bolsas-modernas-para-vender

Como criar as bolsas perfeitas para venda?

Precisa de dicas de como confeccionar as bolsas perfeitas para venda? Para fazer o seu negócio de artesanato crescer, oferecer peças que se diferenciem pela qualidade do acabamento é um dos grandes segredos.

Isso significa que você não deve deixar nenhuma dúvida passar batido. Afinal, um pequeno detalhe pode comprometer o resultado final.

E o que toda artesã quer é olhar para a peça pronta e curtir a sensação maravilhosa de reconhecer que o resultado foi o melhor possível, não é verdade?

A seguir, você vai conferir as principais dificuldades da confecção de bolsas e como acabar de vez com todas elas. Preparada?

bolsas-de-luxo-para-vendas

Bolsas perfeitas para venda: o que mais gera dúvida e quais são as melhores soluções?

Durante a produção de bolsas, alguns detalhes podem trazer mais complicação para a sua vida. Mas, você não pode deixar que eles se tornem obstáculos para o seu trabalho.

Por isso, a gente vai falar um pouco sobre cada um deles e apresentar dicas úteis para você aplicar no seu negócio.

1. Estruturar as bolsas

Além de uma infinidade de modelos, as bolsas podem ser feitas a partir de diferentes materiais. Dependendo do tipo de material e do modelo, a peça vai demandar um nível de estrutura maior ou menor.

Bolsas maiores precisam ser mais resistentes e, portanto, mais estruturadas para dar conta do peso. Por exemplo, as de maternidade dependem muito dessas soluções. Além das alças e das laterais, você precisa estruturar bem o fundo para a peça não abaloar quando estiver cheia. E isso serve para diversos modelos.

Estes são alguns dos materiais mais usados na estruturação:

  • manta acrílica;
  • entretela termocolante;
  • TNT;
  • nylon dublado;
  • EVA (próprio para estruturação);
  • lona.

estruturacao-bolsa-maternidade

A pergunta que não quer calar: qual deles é o melhor? Isso varia de acordo com o tipo de tecido ou material sintético usado e do quão firme você quer que a sua peça fique.

Existem diferentes técnicas de estruturação para você aplicar aos seus trabalhos. Quanto mais técnicas diferentes você conhecer, mais perfeitos vão ficar os seus acabamentos.

2. Manter o tecido firme para a costura

Na hora de passar o tecido pela máquina, uma dificuldade comum aparece: manter o tecido firme o suficiente para a costura ficar retinha – sobretudo no caso dos tecidos mais espessos, difíceis de marcar.

Sabe do que a gente está falando? 

Pois é, você já deve ter passando por isso. Aqui vai um alerta: não duvide do potencial da sua companheira de trabalho. A maioria das artesãs usam máquina de costura doméstica para produzir lindas bolsas. Ou seja, o problema não está na máquina.

bolsa-na-maquina-caseira

Um bom truque é usar grampos para marcar bem as dobras e bordas. Isso vai ajuda a manter o tecido firme quando for costurar.

No caso dos sintéticos como o verniz, ele pode ficar “grudando” na máquina. Se isso acontecer, uma dica é passar um pouquinho de óleo para ele deslizar mais facilmente.

Outra coisa que ajuda a manter a firmeza é fazer o retrocesso no começo e no final da costura. Além de, é claro, trabalhar com calma, mantendo uma única velocidade.

3. Caprichar no acabamento interno

As bolsas perfeitas para venda não chamam a atenção apenas pela parte externa, mas pela parte interna também. Por isso, faça o acabamento interno com muito carinho.

Alguns detalhes podem parecer bobos, mas não são.

Na hora de costurar o canal do zíper no forro, por exemplo, marcar o meio de cada uma das partes com um pique faz toda a diferença. Isso ajuda a deixar o conjunto centralizado.

Ainda, na hora de costurar o forro nas laterais da bolsa, não custa nada alfinetar ou fazer uma marquinha com giz no ponto central das laterais.

Adicionar compartimentos, como um bolso interno, também é uma ótima ideia.

Além disso, abuse da sua criatividade quando for escolher os tons e estampas do tecido para o forro. Afinal, a combinação de cores certas dá um toque especial para as suas criações.

bolsa-para-vender-com-compartimento-inerno

4. Colocar zíper e botão de imã do jeito certo

Você deve ter em mente, antes de tudo, que tanto o zíper quanto o botão têm uma função importante nas bolsas: abrir e fechar.

Portanto, eles precisam ser aplicados com cuidado e ficar bem alinhados. Do contrário, talvez não consigam cumprir sua função ou deixem a bolsa torta.

Dessa forma, se você quer fazer bolsas perfeitas para venda, aprenda os segredinhos de como preparar o canal do zíper. As formas de aplicar o zíper dependem do tipo de acabamento que você está buscando.

bolsas-para-vender-com-ziper
Mas algumas técnicas são sempre bem-vindos, como os que ajudam você a fazer o virado do zíper – que costuma ser uma etapa chatinha – ou travá-lo com uma costura de segurança.

Já o botão magnético tem menos segredos, mas ainda sim exige cuidado. Quando for colocá-lo em tecidos mais finos, por exemplo, vale a pena reforçar a região onde o botão foi aplicado com um pedaço de manta.

No curso de bolsas modernas em material sintético, a expert Evelyn Rojas compartilha um truque simples que evita que os ferrinhos do botão danifiquem a bolsa.

Para acabar com todas as suas dúvidas, vale a pena aprender com quem entende bem do assunto. Na eduK, você aprender a colocar zíper e botões de imã em:

5. Trabalhar com material sintético

Os materiais sintéticos são bastante usados na confecção de bolsas, dando um ar sofisticado e elegante para as peças. Veja quais são alguns dos mais usados:

  • montana
  • courvin;
  • corino;
  • recouro;
  • perugia;
  • vinil.

Cada um deles tem uma textura e espessura diferentes. E fique sabendo que é possível produzir bolsas perfeitas para venda com esses materiais usando a máquina doméstica.

No entanto, você precisa prepará-la antes.

Por serem mais espessos, os sintéticos pedem agulhas mais grossas. O mais indicado é usar agulhas a partir do tamanho 18. Quando mais camadas de material você for costurar, mais grossa deve ser a agulha usada.

Isso não é só por causa do cabo, para a agulha não quebrar, mas também por conta do buraquinho por onde o fio passa. Se a linha ficar presa no buraco da agulha, a máquina não vai conseguir dar a laçada embaixo.

Em vez de algodão, use linhas de bordado ou fio fino de poliéster na caixa de bobina, pois elas são mais resistentes. Mas não use linha de poliamida na parte de baixo. Se a máquina travar, o motor não vai ter força para parar a caixa de bobina.

A expert Dani Delinski dá uma ótima dica para você não ter problema com a escolha da linha na aula sobre preparação da máquina.

Faça um teste com a linha que você pretende usar: puxe com a mão e veja se ela arrebenta. Se ela arrebentar, você pode usá-la; se não arrebentar, não pode. A força da mão é a força que a máquina de costura tem.

Não deixa de verificar a tensão. Pegue um retalho do material que você vai usar na bolsa e faça o teste. Se os pontos estiverem apertadinhos e as linhas de um lado não estiverem passando para o outro, é porque a tensão está certa.

bolsas-modernas-para-vender

Quer ter sucesso no mercado de bolsas?

Mesmo que você já trabalhe com isso, não deixe de investir em qualificação. Além de ajudar você a fazer as bolsas perfeitas para venda, o conhecimento ajuda você a ganhar dinheiro.

Para empreender no mercado de bolsas e se dar bem, é fundamental dominar assuntos como: criação de identidade, erros que te impedem de decolar, foco e visão, divulgação de marca e loja virtual.

Precisa de ajuda para turbinar o seu negócio? Então conheça agora os cursos de bolsas e acessórios da eduK!

Receba nossas dicas e conteúdos gratuitos diretamente em seu e-mail!




    POP up bolsa pratica