Dayse enfrentando um dos muitos desafios ao longo do programa: assim também funciona no dia a dia da profissão (crédito da foto: reprodução Instagram @masterchefbr)

Coluna da Dalva: Guia prático para empreender na Confeitaria!

Olá queridas leitoras, é com muita alegria que inicio uma frutífera parceria com o blog Confeitaria e Ponto, da eduK, e com cada uma de vocês. Já não é de hoje que noto a necessidade de muitas de vocês em aprender como tornar a produção de suas receitas uma fonte de renda. Por isso, preparei um guia prático para empreender na Confeitaria!

A Coluna da Dalva traz um guia prático para empreender na Confeitaria. Confira!
A Coluna da Dalva traz um guia prático para empreender na Confeitaria. Confira!

Muitas pessoas têm habilidades na cozinha e, quando preparam um doce, recebem vários elogios de amigos e parentes. Se você se identifica com essa situação, já deve ter ouvido sugestões para começar a vender o que faz. O único problema é: você não sabe como abrir um negócio, ainda que ele comece pequeno e dentro da sua própria cozinha… Neste espaço vamos ter a oportunidade de fazer uma consultoria do Faça e Venda e, para isso, conto com a ajuda de vocês nos comentários dos nossos posts. Quero que sempre escrevam ali quais são as maiores dificuldades que enfrentam para empreender e o que gostariam de encontrar aqui na Coluna da Dalva. Agora, é hora de colocar alguns pontos essenciais em prática e trabalhar rumo ao sucesso!

icon11_chocolate_med

Coluna da Dalva: Guia prático para empreender na Confeitaria!

  • Em primeiro lugar, se planeje!

Vender doces ou qualquer outro tipo de produto culinário requer que você defina quantidades, sabores e formatos para produzir. Mas, antes de começar a preparar os quitutes para vender, você precisa delimitar alguns detalhes do seu negócio.

  •  Quais são seus pontos fortes?

Cada doceira ou salgadeira tem uma facilidade maior em fazer algum tipo de receita. Descobrir suas habilidades ajuda a delimitar os docinhos que você vai produzir, por exemplo.

  • Que público irá comprar os seus quitutes?

É necessário conhecer o mercado e pensar para quais pessoas pretende vender seu produto. As possibilidades são muitas! Desde vender unidades de docinhos para os colegas de trabalho ou faculdade, até vender por cento ou para festas por encomenda. Também existe a possibilidade de vender os doces para lojas, restaurantes, padarias e cafeterias.

  • Você tem capital para investir?

Também é necessário traçar um planejamento financeiro e definir, por exemplo, quanto dinheiro você tem disponível para a produção do que se pretende vender e se irá trabalhar com pagamentos somente à vista ou também à prazo.

Dalva Zanforlin ensina a fazer Trufas Especiais e outras receitas altamente vendáveis em cursos inéditos da eduK!
Dalva Zanforlin ensina a fazer Trufas Especiais e outras receitas altamente vendáveis em cursos inéditos da eduK!
  • Monte o cardápio

O número e a variedade de produtos que você vai oferecer dependem das receitas que você faz melhor e que fazem mais sucesso com os clientes. Uma boa ideia é começar com uma variedade grande, descobrir os sabores preferidos do público e diminui-los com o tempo, retirando os sabores menos populares. Outra ideia é fazer uma análise da concorrência antes de definir o que vai vender. Pesquise, em sua cidade, os tipos de doces que as confeitarias e docerias costumam produzir. Aposte nas receitas mais pedidas, mas não se esqueça de incluir em seu cardápio pelo menos um sabor que seja o diferencial do seu negócio.

  • Reserve tempo para tudo

O próximo passo é programar o tempo que vai passar na cozinha. Fica mais fácil determinar a quantidade de doces que você vai precisar, se já souber para que público irá vender. O ideal, se estiver sozinha, é ver quanto consegue produzir por dia ou por semana e, depois, se a demanda crescer muito, conseguir ajudantes.

  • Contabilize os gastos e dê valor ao seu produto

Para definir os preços de cada produto, não basta se guiar pela intuição. Você precisa colocar na ponta do lápis o gasto com todos os ingredientes utilizados na execução e na decoração da receita. Adicione também cerca de 30% do valor dos ingredientes. Essa porcentagem é referente aos gastos fixos que você tem, como água, gás e energia elétrica. Não se esqueça de valorizar sua mão de obra! Somando todas as despesas calcule então uma margem de lucro que varie de 100% a 150% que é o indicado pelos especialistas. Se for vender por unidade, o lucro pode ser até de 150%. Você também pode se basear nos preços da concorrência para determinar o seu. Assim, seu negócio não fica defasado e você não perde clientes para quem vende mais barato. O ideal de venda é aquele que cobre todos os custos, desde a produção até a entrega, e que ainda proporciona o lucro esperado.

  • Conquiste os clientes

No começo é difícil montar uma clientela. Que tal começar seu empreendimento oferecendo degustação gratuita dos quitutes em eventos de amigos ou familiares? Não se esqueça de distribuir cartões ou panfletos com seus contatos. Depois, é manter os clientes com bom atendimento, preço justo e produtos de qualidade. A tática de oferecer amostras grátis também funciona se seu ponto de venda for outro, como escritório, a escola, faculdade, restaurantes ou até mesmo na rua. Nesse último caso, é importante que você pense também em escolher um local bem movimentado e que não se esqueça de embalar bem os docinhos para conservá-los.

  • Use sua criatividade

Fique de olho no mercado para incorporar novidades em sabores e ingredientes. A apresentação dos produtos também conta e muito! Na eduK tem cursos incríveis focados em criatividade.

trufa_em_formato_de_cone_com_recheio_de_maracuja
Inovação e criatividade podem ser os ingredientes que faltavam para o sucesso do seu negócio!
  • Chegando lá com segurança

Se você for vender seus produtos para clientes de outras cidades ou ainda queira fazer um serviço de entrega, fique atenta! É preciso investir em uma embalagem que garanta a integridade dos doces. Não se esqueça de que o pacote será carregado e colocado em vários meios de transporte e pode acabar danificando se não manuseado corretamente. Seus clientes não vão gostar nenhum pouco de receber produtos derretidos ou amassados, portanto, não economize tempo nem dinheiro para encontrar uma boa embalagem.

  • Equipamentos Necessários

Para preparar bombons e trufas você vai precisar de alguns equipamentos fundamentais, tais como: tigelas, facas, sacos de confeitar, balança, espátulas, colheres, termômetro culinário, garfinhos para banho, formas de modelos variados, papel manteiga, papéis para embalagem e um balcão de mármore ou granito. Não se esqueça também dos aventais, máscaras e toucas de cabelo. Além disso será necessária uma panela para banho-maria, um microondas ou uma derretedeira elétrica. O chocolate pode ser derretido em qualquer um dos três equipamentos, no entanto, se você deseja produzir em larga escala, a dica é investir mesmo em uma derretedeira. Ela consegue derreter uma grande quantidade de chocolate de uma vez, além de manter a temperatura ideal por mais tempo e evitar a umidade, além de derreter dois tipos de chocolate ao mesmo tempo, graças a sua divisória interna.

  • Hora da batalha

Depois de tudo pronto é tempo de vender! Abuse de sites e redes sociais para divulgação, mantendo sempre com informações atualizadas e fotos atraentes de seus produtos, afinal, esses meios virtuais são como uma vitrine. Não deixe de lado a propaganda boca a boca, ela ainda é a melhor forma de divulgação. Quem ficou satisfeito com a qualidade dos seus produtos e serviços, vai indicar seu trabalho a futuros clientes. Comece a divulgar os seus produtos entre os familiares e amigos, oferecendo como presente, depois tente negociar com lojas ou restaurantes de conhecidos, e tenha sempre à mão um cartão com seus contatos. Outra estratégia de vendas são promoções e descontos, além de aproveitar as datas comemorativas. Pense em bombons e trufas diferenciadas que a concorrência ainda não produziu, ou seja, sempre tente ampliar seu conhecimento na área. Depois das vendas, é uma boa estratégia manter contato com os clientes por telefone, e-mail ou redes sociais. Dessa forma, você obtém informações sobre a satisfação dos consumidores, sugestões de melhorias ou dicas para novos sabores e texturas. Manter e estreitar esses contatos pode contribuir bastante para que esses clientes sejam fiéis à sua marca.

Aprenda com Dalva Zanforlin a fazer desde novidades da Confeitaria até receitas tradicionais como os "bolos da vovó"
Aprenda com Dalva Zanforlin a fazer desde novidades da Confeitaria até receitas tradicionais como os “bolos da vovó”

4  Dicas para conquistar sua clientela e ter sucesso

1- Qualidade: A marca dos ingredientes utilizados deve ser confiável. Preze por manter a excelência do seu trabalho, seja no sabor ou na apresentação, mesmo quando seu empreendimento crescer.

2- Determinação: Para o seu negócio dar certo, você deve ter foco e direcionar todos os esforços para essa atividade. Saiba lidar com as dificuldades iniciais, pois só assim se ganha maturidade para trabalhar em qualquer segmento.

3- Treinamento: Nunca se acomode. Busque aprimoramento contínuo de todos os envolvidos no preparo dos doces. Procure cursos de confeitaria em sua cidade, além de usar outros recursos como a internet ou ainda participar de feiras especializadas, sem perder de vista a concorrência e acompanhar as tendências do mercado.

4- Saber encantar: De nada adianta um doce delicioso se ele não encher os olhos e vice-versa. Por isso, invista em confeitos e embalagens sem se esquecer de primar pelo sabor. E o fundamental, alie a qualidade do seu trabalho a um atendimento diferenciado a seu cliente.

Confeitaria faça e venda: invista em especialização, valorize o seu trabalho e viva da sua paixão!
Confeitaria faça e venda: invista em especialização, valorize o seu trabalho e viva da sua paixão!

Tenho certeza que seguindo todos esses passos e colocando muita energia positiva, o seu produto e o seu trabalho na Confeitaria vão decolar! Lembre-se que temos um encontro mensal aqui no Confeitaria e Ponto para esclarecer dúvidas e encontrar o melhor caminho para empreender. Por isso, use e abuse do nosso espaço de comentários aqui abaixo. Quero te ouvir e já estou ansiosa para explorar o nosso próximo tema!

Um grande beijo,

dalva_zanforlin

Dalva Zanforlin é expert eduK formada pelos mais reconhecidos centros de culinária do mundo, como Le Cordon Bleu, em Paris. Autoridade em chocolate no Brasil, fundou o Centro de Culinária Trem da Alegria, em São Paulo, e dá aulas há mais de 30 anos. Além disso, participa do programa de TV Mulheres e Cozinha Amiga, da TV Gazeta. Dalva acredita que, assim como aconteceu com ela, o faça e venda de deliciosos doces e quitutes também pode mudar a sua vida para melhor!

 

 

Receba nossas dicas e conteúdos gratuitamente diretamente em seu e-mail!

4 Comentários

    estou iniciando os testes e fazendo o curso da eduk para aprender novas receitas pra vender.estou amando.agora estou pensando em um nome pra que venho ficar conhecida e logo abrir a loja de bolos caseiros

      Olá Vanessa! Ficamos extremamente felizes em saber que você está investindo na sua paixão. Aí vão algumas indicações de cursos que têm tudo a ver com o seu momento. Você já é assinante eduK? Com o conteúdo deles você tem tudo para crescer profissionalmente e desenvolver o seu empreendimento. São eles:

      https://www.eduk.com.br/cursos/6-gastronomia/7993-criatividade-se-aprende-gastronomia?trk=busca
      https://www.eduk.com.br/cursos/11-negocios/5734-especial-empreendedorismo-criativo-sonhe-realize-e-ganhe-dinheiro?trk=busca
      https://www.eduk.com.br/cursos/11-negocios/5626-empreendedorismo-criativo-transformando-paixao-e-talento-em-um-negocio-sustentavel?trk=busca
      https://www.eduk.com.br/cursos/6-gastronomia/5148-de-boleira-para-boleira-estrategias-para-fazer-o-seu-negocio-decolar?trk=busca

      Aproveite as aulas e volte para nos contar como vão os negócios. Sucesso!

    Adorei a coluna… com dicas fáceis e aplicáveis e com profissional que possui alta experiência no faça e venda! Parabéns!

      Muito obrigada Eliana! Nosso objetivo é que as dicas de fato sejam úteis para quem quer ganhar dinheiro com a Confeitaria e tbm com a Gastronomia! Até a próxima coluna 🙂

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.