cutilagem perfeita

Confira o passo a passo para fazer uma cutilagem perfeita!

Toda mulher procura uma manicure que saiba fazer a cutilagem perfeita. E não é à toa: além da estética, a cutícula tem a função de proteger o corpo, evitando a contaminação por fungos e bactérias. O problema é que muitas profissionais retiram o famoso “bife”,  desprotegendo a pele e deixando-a inflamada.

Por isso, a sua remoção demanda cuidados específicos para que o excesso seja retirado sem causar ferimentos ou prejudicar as unhas.

Para garantir a satisfação de suas clientes, a seguir vamos mostrar um passo a passo de como fazer uma cutilagem perfeita. Você pode usar as técnicas tanto nas unhas das mãos quanto nas dos pés. Acompanhe!

cutilagem-perfeita

Esfolie com uma escovinha

Essa dica não é muito usada pelas manicures, mas faz toda a diferença no resultado final para uma cutilagem perfeita.

Antes de passar o amolecedor, pegue aquelas escovinhas próprias para esse fim — você pode encontrar nos supermercados — e passe em todas as unhas e cutículas. O ideal é fazer movimentos sem muita força, até que fique sem nenhuma pele morta.

Amoleça a cutícula

O primeiro passo é amolecer as cutículas para que seja possível retirar o seu excesso. Para isso, é importante escolher um bom amolecedor, caprichar na quantidade do produto e deixá-lo agir por 5 minutos, em média.

Para potencializar sua ação, você pode usar aquelas luvas descartáveis ou mesmo umedecer chumaços de algodão na água e colocar sobre as unhas, já com o amolecedor.

Outra opção para amolecer a cutícula é com a hidratação. No entanto, não deixe as unhas de molho: esse hábito pode causar rachaduras no esmalte por conta da dilatação. Portanto, o correto é que você use um bom hidratante nas unhas da cliente. Além de deixar a pele mais bonita, você não precisa esperar que os dedos desinchem para começar sua cutilagem perfeita.

Por fim, há luvas plásticas com hidratante que também amolecem a cutícula. Como a mão fica envolta no material, a emoliência ocorre com mais rapidez. Deixe o produto agir entre 10 e 20 minutos antes de começar sua cutilagem perfeita. Depois, é só cortar a pontinha de cada dedo da luva e retirar o excesso de creme com água.

Não use removedores de cutícula

Você pode pensar: para que escolher um amolecedor de cutículas se o removedor faz a cutilagem mais rápida? Em um primeiro momento, isso pode parecer verdade: alguns produtos só precisam de segundos para retirar quase toda a pele da região.

O problema é que ele só pode entrar em contato com a cutícula, pois o uso constante pode amarelar e enfraquecer as unhas — e é quase impossível aplicar apenas na pele! Além disso, a região também pode ficar avermelhada e sensível. Por isso, é melhor fazer um trabalho mais lento, mas que garanta a segurança da sua cliente.

Utilize uma espátula para empurrar a cutícula

Depois de escová-las, é preciso empurrar as cutículas para dar aquela forma de “U” ao contorno da unha. Sendo assim, você vai precisar de um palito de cerejeira e vai usá-lo de uma ponta a outra.

Em algumas partes, o palito pode travar ou já sair alguns pedaços da cutícula. Mas não force muito para não machucar sua cliente. Na hora de usar o alicate, esses probleminhas serão resolvidos.

Inicie a remoção da pele

Agora é hora de, finalmente, começar a remover a cutícula. O ideal é retirar com um alicate apenas os excessos que saltaram depois de pressioná-la com o palito. É necessário ir contornando a unha, iniciando pela lateral, para que a cutícula não fique picada.

Faça o possível para que a pele saia por inteiro e não em pedacinhos — isso vai evitar que ela fique com picotes e deixará o acabamento mais bonito. O correto é começar por uma das laterais e ir até pouco antes da metade do caminho. Depois, passar para a outra lateral e encontrar o pedaço já retirado. A cutícula sairá de uma vez só.

E como começar o corte da cutícula? Use a técnica de beliscar e puxar a cutícula para trás com o alicate.

Depois de retirar a primeira camada, pegue a espátula, empurre a pele novamente e tire qualquer excesso que houver. Nesse processo, é mais difícil puxar a pele para trás. Então belisque, empurre a pele para a frente e faça o corte.

É fundamental ter bastante cautela nesse processo para não causar os famosos bifes. Caso aconteça, utilize o pó hemostático, que serve para estancar o sangue e cicatrizar pequenos cortes.

Uma boa dica para evitar algum corte é ter atenção ao posicionamento do alicate. Ele deve ficar inclinado, quase na mesma direção da unha da cliente.

Por fim, atenção à retirada na base da unha: quando bem-feita, evita que o palito de cerejeira fique travando durante a esmaltação.

Use um hidratante nas unhas e nas cutículas para uma cutilagem perfeita

Por fim, não se esqueça de hidratar as unhas e as cutículas novamente. Para isso, você pode passar um produto específico ou mesmo um hidratante tradicional. Espalhe e massageie bem os dedos para aliviar o estresse do procedimento e também auxiliar na absorção do creme.

Dessa forma, você garante um acabamento impecável, sem aquelas pelinhas no contorno que insistem em aparecer.  Elas surgem justamente pela falta de hidratação da pele. Depois disso, é só limpar as unhas, passar a base e arrasar na esmaltação!

Treinamento de cutilagem na laranja!

Como sabemos que para uma cutilagem perfeita é preciso treino, a gente vai te dar uma dica incrível de como perder o receio treinando com uma laranja (a expert Lilian Ragazzi sugere o uso de uma laranja pêra). A parte da casca da laranja representa a nossa cutícula. A margem branca seria a nossa pele e a parte do líquido seriam os nossos vasos sanguíneos. Dessa forma, se a laranja fura, quer dizer que a cliente vai se machucar! Daí a importância de se treinar na laranja, para que você possa compreender até onde é possível cutilar com segurança.

Você também pode utilizar a laranja para treinar o corte contínuo. Esta técnica é muito útil para as pessoas que querem aperfeiçoar o corte contínuo das cutículas. Comece cortando a parte de cima da ponta da laranja com a faca. Depois, com o bico do alicate inclinado, vá cortando continuamente a casca da laranja no formato de sua volta, sem picotar. Essa casca vai formar um fio. Faça esse procedimento em toda a laranja e veja aumentar sua confiança e facilidade no processo da cutilagem!

Treinamento-de-cutilagem-perfeita-na-laranja

Cutilagem brasileira x russa

Quando você estiver craque em uma cutilagem perfeita da maneira tradicional, pode bater a curiosidade de fazer o método russo. Nesse caso, as manicures utilizam uma tesoura específica e uma broca. A tesoura tem uma curvatura ideal para pegar todos os cantinhos; já a broca é ideal para peles mais secas.

Diferentemente da técnica brasileira, a cutilagem russa retira apenas a camada superficial da pele.

Além de ser essencial para garantir a qualidade do seu serviço, a cutilagem perfeita é um grande diferencial nos serviços de manicure. Afinal, muitas clientes já vão ao salão esperando perder muitos bifes — que, além de ser um hábito desnecessário, pode inflamar a região. Portanto, tenha sempre seus materiais esterilizados, atenda com excelência e lembre-se de seguir o nosso passo a passo para conquistar cada vez mais clientes.

Pronta para seguir essas dicas com as suas clientes? Para um trabalho ainda mais completo, confira o curso de cutilagem perfeita para manicures da eduK!

Receba nossas dicas e conteúdos gratuitos diretamente em seu e-mail!




    Fale o que você pensa

    O seu endereço de e-mail não será publicado.