como forma de potencializar os benefícios da alimentação viva (crédito da foto: Shutterstock)
Invista nos grãos e nas sementes como forma de potencializar os benefícios da alimentação viva (crédito da foto: Shutterstock)

Uma pessoa com pH alcalino ou em equilíbrio passa longe das doenças, já uma pessoa com o pH ácido esta propensa a desencadear diversas patologias ao longo da vida.Com raras exceções, tudo que é refinado (sal, açúcar, farinhas, óleos …), industrializado, vem dentro de embalagens e prontos para comer, acidificam o pH e e criam um ambiente favorável às doenças. Mas não basta incluir mais alimentos Vivos (crús e germinados) na nossa alimentação. Devemos ter atenção à procedência destes alimentos. Alimentos carregados de agroquímicos e produzidos em solos pouco ou nada férteis possuem pouco valor nutritivo, além das doenças que trazem consigo.

As saladas ficam ainda mais saudáveis quando feitas com ingredientes orgânicos, como essa do curso da eduK de Saladas Criativas
As saladas ficam ainda mais saudáveis quando feitas com ingredientes orgânicos, como essa do curso da eduK de Saladas Criativas

Uma dúvida muito frequente para quem ouve pela primeira vez sobre Alimentação Viva é: “ … mas não se cozinha nada, não se come nada quente, nem no inverno?” Come-se alimentos amornados, por exemplo, sopas amornadas ate aos 40, máximo 42 graus. O termômetro pode ser nossa mão, se a temperatura ficar quente para as nossas mãos, é hora de tirar do fogo. Também se usa a técnica de desidratar alimentos ao sol ou em desidratadores, conhecidos como secadores de alimentos. Com esta técnica, podemos desenvolver receitas surpreendentemente saborosas e fáceis de transportar na bolsa ou no carro.

Frutas sem agrotóxicos complementam a dieta dentro da Alimentação Viva (crédito da foto: Shutterstock)
Frutas sem agrotóxicos complementam a dieta na Alimentação Viva (crédito da foto: Shutterstock)

Ok! Se você acabou de ver que sua alimentação não é das melhores, nada de pânico! A Natureza é perfeita, regenerando-se rapidamente, mas faça sua parte incluindo gradativamente alimentos vivos (crus) na sua rotina alimentar. Que tal começar pelas frutas? Seu corpo e sua saúde agradecem!

“Para garantir a saúde do nosso corpo, devemos cozinhar com as cores do arco-iris”

chef_cleo_martins

Cléo Martins é expert da eduK e estreia no Gastronomia e Ponto trazendo conteúdos especiais sobre alimentação natural. É escritora, palestrante, chef em alimentação natural e culinária artística viva. Idealizadora do Gourmet da Horta, um espaço de alimentação saudável, consciente e sustentável, dedica-se a aulas práticas e ao trabalho de personal chef. Além do seu porte físico ser prova concreta de tudo aquilo que ela ensina 😀

 

Receba nossas dicas e conteúdos gratuitamente diretamente em seu e-mail!

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.