sapatinhos-para-bebes

Tudo que preciso saber para vender produtos personalizados para maternidade

Está pensando em vender produtos personalizados para maternidade? Já trabalha ou gostaria de trabalhar com acessórios para bebê e crianças? Então você chegou ao lugar certo!

Quem é apaixonado por artesanato sabe que a criatividade tem um papel central no processo produtivo. Mas, se o seu objetivo é ter um negócio e ganhar dinheiro fazendo o que você ama, é preciso aprender a direcionar seu potencial criativo para um segmento específico.

lacos_de_cabelo-artesanato-para-bebe

Ao focar em um nicho de mercado, você se especializa, aperfeiçoa as suas técnicas, aumenta as suas chances de se sair bem nas vendas e dar asas ao seu negócio.

Por isso, o post de hoje vai compartilhar com você as vantagens de apostar no segmento de maternidade e algumas ideias sensacionais para você se inspirar! Vamos lá?

Por que investir no mercado de produtos personalizados para maternidade?

Em diversos nichos, os itens personalizados são muito desejados pelos consumidores. Isso porque eles podem ser feitos pensando em ocasiões especiais e de acordo com o gosto de cada pessoa. Por isso, trabalhar com personalização pode ser uma excelente ideia.

No caso do segmento de maternidade, os personalizados fazem ainda mais sucesso. Afinal, as mamães costumam adorar os produtos artesanais, exclusivos e diferentes dos disponíveis nas grandes lojas.

Assim, quem trabalha nesse mercado encontra um mix de produtos bastante variado para explorar. E o melhor de tudo é que você pode tirar um bom lucro com as vendas, sabia? Além de a procura ser alta, o investimento costuma ser baixo, como vamos mostrar no próximo tópico.

3 ideias para você vender produtos personalizados para maternidade

Precisa de inspiração para começar a personalizar peças artesanais para mamãe e bebê? Então confira abaixo algumas das ideias de maior sucesso no segmento:

1. Laços de cabelo

Se tem um acessório para bebê que nunca sai de moda é o laço de cabelo. Não é à toa que ele é um dos produtos personalizados mais procurados pelas mamães que querem deixar seus filhos ainda mais fofos!

E esse não é o único ponto positivo para quem pretende vender laços, viu? Caso se interesse pela ideia, fique sabendo que o custo de produção é baixo e há diversos modelos fáceis de fazer.

Sem contar que nem todos eles pedem habilidades de costura. Ou seja, mesmo que você não saiba costurar, é possível fazer diferentes laços, um mais lindo que o outro.

Dentre os diferentes modelos, os laços de fita são os mais clássicos. Tanto é que costumam marcar presença nas saídas da maternidade e nos ensaios fotográficos. Além de serem usados pelos bebês, os laços também ficam uma gracinha em crianças maiores.

Para produzir praticamente todos eles, você vai precisar de:

  • Linha para costura
  • Agulha
  • Tesoura
  • Pistola de cola quente
  • Bastão de cola quente
  • Fita métrica
  • Base de corte
  • Isqueiro ou máquina de selar fita (similar)

Além desses materiais gerais, você vai precisar – é claro – de fitas, cuja diversidade de materiais, cores e tamanhos é enorme. Outro ponto importante é que, enquanto alguns são feitos à mão, outros precisam de moldes, que podem ser feitos em casa com papelão ou outro material firme.

Como não existe uma regra para o tamanho dos laços de cabelo, os moldes também variam de tamanho. Portanto, não há um tamanho específico para cada idade. O que manda é o gosto do cliente. Enquanto algumas pessoas preferem laços grandes, outras preferem laços pequenos.

Aliás, este é o grande diferencial dos produtos personalizados: cada cliente escolhe o modelo, tamanho, cor e material de sua preferência.

Ao fazer uma busca na internet, logo você vai notar que cada um batiza o laço de um jeito diferente. No entanto, alguns têm um nome quase universal, como é o caso dos  modelos que vamos apresentar a seguir.

Laço cata-vento

O laço cata-vento possui esse nome por conta do próprio formato dele. No curso de laços de cabelo, a artesã Lucimari Bizari mostra o passo a passo completo para você fazer um laço cata-vento de 8 cm.

laco-de-cabelo-catavento

Basicamente, a técnica se resume a passar a fita ao redor do molde – que está no material do curso – e alinhavar de modo a franzir o laço. Depois de dar um nó para a linha não soltar, é preciso cortar as pontas da fita e passar o isqueiro para o fio não desfiar. Super fácil e rápido!

Laço cruzado simples

Um dos laços mais procurados é o cruzado simples, um modelo clássico, que também é feito com o uso de molde. No mesmo curso, você aprende a fazer um laço cruzado simples de 10 cm com fita de juta.

laco-artesanal-cruzado-simples

O processo é parecido com o do modelo anterior. O que muda é o tamanho do molde, a forma de passar a fita ao redor dele e o alinhavo, enquanto a finalização é a mesma.

Aplicação do laço

Seja qual for o modelo escolhido, saiba que os laços podem ter diferentes aplicações – mais um motivo que faz com que eles sejam totalmente personalizáveis. Além de serem aplicados em elástico de cabelo, bico-de-pato e tic-tac, por exemplo, os laços podem ser aplicados em faixinha slim.

A faixinha slim é o modelo perfeito para recém-nascidos. Isso porque ela é feita com meia de seda para artesanato, um material delicado, confortável e com uma boa elasticidade. Assim, não corre o risco de apertar a cabeça do bebê.

Laços em feltro e E.V.A.

Outra opção interessante para quem deseja vender produtos personalizados para maternidade são os laços de cabelo em feltro e E.V.A. Com esses materiais, você pode fazer uma infinidade de modelos, dos formatos mais tradicionais até os temáticos, como de ratinho, gatinho, borboleta, coelho e sereia.

lacos-de-cabelo-em-feltro-e-eva

Veja quais são os materiais necessários:

  • Agulha de costura
  • Agulha grossa para a lã
  • Bico de pato ou arco ou tic-tac ou meia para artesanato
  • Caneta mágica
  • Cola instantânea
  • Cola quente
  • E.V.A. com glitter ou liso ou felpudo ou estampado
  • Ferro ou chapinha
  • Fita de cetim ou voal ou gorgorão de 38mm de largura, se desejar
  • Fita métrica ou régua
  • Isqueiro
  • Linha de pipa
  • Manta strass
  • Fio de strass
  • Meias-pérolas
  • Moldes
  • Ponta seca para riscar o E.V.A.
  • Spray para cabelo, se desejar
  • Tesoura para papel
  • Feltro ou EVA

Para a maioria deles, você vai precisar de molde. Na apostila do curso de laços de cabelo em feltro e E.V.A., ministrado pela expert Ângela Maria Lage Manta, estão disponíveis moldes de diversos formatos. Além disso, ela explica em detalhes como fazer cada um deles e personalizá-los.

Kit de laços

Outra ideia bacana é montar kit de laços. Numa faixa com viés elástico, você pode fazer um encaixe para o laço. Assim, fica fácil variar o modelo e ajudar as mamães na missão de combinar o laço com a roupinha do bebê. Depois que a criança crescer, os mesmos laços podem ser usados direto no cabelo. Perfeito, não acha?

Segurança: pontos de atenção para se ter em mente!

Na hora de personalizar os seus laços, confirme a idade do pequeno que vai usá-los. Quanto menor a criança, maior deve ser a preocupação em relação à segurança. No caso dos bebês mais novinhos, o bico-de-pato, por exemplo, pode ser perigoso.

Sendo assim, é melhor apostar na faixinha slim, velcro ou tic-tac. Ainda, dependendo do que for aplicado ao acessório, vale a pena preferir a costura no lugar da cola, pois o risco de algo se soltar é menor.

2. Sapatinhos para bebê

Outra ótima opção para quem quer vender produtos personalizados para maternidade são os sapatinhos para bebê. Mesmo que você não tenha experiência, fique sabendo que eles não são tão difíceis de serem feitos quanto parece.

Sapatinhos de bichinho

Sim, você vai precisar usar a máquina de costura, mas não é nada de outro mundo. Tanto é que o curso de sapatinhos e gorros para bebê, da expert Janine Gabriele, foi preparado pensando nos iniciantes mesmo. Portanto, não tenha medo de tentar!

sapatinhos-para-bebes

Ela ensina a fazer sapatinhos de bichinhos, um mais fofo que o outro. Para você ter uma ideia dos materiais necessários, confira o que você precisa para fazer um sapatinho de panda, por exemplo:

  • Máquina de costura
  • Agulha 14
  • Linha de costura 120
  • Tesoura para tecido
  • Tesourinha para detalhes
  • Caneta
  • Caneta branca ou prateada
  • Velboa branco e preto
  • Manta R2
  • Tricoline 100% algodão
  • Linha 145 para bordar – cinza e preto
  • Agulha de mão
  • Elástico preto 7 mm
  • Feltro preto
  • Recorte bolinhas pretas de feltro 7 mm
  • Pistola de cola quente e cola quente
  • Pincel de maquiagem pequeno
  • Blush

Embora você possa usar outros tipos de material e tecido, no curso fica mais fácil entender como as características de cada um deles ajuda a conferir mais qualidade aos sapatinhos. Depois que você aprender a usar os moldes, fazer os detalhes e as costuras, vai se sentir mais à vontade para explorar a criatividade e criar seus bichinhos também.

É possível variar os detalhes com recortes de feltro, botões, bordado, entre outras coisas para fazer, por exemplo, o rosto dos bichinhos. E nunca se esqueça: em qualquer tipo de artesanato, são os detalhes que marcam o estilo e dão personalidade aos seus produtos.

Sapatinhos de couro

Difícil não se apaixonar pelos sapatinhos de couro, pois eles ficam um charme! A base deles é praticamente a mesma dos sapatinhos de bichinho. Entretanto, o material e os detalhes são bem diferentes.

Se você quiser aprender a confeccionar mocassins e sapatilhas confortáveis, não deixe de conferir o curso de sapatinhos de couro para bebê, em que a expert Sabrina Guimarães mostra as melhores técnicas para os iniciantes.

Sapatinhos-de-bebe-em-couro-personalizados

Diferentemente do que muita gente pensa, não é preciso ter uma máquina industrial para trabalhar com o couro, ok? A nossa expert mostra que é possível produzir os mais lindos modelos com uma máquina doméstica.

3. Sublimação

Já ouviu falar de sublimação? Essa é a técnica perfeita para quem tem o objetivo de vender produtos personalizados para maternidade. Com ela, você consegue personalizar, de verdade, diversos produtos. Isso porque a sublimação permite criar as próprias estampas, eliminando aquele desafio de encontrar a estampa dos seus sonhos.

No curso da expert Carol Vanicore, você aprende todas as etapas dessa personalização. Desde a criação da estampa até o uso da prensa térmica – que transfere a imagem para o tecido – e encaixe para costurar as suas peças.

Além da prensa térmica, você vai precisar de:

  • Máquina de costura
  • Impressora sublimática
  • Computador
  • Programa de edição de imagens
  • Papel sublimático
  • Tecido poliéster
  • Manta térmica
  • Manta R2
  • Plástico translúcido
  • Zíper
  • Régua
  • Tesoura

Com esses materiais em mãos, você pode começar a produzir diversos produtos para bebês, como bolsa trocador, saquinho para troca de roupa, porta-mamadeira, porta-documento, kit higiene, porta-fralda e lenço umedecido, entre tantos outros. E todos eles de acordo com o gosto de cada cliente.

A sublimação também é uma excelente técnica para a produção de objetos decorativos para quarto de bebê, como a Carol mostra no curso de sublimação em tecido e feltro. Com os tecidos sublimados, você aprende a produzir abajur, quadros decorativos, móbile, almofada, relógio, boneco, além de estampas superdivertidas.

Uma das maiores vantagens dessa técnica é o baixo custo. Sem precisar investir muito, é possível produzir uma infinidade de produtos. E, claro, com um alto nível de personalização, já que, mais do que estampas diferenciadas, você pode até mesmo fazer peças com o nome do bebê e muito mais!

Como as demais ideias apresentadas aqui, você não precisa dominar nenhuma técnica de costura para trabalhar com sublimação. Mesmo os artesãos iniciantes têm tudo para se dar bem.

Coloque os seus projetos em prática

Se você gosta do nicho de artesanato para bebês, não tenha receio de apostar suas fichas na venda de produtos personalizados para maternidade. Como falamos lá no começo, trata-se de um mercado com ótimas oportunidades, já que as mamães estão sempre em busca dos mais lindos produtos para os seus pequenos.

Escolher com quais peças você quer trabalhar é um dos grandes passos na sua jornada empreendedora. Esperamos que as ideias apresentadas aqui tenham ajudado você nessa missão.

Quer viver da sua paixão, mas está encontrando obstáculos pelo caminho? Então baixe agora o guia completo para vender artesanato pela internet!

Receba nossas dicas e conteúdos gratuitos diretamente em seu e-mail!




    POP up bolsa pratica