Golas e gravatas para pets: aprenda a trabalhar com moda pet

O universo de consumo voltado para animais domésticos não para de crescer. Em 2019, por exemplo, de acordo com o Instituto Pet Brasil (IPB), o setor apresentou faturamento acima de R$ 34 bilhões, representando 0,36% do PIB do Brasil. Ou seja, ao que tudo indica as pessoas estão consumindo mais produtos voltados para os seus amigos peludos. Com um cenário tão promissor como esse, já imaginou começar a confeccionar golas e gravatas para pets? 

Atualmente, trabalhar com moda pet é um caminho bastante promissor — ainda mais, se você é uma pessoa dedicada e que possui habilidades manuais. Ao investir na ideia, será possível confeccionar diversos itens interessantes para os tutores, indo desde caminhas, até laços decorativos e enxovais personalizados. 

Por aqui, estamos sempre de olho nas principais tendências do momento. E, claro, vamos compartilhá-las com os nossos leitores. Abaixo, veja quais são as dicas da modelista Dani Boury para produzir acessórios fantásticos e prontos para te ajudar a se destacar. Anote!

Golas e gravatas para pets: um tutorial completo

Para muitos, as golas e gravatas para pets são meros detalhes. No entanto, esses elementos são ótimos para quem deseja embelezar o seu peludinho. Outro fator interessante, é que os acessórios são ótimos para serem utilizados em pet shops, especialmente, após o banho e a tosa. 

Ao incluí-los no visual do animal, será possível transmitir maior sensação de zelo e capricho, fazendo com que a clientela esteja sempre por perto. Portanto, mãos à obra! A seguir, te mostramos os materiais necessários para mostrar todo o seu talento.

O que você vai precisar

  • Tecido tricoline. Você pode escolher entre as diferentes cores e estampas disponíveis no mercado;

  • Elástico (0,5 cm de largura e 18 cm de comprimento);

  • Linhas de costura. Prefira utilizar cores que se camuflem no tecido;

  • Alfinetes para fazer marcações no tecido. Você ainda pode substituí-los por giz de alfaiate ou lápis próprio para costura;

  • Tesoura de tecido;

  • Máquina de costura industrial ou doméstica;

  • Ferro a vapor.

O passo a passo

  • Passo 1: utilize o molde e as medidas de acordo com o print abaixo. Se preferir, ainda é possível acessar diretamente o vídeo ao final do post para conferir os detalhes;

golas e gravatas para pets

  • Passo 2: recorte os moldes e os transfira para os tecidos que serão utilizados. Nesse processo, utilize uma caneta, lápis de costura ou o próprio giz de alfaiate;

  • Passo 3: com a ajuda da tesoura, comece a cortar o tecido devidamente marcado;

  • Passo 4: feito isso, chega o momento de realizar a costura das bordas e quinas da gola;

  • Passo 5: sempre que estiver chegando na extremidade do tecido, lembre-se de girá-lo na máquina para não perder o ponto;

  • Passo 6: quando estiver quase fechando completamente a gola, encaixe o elástico entre os dois lados da peça. Isso garantirá que o acessório fique flexível e se ajuste facilmente ao pescocinho do animal;

  • Passo 7: reforce bem a costura onde o elástico estiver posicionado. Tal cuidado impedirá que ele solte e danifique o produto;

  • Passo 8: finalize a costura da gola deixando um espaço aberto em sua parte central inferior. Esse local servirá para acomodar a gravata;

  • Passo 9: retire os alfinetes (se houver) e faça um pequeno corte na abertura que será o encaixe da gravatinha;

  • Passo 10: comece a costurar a gravatinha. Costure todas as suas extremidades, menos a superior. É por esse local que a peça será “desvirada”;

  • Passo 11: com a tesoura em mãos, refile as extremidades do acessório. Ao seguir esse truque, você evitará que o modelo fique grosso demais ou com sobras de tecido;

  • Passo 12: desvire a peça. Caso sinta a necessidade, utilize um objeto pontiagudo, como uma pinça, para ajeitar as bordas da parte interna da gravata;

  • Passo 13: para um resultado melhor, passe o tecido utilizando um ferro a vapor;

  • Passo 14: realize os mesmos passos para desvirar a gola e termine passando o tecido também;

  • Passo 15: com tudo pronto, encaixe a gravatinha na gola. Você terá duas opções. A primeira, é reforçar a costura pela máquina. Ou também, há a possibilidade de costurar à mão.

Para conferir esse passo a passo de golas e gravatas para pets na íntegra, aproveite para ver o vídeo no YouTube: 

Dicas para trabalhar com moda pet e se destacar

Até aqui, você já conferiu uma miniaula completa sobre como confeccionar golas e gravatas para pets. Porém, sabemos que esse nicho está cada vez mais competitivo — afinal, a demanda é alta!

Diante disso, todo e qualquer artesão deverá investir em alguns truques especiais para fazer com que as suas criações se destaquem e envolvam um público seleto. Te mostramos quais são eles logo abaixo.

Personalize sempre!

Se o seu objetivo é se destacar, não tem jeito: o melhor caminho é contar com itens customizados. Isso acontece, por exemplo, quando produzimos uma gravatinha com o nome do animal bordado.

Outra possibilidade é adicionar estampas especiais com a foto do próprio pet. Dependendo de suas habilidades, esses detalhes poderão ser realizados pelas suas próprias mãos. Se houver a necessidade, ainda é possível terceirizá-los para impulsionar o seu negócio.

Faça roupas e acessórios temáticos

Além da personalização, os tutores de pets são apaixonados por itens temáticos. Basicamente, estamos falando de roupinhas e acessórios feitos exclusivamente para uma data comemorativa, como acontece no Natal, na Páscoa, no Carnaval e no Ano Novo. 

E mais! Com certeza, você já deve ter visto alguns animais vestindo produtos do Super-Homem ou da Minnie Mouse, não é mesmo? Por isso, ainda é bacana desenvolver peças que sejam inspiradas em personagens de filmes, livros, séries ou histórias em quadrinhos. Dê asas à sua imaginação!

golas e gravatas para pets

Qualidade e conforto em primeiro lugar

Para fazer com que o seu serviço seja reconhecido, jamais abra mão da qualidade dos produtos. Logo, invista em matérias-primas de qualidade, que irão apresentar boa resistência e longa durabilidade aos clientes. 

Em paralelo, o conforto e a mobilidade do animal não devem ser ignorados. Uma das principais tendências do momento são as roupas e acessórios extremamente confortáveis e prontos para favorecer o bem-estar dos bichinhos. 

É preciso que os tecidos sejam maleáveis e não causem atritos. O design dos produtos também precisa garantir que os peludos caminhem, corram, deitem e consigam fazer xixi sem nenhuma dificuldade.

A dica é recorrer aos materiais com ação antialérgica, como aqueles confeccionados à base de flanela, algodão, malha ou manta acrílica. A fibra de bambu também é uma excelente saída para acabar com os fungos e bactérias, eliminando o surgimento dos maus odores.

golas e gravatas para pets

Aprofunde-se no universo pet com a eduK!

Viu só? Com essas dicas, esperamos que você já conheça tudo que precisa para produzir golas e gravatas para pets.

E caso queira mergulhar de vez nesse nicho, indicamos que você se mantenha sempre atualizada e por dentro das novidades. Na eduK, é possível conferir vários cursos exclusivos sobre como trabalhar com moda pet, seja criando acessórios, roupinhas ou até penteados.

Não fique de fora! Inclusive, a gente um curso completo de roupinhas para cachorro esperando por você! Faça a sua assinatura e assista às suas aulas favoritas pela internet. Nos vemos lá!

Receba nossas dicas e conteúdos gratuitos diretamente em seu e-mail!




    Fale o que você pensa

    O seu endereço de e-mail não será publicado.