Círculo cromático na maquiagem: o que é e como aplicar?

Você sabe como aplicar o círculo cromático na maquiagem? Estamos falando de um estudo que reúne as principais cores identificadas pelo olho humano e as organiza de acordo com a sua intensidade, ou seja, as tonalidades mais parecidas ficam próximas umas das outras.

A teoria das cores é de grande importância para a combinação. Por essa razão, ela é muito usada na moda e na consultoria de imagem e estilo. Afinal, apostar nas colorações que mais combinam com os tons naturais de uma pessoa faz uma grande transformação em sua aparência.

Logo, o círculo cromático pode ser usado na maquiagem para os mesmos fins de harmonização de cores. Quer saber mais sobre esse assunto e garantir a aplicação desse importante conceito de moda e beleza em seus serviços? Então, não perca este post!

O que é o círculo cromático?

Podemos definir o círculo cromático como uma das representações e organizações das cores que somos capazes de enxergar. Um de seus primeiros idealizadores foi o famoso físico Isaac Newton, que organizou as 7 cores do espectro visível (as mesmas do arco-íris) em forma de círculo (Disco de Newton).

círculo cromático na maquiagem

Ao todo, são 12 colorações, divididas em 3 grupos:

  • cores primárias — vermelho, amarelo e azul;
  • cores secundárias — a mistura entre as primárias dão origem ao laranja (amarelo com vermelho), verde (azul com amarelo) e violeta (azul com vermelho);
  • cores terciárias — são o resultado da união de algumas cores primárias com as secundárias (por exemplo, ao unir o amarelo com o laranja, temos o amarelo-alaranjado, enquanto o violeta junto com o vermelho gera o rosa). No círculo cromático, são como uma transição entre uma primária e uma secundária.

Com todas essas cores, é possível fazer misturas, variar proporções, mexer com a saturação e, assim, conseguir inúmeras combinações. É dessa maneira que se alcança os mais diversos tons e subtons que usamos no dia a dia.

Vale destacar que o círculo cromático é usado também na colorimetria, especialmente para colorir as madeixas das clientes. Afinal, uma combinação benfeita das colorações faz com que os tons naturais de uma pessoa sejam realçados, melhorando sua imagem pessoal.

Além disso, destacamos seu uso na decoração e no design de interiores. Isso porque as cores, se bem utilizadas, permitem criar um ambiente mais aconchegante e despertar diversas sensações.

Por exemplo, um consultório de odontologia ou um hospital, locais que costumam deixar muitas pessoas apreensivas, ao usar tons claros nas paredes e nos artigos decorativos, é capaz de transmitir mais tranquilidade ao público.

Como fazer as combinações de cores?

Agora que você já sabe como funciona o círculo cromático, que tal descobrir algumas maneiras de combinar as cores do disco? A seguir, veja algumas sugestões muito utilizadas!

Complementares

Combinar cores complementares é uma ótima aposta, pois essas são colorações que contrastam umas com as outras. Para criar esse efeito, é necessário que elas estejam no lado oposto do círculo cromático.

Por exemplo, o laranja e o azul ficam em lados opostos no disco. Sendo assim, quando são usados lado a lado, são capazes de deixar um ou outro em evidência. Isso é ótimo para dar destaque para uma área específica.

Imagine que você esteja maquiando uma mulher com olhos azuis, que quer deixar o olhar em evidência. Como fazer isso por meio da make? É simples. Ao utilizar a sombra ou o delineador com um tom alaranjado, esse destaque é garantido.

Lembre-se de que você também pode brincar com os diversos tons da cor, não sendo necessário usar apenas a mais forte. Assim, é possível fazer uma composição bastante harmônica.

Triádicas

 

círculo cromático na maquiagem

Observe na imagem acima o círculo e tente fazer um triângulo sobre ele. As cores que ficam em cada ponta desse formato geométrico são chamadas de tríades. A união delas é outra maneira de criar um contraste colorido e equilibrado.

Na hora de fazer uma maquiagem, essa ideia é bem útil, principalmente se o look for levado em consideração. Afinal, essas colorações podem ser aplicadas em locais estratégicos para dar destaque em diversas áreas do corpo.

Análogas

Temos ainda as cores análogas, que são as que estão próximas no círculo cromático. O amarelo e o laranja, assim como o verde e o azul, por exemplo, estão lado a lado no disco, mesmo que haja as cores terciárias interpostas.

Ao brincar com essas cores, é possível criar um efeito bem sofisticado, discreto e equilibrado. Esse é um bom exemplo de combinação para usar em eventos formais ou em pessoas que gostam de um visual neutro.

Como aplicar o círculo cromático na maquiagem?

círculo cromático na maquiagem

Afinal, como usar o círculo cromático na maquiagem? Como você pôde notar em alguns exemplos, esse conceito ajuda a dar um efeito mais harmônico para todo o look. Por isso, existem inúmeras maneiras de aplicá-lo em seu trabalho. Veja!

Correção de pele

Uma das aplicações é na correção de manchas na pele. Por exemplo, caso o seu cliente tenha olheiras arroxeadas e queira cobri-las, é preciso, primeiramente, equilibrar as cores para, em seguida, aplicar a base e o corretivo.

Uma maneira de fazer isso é usando um produto amarelado, que é a cor oposta do violeta no círculo. Além disso, as cores terciárias, próximas do amarelo, também podem ajudar a amenizar o efeito do roxo. Do mesmo modo, para reduzir as marcas avermelhadas no rosto, é possível aplicar um corretivo esverdeado.

círculo cromático na maquiagem

círculo cromático na maquiagem

Subtom do cliente

Observar o subtom das peles dos seus clientes é outra forma de utilizar a teoria das cores a seu favor. Caso a coloração da pessoa seja quente (geralmente, apresenta o fundo amarelado e facilmente bronzeia-se ao se expor ao sol), é interessante apostar no vermelho, laranja e amarelo para acentuar seus tons naturais.

Já se ela tem o subtom frio (base avermelhada), o violeta, azul e verde são os mais indicados. Enquanto que nas pessoas de subtom neutro, é possível brincar com ambas as temperaturas, variando de acordo com a preferência do cliente.

círculo cromático na maquiagem

Técnicas de sombras

Conhecer o círculo cromático permite que você aplique diversas técnicas de sombras nos olhos, criando efeitos harmônicos. Como os clientes, geralmente, têm mais dificuldade em acertar na maquiagem dos olhos, ao fazer um belo trabalho nessa região, a satisfação do público é garantida.

Gostou de descobrir como usar o círculo cromático na maquiagem? Não deixe de continuar os seus estudos e sempre atualizar os seus conhecimentos. Teorias como essas ajudam a aprimorar seu trabalho e conquistar ótimos resultados profissionais.

Este post foi útil para você? Se sim, compartilhe-o em suas redes sociais para que os seus seguidores também conheçam a importância do círculo cromático na maquiagem!

Receba nossas dicas e conteúdos gratuitamente diretamente em seu e-mail!