confecção de bonecas de pano

Aprenda agora como ganhar dinheiro com a confecção de bonecas de pano!

A boneca de pano falante Emília faz parte do imaginário infantil brasileiro. Muitas crianças, de várias gerações, já sonharam em ter uma amiga dessas para dividir brincadeiras, mesmo que o mercado venha ofertando brinquedos mais modernos e tecnológicos.

Independentemente dos produtos industrializados, a confecção de bonecas de pano continua sendo uma ótima alternativa para presentear, decorar quartos infantis e, é claro, aumentar a renda e diversificar os produtos vendidos pelo artesão.

A peça é feita de materiais simples, mas entrega uma versão exclusiva, que pode ser personalizada de acordo com a demanda do cliente. Essa diferenciação agrega valor ao produto e destaca seu trabalho entre os demais.

Ao continuar conosco até o final deste artigo, você vai aprender as etapas de montagem da boneca de pano, os itens necessários e dicas de como controlar os custos da sua produção. Assim, você vai descobrir como precificar corretamente as bonecas e divulgar seu trabalho para obter um bom retorno. Vamos começar?

>> Afinal, como e por que divulgar artesanato no Pinterest? Clique e saiba mais!

Faça cursos de artesanato

Por mais que você goste de artesanato, não adianta querer construir um negócio na área sem a qualificação necessária para entregar um produto de qualidade. Por isso, antes de iniciar a confecção de bonecas de pano, invista em cursos que ensinem as melhores técnicas.

Mais do que isso, com aulas direcionadas você vai ter uma noção melhor dos materiais ideais e das ferramentas adequadas, com o auxílio de experts no assunto. Graças à internet, existem ótimos cursos on-line de artesanato, com facilidades que eliminam qualquer desculpa.

A primeira delas é a flexibilidade de horários, uma vez que você pode assistir às aulas onde e quando quiser. Isso descarta a necessidade de deslocamento e o custo que isso envolve, sendo possível aproveitar aqueles intervalos improdutivos do seu dia.

Outro fator que agrega valor à iniciativa de se qualificar é que o investimento financeiro é baixo. Na eduK, por exemplo, você faz uma assinatura a um preço bastante acessível e tem acesso a todo o catálogo da sua categoria.

De quebra, você ainda conta com apostilas e moldes exclusivos, além de garantir uma certificação que comprove sua especialidade e aumente sua credibilidade no mercado. Com certeza isso vai promover ainda mais profissionalização e colocar você em contato com outros apaixonados pelo artesanato — ampliando seu networking!

Adquira os materiais e utensílios necessários

Com o aprendizado em dia, fica mais fácil dar início à confecção de bonecas de pano, não é? Logo, você já pode adquirir os materiais e utensílios certos para dar vida ao seu projeto. Para ajudar nessa missão, você já pode ir pensando em ter:

  • máquina de costura;
  • tesouras, sendo uma própria para cortar tecidos;
  • linhas de costura de espessuras e cores diversas;
  • linhas de bordado;
  • fitas de cetim para acabamentos;
  • botões e miçangas para aplicar os detalhes da boneca;
  • enchimento, como manta acrílica ou até mesmo algodão;
  • fios de lã ou lã natural penteada para filtragem de cabelo;
  • mesa de trabalho organizada;
  • alfinetes para auxiliar na costura das partes da boneca;
  • agulhas de costura para acabamentos manuais;
  • palito de churrasco, hashi de comida oriental ou outro suporte comprido e pontiagudo para desvirar e fazer enchimentos;
  • papel (um pouco mais firme), lápis e caneta para a confecção dos seus moldes;
  • tecidos em tons de pele — do mais claro ao mais escuro, a depender da sua boneca ou do pedido do cliente —, como tricolini, percal, algodão pré-lavado, etc;
  • tecidos coloridos para as roupas e acessórios da boneca;
  • cola quente ou cola fria para possíveis acabamentos sem costura.

Confeccione as bonecas

Para ter sucesso na confecção de bonecas de pano, você não precisa inventar a roda. Portanto, comece buscando referências e se inspirando em outras produções — o que é diferente de copiar o trabalho dos outros, é claro!

Portanto, estude modelos que já existem e veja como eles são estruturados. Corra atrás de moldes e, a partir deles, crie os seus. Ademais, você pode investir em um nicho de mercado diferente, como o de bonecas personalizadas, feitas a partir das referências passadas pelo cliente.

Hoje é muito comum, por exemplo, presentear uma criança com uma boneca que tenha os seus próprios traços. Um cabelo parecido, o tom da pele, uma roupinha igual à da criança, bonecas de pano que dialogam com o restante da decoração de um quarto, e por aí vai.

Corpo

Para dar início à produção da boneca, precisamos construir o molde do corpo, que envolve tronco, pernas, braços e cabeça. Alguns artesãos costumam costurar todas as partes em um único pedaço de tecido, mas você pode fazer as partes separadamente e só as unir no final.

De qualquer modo, dobre o tecido do corpo em duas partes e as prenda com alfinetes. Depois, é só riscar os moldes de papel sobre a superfície do pano com um lápis ou caneta e, ao final, cortar. Lembre-se de deixar uma borda de mais ou menos 1 centímetro para a costura!

Como você vai costurar as duas partes e desvirá-las para realizar o enchimento do corpo, evite fazer braços e pernas muito fininhos, pois eles são mais difíceis de manusear. Leve as partes para a máquina e costure o tecido, deixando uma borda aberta para a montagem.

Feito isso, use o palito ou alguma outra estrutura fina e pontiaguda para virar o tecido costurado para o lado certo. Em seguida, conte com o auxílio da mesma ferramenta para preencher o corpo com a manta acrílica ou com o algodão, sempre atentando para as extremidades, que não podem ficar vazias ou murchas.

A ideia é que o corpinho da boneca fique bem firme, uma vez que, com o tempo e o manuseio, o enchimento pode ficar frouxo. Nesse sentido, preencha todos os cantos, una e feche as partes com uma costura forte, para que o material interno não vaze com a manipulação da boneca pronta.

Cabelos

A parte dos cabelos é uma das mais interessantes na confecção de bonecas de pano, pois eles dão identidade ao brinquedo. O mais comum que vemos por aí é o fio de lã para simular as madeixas, mas você também tem outras opções.

Uma delas é utilizar a lã natural penteada para filtragem do cabelo. Ela é vendida em pedaços e basta você separar com as mãos a quantidade desejada — não utilize a tesoura, pois ela tira a naturalidade dos fios.

Ao medir no topo da cabeça da boneca a quantidade certa de lã penteada, ajuste o material do jeito que você deseja e comece a espetar a superfície com uma agulha. O movimento faz com que a lã adentre o tecido da cabeça, como uma espécie de costura.

A técnica é muito simples e dá um acabamento mais natural à boneca. Para finalizar, com o restante da lã você pode fazer tranças ou até mesmo coques, arrematando com lacinhos de fita ou biscuit — o que valoriza ainda o trabalho de outros artesãos!

Olhos e expressão facial

Depois do cabelo, o rosto da boneca vai tomando forma. É interessante fazer os olhos após a aplicação ensinada anteriormente, porque fica mais fácil medir e centralizar os elementos com o cabelo finalizado.

Após identificar o centro do rosto, marque com um alfinete o lugar dos olhos, deixando espaço para o nariz e a boca. Você pode costurar duas miçangas, bordar com linha preta, desenhar com caneta permanente para tecido ou, então, pintar os olhinhos, se tiver essa habilidade.

O mesmo vale para a boca, que pode ser aplicada de todas essas maneiras. Algumas bonecas não têm nariz demarcado, então isso fica a seu critério, de acordo com a identidade visual dos seus produtos.

Para dar acabamento e finalizar, você pode corar as bochechas com um produto de maquiagem, como blush ou batom, delicadamente aplicado com a ajuda de um pincel, esponja ou algodão. Lembre-se também de fazer os cílios, com um instrumento como uma caneta fina.

Roupa

Agora que o corpo da boneca está pronto, assim como o rosto e o cabelo, é hora de vesti-la com peças também confeccionadas por você. Aqui, serão necessários outros moldes para o vestido, por exemplo, mas o processo de corte e costura é praticamente o mesmo.

Com os tecidos coloridos, você vai poder cortar a frente e o verso da roupa. Depois, é só costurar os lados e, se preferir, aplicar detalhes como rendas, fitas e botões. Assim que você terminar de vestir a sua boneca, ela já estará pronta para ser comercializada!

Controle os custos de produção

Como deu para perceber, a confecção de bonecas de pano não é uma atividade com alto investimento. Você pode começar apenas com o material necessário e, a partir do resultado das vendas, aumentar a produção aos poucos.

Aliás, o maior segredo para obter sucesso dentre as tendências de artesanato é saber controlar os custos envolvidos no processo de produção. É o controle financeiro que vai dar a base sólida para que você alavanque seus negócios e comece, de fato, a ganhar dinheiro com as bonecas.

Não faça como a maioria das pequenas empresas, que deixam a gestão financeira em segundo plano. Com o mínimo de conhecimento, você já tem a capacidade de organizar seus gastos e lucros e usar esse fluxo de caixa a seu favor. Quer ver como é simples?

Separe suas despesas pessoais e profissionais

A primeira lição para adquirir uma boa saúde financeira é saber separar sua vida pessoal dos negócios. Ou seja, se você vendeu uma boneca hoje, esse dinheiro não pode ser usado para pagar o lanche da tarde na padaria — ele vai para o caixa do seu empreendimento.

Do mesmo modo, se faltou algum material de última hora, não confunda as entradas e pegue seu dinheiro pessoal para realizar a compra. Assim como em uma empresa tradicional, os aspectos financeiros devem ser devidamente separados.

Uma boa ideia é colocar no papel as suas despesas pessoais e, ao lado, as despesas relacionadas ao artesanato. Com a visão clara dos seus gastos, fica melhor para organizar a sua renda e reservar uma parte para cada área.

Assim, uma parcela do que você ganha pode ser reinvestida no negócio, de modo que se tenha sempre um dinheiro reservado para comprar mais matéria-prima, apostar em embalagens e até mesmo aumentar a produção.

Acompanhe os gastos e rendimentos do negócio

O famoso caderninho deve entrar em ação, para que você acompanhe detalhadamente tudo o que entra e sai. Anote cada botão comprado, cada peça vendida e, assim, preserve a lucratividade e o crescimento da confecção das bonecas de pano.

Você pode fazer isso em uma planilha física ou virtual. O importante é criar o hábito de acompanhar essas operações e evitar ao máximo as interferências particulares que já mencionamos.

Chamamos isso de fluxo de caixa, que nada mais é do que um controle para auxiliar toda a movimentação financeira do seu negócio. Assim, você não vai gastar dinheiro comprando material para ficar parado, por exemplo, porque sabe que aquele investimento feito no mês anterior ainda está aberto para a confecção de mais algumas peças.

Identifique e elimine as despesas desnecessárias

Com o seu controle de caixa em dia, será possível identificar as forças e as fraquezas do seu negócio. Isso significa que você vai começar a enxergar melhor as coisas que precisam de otimização.

Por exemplo, se você comprou vários metros de um tecido que está parado há algum tempo, isso quer dizer que não é preciso comprar mais dele para os próximos meses. Essa é uma retenção de gastos desnecessários, que ajuda a fortificar suas finanças.

Aqui, também vale atentar para os detalhes, como uma luz acesa sem necessidade na hora da produção das bonecas, a pesquisa por materiais de qualidade, mas que não sejam tão caros, entre outros aspectos.

Precifique corretamente as bonecas

Dando continuidade à dica anterior, vale a pena aprender também como precificar o artesanato. Afinal, quanto valem as suas bonecas de pano? Para saber seu valor, é necessário considerar algumas variáveis.

Alguns custos são bem claros, como é o caso da matéria-prima utilizada na confecção de bonecas de pano. Porém, existem outros gastos mais subjetivos, a exemplo do tempo dedicado à produção e de despesas secundárias geradas nesse processo.

Se você resolveu investir em uma máquina de costura nova, esse valor não deveria ser considerado na precificação dos seus produtos? Até porque você está melhorando a qualidade das peças por meio de uma ferramenta de trabalho mais potente, por exemplo.

Se você tem confeccionado bonecas todos os dias da semana, de 7 horas da manhã até às 18 horas da noite, quanto é que tem valido a sua hora de trabalho? Talvez você esteja pagando para fazer artesanato e nem percebeu ainda esse deslize financeiro.

Para calcular o valor das suas horas trabalhadas, basta dividir o valor desejado mensal pelo número de horas no mês. Se você trabalha oito horas por dia, de segunda à sexta, vai ter um total de 160 horas trabalhadas. Logo, se deseja receber 2 mil reais, faça:

2.000 / 160 = R$ 12,50/h.

Agora, para fazer a precificação das suas bonecas de pano, você pode utilizar a fórmula das seis variáveis:

  1. matéria-prima (MP);
  2. valor do frete ou logística (LOG);
  3. custos variáveis (VAR), como a divulgação dos produtos, as embalagens, etiquetas, etc.;
  4. custos fixos (FIX), como contas de luz, internet, telefone, etc.;
  5. impostos (IMP), referentes à venda se você é um microempreendedor individual, como o DAS — Documento de Arrecadação do Simples Nacional —, entre outros;
  6. lucro (LUC), ou seja, o que fica livre para o artesão.

Portanto, temos a seguinte fórmula:

Preço = MP + LOG + VAR + FIX + IMP + LUC.

Para estipular seu lucro, por fim, pense que ele pode variar entre 30% e 50% do valor da sua peça. Isso vai depender da sua necessidade e do quanto realmente deseja ganhar em relação às bonecas de pano — cuidando para não deixar o valor do produto muito acima do que é trabalhado no mercado, para você não perder vendas.

Divulgue o seu trabalho

Realmente, quem não é visto não é lembrado. Por isso, todas as dicas anteriores não valerão nada se você não souber divulgar adequadamente a sua confecção de bonecas de pano.

Contudo, não é preciso se preocupar com meios tradicionais de publicidade, nem altos investimentos em marketing. Hoje, é possível expor suas mercadorias de forma mais simples e com uma abrangência considerável — principalmente por meio da internet e das redes sociais.

Divulgação on-line

Milhões de pessoas estão diariamente nessas plataformas interagindo não só com pessoas, mas também com marcas e produtos. Por isso, vale a pena investir em estratégias de marketing voltadas para essas redes, como é o caso do Facebook e do Instagram.

Quando o assunto é artesanato, no entanto, também podemos considerar outra rede social de compartilhamento de fotos, como o Pinterest e o Youtube, para divulgar seus trabalhos em vídeos.

Basta conhecer melhor seu público e saber, de fato, onde ele mais se encontra. Todavia, outras dicas também são bem-vindas em uma divulgação on-line:

  • faça boas fotografias e imagens do seu trabalho, com boa resolução, enquadramento e fundos que favoreçam o destaque dos seus produtos;
  • crie um blog para compartilhar conteúdos relacionados, além do seu próprio trabalho, como forma de conquistar autoridades no assunto e atrair consumidores por meio da credibilidade;
  • conte com o auxílio das próprias ferramentas das plataformas sociais, como o Facebook Ads ou o Google Ads;
  • mantenha uma periodicidade assídua de anúncios e posts nos seus canais de divulgação, criando um calendário editorial para deixar seu público informado sobre suas atividades e novos produtos com frequência.

Divulgação off-line

De modo geral, também é válido considerar os mecanismos off-line de divulgação, que ainda rendem boa visibilidade e retorno financeiro. Essas são estratégias mais clássicas, mas que dão resultado, principalmente quando se trata de bairros mais residenciais ou de cidades menores e mais afastadas dos grandes centros urbanos:

  • parcerias com empresas complementares: você pode deixar seus produtos expostos em lojas de artesanato, de decoração e até mesmo em armarinhos e outros espaços que vendem material para confecção de bonecas de pano;
  • feiras especializadas de artesanato: fique sempre de ouvido em pé para saber quais são os eventos e feiras que acontecem na sua região. Nesses ambientes, você também pode divulgar seu trabalho e expor seus produtos, principalmente se for um segmento mais voltado para a sua área de atuação dentro do artesanato;
  • mídia local: dependendo da sua localidade, é interessante ainda contar com a mídia tradicional para divulgar suas artes. Principalmente em regiões interioranas, muitas pessoas ainda têm o costume de ouvir rádio, ler revistas e consultar os jornais e classificados da cidade;
  • boca a boca: essa é uma técnica bastante antiga e, ainda hoje, infalível. Nunca deixe a oportunidade passar para falar do seu trabalho com amigos, conhecidos e familiares. Com certeza, eles levarão a informação adiante se forem requisitados sobre o assunto. Nesse cenário, clientes satisfeitos também são ótimos promotores das suas peças!

Portfólio com as bonecas de pano

Para que o público tenha um conhecimento amplo do seu leque de produtos, crie um portfólio que traz seu conjunto de peças trabalhadas. Esse material pode ser on-line, com imagens e descrições dos itens em seu blog, por exemplo, ou então físico, com amostras de cada produto expostas em um espaço organizado e específico para funcionar como uma espécie de vitrine.

Além de agregar valor ao seu trabalho profissional, o portfólio facilita a exposição das bonecas e faz com que seus clientes escolham suas compras com mais clareza e menos confusões na hora de montar pedidos ou fazer encomendas. Você também delimita sua cartela de opções, tornando mais fácil administrar a aquisição de matéria-prima, seu estoque de material ou produtos finalizados para comercialização.

A relevância da capacitação profissional é realmente o que mais garante a qualidade e o sucesso na confecção de bonecas de pano. Quando você se preocupa em se especializar, em conhecer de perto a técnica e busca materiais adequados e inovadores, suas peças ganham um toque especial e único, atraindo muito mais clientes.

Gostou de aprender a confeccionar bonecas de pano e a transformar a técnica em um negócio lucrativo? Siga nossas redes sociais e tenha acesso a mais conteúdos e novidades. Estamos no InstagramFacebookPinterest e Youtube!

Powered by Rock Convert

Receba nossas dicas e conteúdos gratuitamente diretamente em seu e-mail!

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.