gastronomia

Gastronomia como fonte de renda? Saiba como e por que se qualificar

Era uma noite de terça-feira de agosto de 2015 quando a Band chegou a liderar os índices de audiência da TV brasileira durante a exibição de um capítulo de ”MasterChef”. Pois o sucesso dos reality shows de gastronomia, reafirmado recentemente após a estreia de ”Mestre do Sabor” na Globo, evidencia o crescimento desse setor a nível nacional.

A cozinha é um meio de causar fascínio nas pessoas, e também pode funcionar como espécie de terapia para muitos problemas. Além disso, a gastronomia como fonte de renda consiste em um dos principais tópicos relacionados ao assunto. Em 2019, por exemplo, a busca por cursos na área cresceu quase 30%, transmitindo uma mensagem impactante.

Existem diferentes tipos de culinária que podem ser explorados por quem está buscando seguir carreira no ramo. Se você nutre essa vontade, saiba que a qualificação técnica tem ganhado cada vez mais importância, e é perfeitamente possível dar os primeiros passos rumo a uma trajetória bem-sucedida. Continue conosco por aqui e leia dicas relevantes sobre o tema!

A carreira de gastronomia

A crescente exigência dos consumidores elevou o patamar dos restaurantes. Hoje em dia é fundamental tomar uma série de cuidados no preparo das refeições, além de oferecer conforto durante a experiência da clientela. Por isso, a carreira de um profissional de gastronomia envolve diversos aspectos.

É claro que o principal deles tem forte ligação com o planejamento e a preparação de pratos. Entretanto, a avaliação da disponibilidade de ingredientes, o relacionamento com fornecedores e o desenvolvimento de estratégias de marketing também figuram nessa lista de tarefas, por exemplo.

Em linhas gerais, quem leva a gastronomia como fonte de renda foca na elaboração de receitas segundo determinado estilo de culinária. Portanto, técnicas históricas, combinações entre ingredientes e o paladar do ser humano são pautas constantes nos cursos de formação profissional.

Apesar da clara importância dos nutrientes das refeições, a variação de pratos e o sabor de cada um deles desempenham um papel tão relevante quanto. Diante da já mencionada curva ascendente do mercado gastronômico no Brasil, manter a resiliência e procurar a inovação frequente consistem em duas ótimas qualidades diferenciais.

Os benefícios da gastronomia como fonte de renda

A paixão pela culinária muitas vezes surge na infância. Comidas de vó, refeições com a família reunida e o cheiro daquele prato preferido costumam lembrar momentos marcantes das nossas vidas, não é verdade?

Por si só, a gastronomia já faz bem para o bem-estar. Se cozinhar em casa como puro hobby traz diversos benefícios e pode ajudar a relaxar, escolher esse ramo para trilhar profissionalmente também é uma ótima escolha. Siga a leitura e confira outras vantagens!

Encantamento

O profissional de gastronomia tem no próprio trabalho uma ferramenta capaz de causar encantamento. O gosto sentido pelo cliente enquanto ele saboreia é fruto de um processo de preparação planejado e desenvolvido com muito carinho — além, claro, da técnica aprendida.

Terapia

Chegar em casa após um dia estressante e colocar a mão na massa na cozinha é um alívio para quem leva a culinária como hobby. Imagine, então, trabalhar com esse prazer diariamente?

Para um profissional, todos os detalhes são como os traços de uma bela obra de arte. Desde a definição dos ingredientes até a finalização, passando pelos processos de montagem da elaboração de um prato, tudo é muito especial. A leveza de tratar o trabalho como hobby pode ter caráter terapêutico sem que a gente sequer perceba!

A importância da técnica

Antes de mais nada, vale lembrar que aquele gostinho da produção artesanal e o conhecimento teórico não são excludentes — pelo contrário. No fim das contas, o aprendizado e o amor pela culinária formam uma receita imbatível!

Para ter sucesso na caminhada e transformar o hobby em profissão, por exemplo, é primordial saber o que os cursos de gastronomia geralmente oferecem. Aulas de história da área, bioquímica, segurança alimentar e microbiologia figuram entre os conhecimentos mais comuns e impactantes, por exemplo.

O curso de gastronomia

Conhecimentos sobre panificação, sobremesas, confeitarias, drinques e hábitos nacionais e internacionais também fazem parte dos cronogramas. Esse tipo de especificidade é a cereja do bolo, pois o emprego adequado das técnicas é o que permite a criação de uma quantidade maior de combinações saborosas.

Munido de conteúdo eficiente, o profissional aumenta a flexibilidade do trabalho e a harmonia entre os ingredientes. Entregar sabor e singularidade em cada prato é o que gera prazer cotidiano, fidelizando clientes e resultando no sucesso a longo prazo.

Cursos de teoria e prática, transmitindo conteúdos desde os mais básicos até os avançados, oferecem uma capacitação excelente tanto na parte técnica quanto na de negócios. Manuseio de instrumentos, higiene e segurança, além da organização de eventos com banquetes são outras pautas comuns durante o processo de aprendizado.

Tipos de culinária

Definir uma área específica dentro do segmento é uma das decisões mais importantes da carreira do profissional de gastronomia. Por isso listamos a seguir alguns tipos de culinária como sugestão e auxílio:

  • confeitaria: a arte de fazer doces, como bolos, tortas, pudim e outras delícias que (quase) todo mundo ama;
  • sem glúten: quem é celíaco sofre com a necessidade de produzir alimentos sem glúten, por isso se especializar em fazer grãos, vegetais, verduras e frutas livres dessa substância pode ser muito interessante;
  • salgadinhos: elaborar e comercializar salgadinhos para festas é uma opção capaz de render reconhecimento e lucro;
  • pães: o pão faz parte da história da humanidade desde os primeiros registros e, com suas diferentes formas de preparação, oferece um vasto leque de possibilidades culinárias.

Seja para usar um hobby como renda extra ou para transformar a paixão pela gastronomia em carreira profissional, o investimento em qualificação pessoal é sempre uma boa escolha. Afinal de contas, só assim você se torna capaz de sair do lugar comum e buscar a diferenciação no mercado.

E aí, gostou do conteúdo do post? Aproveite que está por aqui e, para conferir novos materiais relevantes como esse, curta a página da eduK no Facebook! Esperamos pelo seu like!

Receba nossas dicas e conteúdos gratuitos diretamente em seu e-mail!




2 Comentários

    Primeiramente gostaria de agradecer o fácil acesso, eu amo gastronomia. Bom, tudo muito bem explicado e de fácil entendimento. Parabéns.

      Oi, Larissa! Desculpa a demora em te responder!
      Que incrível saber que você gosta daqui 🙂
      Por falar em gastronomia, você sabia que temos mais de 600 cursos nessa área, divididos por categoria e esperando só por você?
      Dá uma olhadinha nos nossos cursos clicando aqui! Caso queira assinar um dos nossos planos, vem por aqui 😉

      Se precisar de ajuda com qualquer coisa, é só mandar um e-mail para meajuda@eduk.com.br!

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.