Como fazer trança embutida e exposta?

Uma cabeleireira não deve entender apenas de cortes. Várias clientes vão chegar em seu salão de beleza querendo um penteado charmoso para uma ocasião importante em sua vida. Por isso, para uma cabeleireira profissional, é fundamental saber como fazer trança embutida.

Além de clássica, a trança embutida é muito interessante porque parece complexa, mas na verdade é bem simples. Ela traz muito charme ao penteado — sozinha, aliás, já rouba a cena. E saber como fazer trança embutida e exposta (uma versão “invertida” da tradicional) vai agregar muito mais em seu salão.

Dominar os penteados pode fazer toda a diferença em tempos de eventos, principalmente festas de casamento em formaturas. E quando o penteado é simples, melhor ainda: você consegue um resultado incrível com pouco esforço.

Entenda agora como fazer trança embutida!

O que é trança embutida?

É uma técnica em que a trança parece estar por “dentro” do cabelo, utilizando fios do couro cabeludo inteiro para montá-la. Pode ser feita no centro da cabeça, nas laterais, na diagonal, usando todo o cabelo ou apenas alguns fios.

Embora o penteado pareça difícil, ele não tem mistérios: é só saber o segredo de como fazer trança embutida para entender como ela fica “presa” no couro cabeludo. Acompanhe com o expert da eduK Douglas Moura o passo a passo no vídeo abaixo:

Qual a diferença da trança embutida para a tradicional?

mulher com o rosto ligeiramente de perfil exibe trança lateral embutida exposta

Antes de saber como fazer a trança embutida, é preciso entender qual a mecânica por trás de uma trança tradicional.

Em quase todos os penteados trançados (exceto a espinha de peixe), a cabeleireira deve pegar uma mecha e dividi-la em três mechas menores. O segredo está em sempre jogar a mecha da lateral para o meio das outras duas. Essa movimentação vai se seguir em praticamente todas as tranças.

A diferença em como fazer a trança embutida e a tradicional é bem simples:

  • na tradicional, a cabeleireira segue com a mesma mecha até o fim. A trança fica pendurada e separada dos outros fios;
  • já na trança embutida, a cabeleireira “acrescenta” fios no meio do caminho, deixando as mechas mais grossas. O penteado fica grudado no couro cabeludo.

Como fazer trança embutida?

Embora pareça muito moderna e se encaixe em diferentes contextos (esportes, dia a dia e até festas mais formais), a trança é um dos penteados mais antigos da história da humanidade. Há relatos de seu uso no ano 3.500 a.C e, com o tempo, ela foi evoluindo. Além disso, em alguns povos foi sinônimo de status social e religioso.

Mas se existem diferentes tipos de trança, existe também como fazer trança embutida de diferentes maneiras. Veja só:

Trança embutida tradicional

Separe a mecha central e divida-a em 3. Faça o primeiro cruzamento das mechas laterais normalmente. Na hora de começar a trançar, lembre-se de sempre colocar as mechas laterais por cima da central — é o que vai fazer a trança parecer escondida.

Agora vem o truque: na segunda vez que passar uma mecha lateral, pegue alguns fiozinhos a mais no couro cabeludo para “alimentá-la”. Sempre depois de cruzá-la, é preciso acrescentar esses fios — é isso que vai fazê-la ficar presa ao cabelo.

Vá fazendo essa “alimentação” das mechas até não ter mais fios a acrescentar. Depois disso, você pode continuar trançando ou prendê-la nesse ponto, deixando o restante dos fios como em um rabo de cavalo.

Embutida invertida ou exposta

mulher de costas mostra coque com trança embutida lateral

Em vez de ficar por dentro do cabelo, ela fica por fora, como uma trança tradicional presa em todos os fios da cabeça.

A técnica é a mesma de como fazer trança embutida tradicional: a cabeleireira une mais fios à mecha lateral antes de passá-la pela mecha do meio. No entanto, a diferença fica nessa passagem:  mas a mecha do meio fica por cima das laterais. Na hora de passar a mecha lateral, a cabeleireira deve acrescentar alguns fios a ela e passá-la por debaixo da mecha central.

E para prender a trança embutida? Use um elástico transparente, que não vai interferir no penteado.

Saber como fazer trança embutida invertida vai ser ótimo para atender clientes com cabelos castanho-escuros, pretos e finos. Por ser exposta, ela consegue aparecer mesmo em fios muito escuros. Além disso, a cabeleireira pode puxar os “gomos” da trança para deixá-la mais volumosa, dando a impressão de que o cabelo é mais cheio.

Lateral

Pode ser feita das duas formas, mas em vez de começar no topo da cabeça, a cabeleireira pega uma mecha na lateral. A trança embutida é tão versátil que pode ser feita até no formato zigue-zague ou como espinha de peixe!

A trança lateral também pode seguir o contorno da cabeça da cliente. Nesse caso, pegue fios apenas da lateral superior quando quiser que sua trança fique mais baixa. Na hora de subi-la, volte a “alimentar” a trança com fios da lateral inferior.

O penteado fica mais charmoso quando a trança embutida lateral é exposta. Como ela menor no penteado, é mais interessante quando seus detalhes ficam à mostra.

Importante: antes de fazer uma trança embutida, esfregue um pouco de pomada na mão e passe nos fios da cliente. O produto ajuda a segurar alguns fiozinhos rebeldes. Se a pomada for muito rígida, misture-a com uma gota de óleo na palma da mão.

Espinha de peixe embutida

mulher de costas exibe trança embutida estilo espinha de peixe

A trança espinha de peixe é outra que não é complicada e, da mesma forma, dá para ter um resultado incrível! E você sabe como fazer trança embutida nesse estilo? A gente explica:

Separe a mecha do topo da cabeça (você vai começar trabalhando com ela) e amarre a mecha de trás para não atrapalhar. Na mecha do topo, separe em uma mecha menor e a divida em outras duas. Faça um cruzado para dar acabamento e cobrir um pouco do couro cabeludo.

Agora é a hora de embutir. Na hora de cruzar, pegue fios da mecha da mesma direção e passe por baixo da mecha oposta, “prendendo-a” entre duas paralelas. Essas mechas que estão “prendendo” serão responsáveis por embutir a trança e devem ficar presas entre os dedos indicador e médio.

Agora é hora de fazer o truque da trança espinha de peixe: com o dedo indicador, separe um pouco da mecha de cima, vire a palma para cima e passe esses fios da mecha para a outra. Será esse “pouquinho” que fará o cruzamento da trança. Faça o mesmo do outro lado.

Novamente, é preciso embutir. Pegue um pouco de cabelo do couro cabeludo e cruze por baixo da mecha, formando uma mecha maior que prende a menor. Faça o mesmo do outro lado. Depois disso, use o dedo indicador para dividir a mecha de cima, vire a mão no sentido da palma para cima e doe uma dessas novas mechas para o outro lado.

Esses dois movimentos, de embutir e de formar a espinha de peixe, deverão ser feitos até o final da trança.

Entendeu como fazer trança embutida? E se você quer aprender mais, conheça os cursos de penteados da eduK!

Receba nossas dicas e conteúdos gratuitos diretamente em seu e-mail!




    Fale o que você pensa

    O seu endereço de e-mail não será publicado.