Laços de cabelo: passo a passo para criar um negócio rentável

Queridinhos das mamães, os laços de cabelo são acessórios clássicos que nunca saem de moda. Isso faz com que eles sejam ótimas opções de produto para quem deseja trabalhar com artesanato para bebês.

Além de serem bastante procurados, os laços para bebês têm um baixo custo de produção e não exigem muitas habilidades de costura.

Portanto, se você quer ter um negócio rentável nesse segmento, vale a pena apostar nesses acessórios. Ao conhecer a diversidade de modelos, você com certeza vai se apaixonar por eles!

Neste artigo, vamos mostrar alguns dos modelos de maior sucesso e sugestões de práticas para tocar o negócio.

Afinal de contas, aprender a precificar do jeito certo, divulgar a marca, fazer a gestão do estoque e atender os clientes são coisas fundamentais para fazer seu negócio de artesanato chegar cada vez mais longe.

Então vem a com a gente!

O que você precisa saber antes de começar a trabalhar com laços de cabelo

Nesse tipo de artesanato, não existem regras. Isso porque um laço de cabelo pode ser feito a partir de diferentes materiais, cores e tamanhos.

Mesmo os modelos tradicionais feitos de fita podem variar bastante, pois cada um tem um processo de confecção diferente. Dependendo do modelo, é preciso utilizar moldes ou não. Existem ainda laços de cabelo feitos de feltro e E.V.A.

O que todos esses materiais têm em comum é o baixo custo. Ou seja, você não precisa fazer um alto investimento para começar, o que ajuda a criar um negócio rentável mais rápido.

Também é importante dizer que os laços podem ter diferentes tamanhos. Esse detalhe não depende necessariamente da idade da criança, mas principalmente do gosto da cliente.

Isso significa que você pode oferecer produtos personalizados, que é uma ótima vantagem para quem trabalha com artesanato para bebês. Afinal, as mamães adoram escolher cada detalhe de tudo aquilo que os pequenos vão usar!

Conheça 3 modelos de laço de cabelo que fazem o maior sucesso

lacos_de_cabelo-artesanato-para-bebe

Vale a pena oferecer várias opções de laços para as suas clientes. Para isso, é preciso conhecer antes as possibilidades.

Ao fazer uma busca na internet, você vai ver que existem inúmeros tipos de laço de cabelo. E todos eles podem ser usados por crianças de diferentes idades, sabia?

O que muda é onde vão ser aplicados: numa faixinha slim, velcro, tic-tac, bico-de-pato, etc. Para saber qual é a melhor alternativa, a idade da criança deve ser levada em conta por uma questão de segurança.

Os bebês recém-nascidos, por exemplo, precisam usar laços com a faixinha slim, pois ela é confortável e não aperta a cabeça do neném. Já as crianças maiores podem usar os acessórios direto no cabelo, presos por um tic-tac ou bico-de-pato.

Agora vamos dar uma olhada nos modelos que a gente selecionou:

Laço cruzado simples

O laço cruzado simples é considerado um modelo clássico. A expert Lucimari Bizari sabe como ninguém ensinar os detalhes do processo de confecção da peça.

Para produzi-lo, você vai precisar de um molde apropriado. Como o nome diz, a fita é passada ao redor do molde e cruzada na frente. Então, o alinhavo é feito, seguido do efeito franzido com a própria linha.

laço de cabelo modelo cruzado simples branco com pérolas

Laço cata-vento

Outro modelo que faz muito sucesso é o laço cata-vento, que também é feito com o apoio de um molde, cuja dimensão deve ser proporcional ao tamanho da peça.

A fita é passada ao redor dele e alinhavada para criar o efeito franzido. Ou seja, o processo é parecido com o do laço cruzado simples.

Depois de fazer os cortes na ponta da fita, é importante passar o isqueiro para evitar que os fios desfiem.

Laço em feltro e EVA

Além das fitas, materiais como feltro e E.V.A também podem ser usados na confecção de laços de cabelo. Por serem bastante versáteis, permitem que as artesãs explorem a imaginação e criem modelos bem diferentes.

A expert Ângela Maria Lage Manta usa esses materiais para produzir desde modelos mais tradicionais, como o laço cata-vento e bandeirinha, até os mais “diferentões”. Ela criou um modelo mais fofo do que o outro, como os laços de gatinho, ratinha e coelho.

diversos modelos de laços de cabelos coloridos em eva e feltro

Quer vender laços de cabelo? Então descubra como criar um negócio rentável

Quando a gente fala sobre ter um negócio rentável, estamos nos referindo a um empreendimento que dê uma margem lucro satisfatória. Sobretudo se você pretende viver de artesanato, essa deve ser uma das suas preocupações.

Mas como isso é possível?

Bom, em primeiro lugar, as artesãs precisam se reconhecer como empreendedoras. Afinal, só assim você vai conseguir profissionalizar o seu negócio de artesanato e fazer sua marca crescer cada vez mais.

É claro que isso não acontece de uma hora para outra. Trata-se de um processo de capacitação pelo qual você precisa passar para ganhar conhecimento e desenvolver as habilidades necessárias.

Mesmo que você produza lindas peças, o sucesso da sua marca depende também de outras práticas. A seguir, vamos falar sobre algumas delas:

Aprenda a precificar seus produtos

Atribuir um preço adequado para as peças é um dos maiores desafios na vida de quem trabalha com artesanato.

Embora no começo seja complicado fazer os cálculos certos, fique sabendo que não é nada de outro mundo. Na verdade, depois que você entende como a composição de preços é feita, o problema está resolvido.

De forma geral, é preciso levar em conta todas as despesas do negócio, a mão de obra, os custos de produção e a margem de lucro.

Se quiser descobrir como tirar isso de letra, invista em capacitação!

O curso “Precificação para artesanato: vença o medo lucrando”, ministrado pelas experts Amanda Cassanji e Paula Batistela, é excelente para quem deseja aprender na prática a calcular o preço dos próprios produtos.

  • Super dica: A nossa equipe também criou uma ferramenta incrível para ajudar você a ganhar dinheiro fazendo o que ama: a calculadora de custo e preços para artesanato. Ela é gratuita e calcula automaticamente o preço de venda dos seus produtos. Vale a pena dar uma olhada, viu?

Além de garantir seu lucro, a precificação correta ajuda a sua marca a se posicionar no mercado e a sobreviver a longo prazo.

Faça a gestão do estoque

Uma das maiores vantagens de trabalhar no segmento de bebê e maternidade é poder vender o ano inteiro. Embora os resultados possam ser melhores em um período ou outro, as vendas não dependem de datas comemorativas.

Portanto, o controle de estoque se torna muito mais simples. Entretanto, é importante dar atenção a ele.

Mesmo que você decida dar preferência à venda de laços de cabelo personalizados, é bom sempre ter uma quantidade de peças à pronta-entrega. Assim, caso algum cliente queira comprar um presente de última hora, por exemplo, você vai ter em mãos o que ele precisa.

Só tenha o cuidado de colocar no estoque os produtos que costuma ter melhor saída. Dessa forma, você evita ficar com peças paradas por muito tempo, apenas ocupando espaço.

Busque os melhores fornecedores

Comprar materiais mais em conta é algo que ajuda você a aumentar os seus ganhos. Mas não pense que se trata de adquirir itens de menor qualidade.

Na verdade, a estratégia é ir em busca de fornecedores de materiais para artesanato que ofereçam o que você precisa e tenham preços competitivos. Dependendo da cidade, as opções podem ser um pouco limitadas.

Por isso, recorrer aos fornecedores online para artesãos é uma ótima pedida!

Além de a internet estar cheia de opções, é muito mais fácil comparar os preços de diferentes lojas no mercado online.

Isso sem falar da praticidade, né? Com alguns cliques, você compra tudo o que precisa sem ter que sair de casa e perder tempo indo de um lado para o outro.

Diversifique o seu portfólio de produtos

Se você está aqui é porque tem interesse em vender laços de cabelo, certo? Apesar do sucesso deles, trabalhar com apenas um único produto pode limitar o crescimento da sua marca.

Ou seja, para ter um negócio rentável, é interessante oferecer algumas opções diferentes de peças que atendam o seu público.

E possibilidades de artesanato para bebê não faltam!

Além dos lacinhos, você pode trabalhar com outros tipos de acessórios, como tiaras, faixas e sapatinhos de bebê. Há ainda quem tenha vontade de explorar mais a arte da confecção, produzindo roupas, peças de enxoval, bolsas, entre outras peças.

Invista em divulgação

Sem uma força tarefa em divulgação, fica difícil ter bons resultados nas vendas. Por isso, mesmo que não seja a sua praia, tente investir esforços para divulgar seus produtos por meio das redes sociais.

Afinal, você precisa primeiro chegar até os seus potenciais clientes para apresentar sua marca e mostrar que tem o que eles precisam. E as redes sociais oferecem ótimos recursos para isso.

Se você não tem familiaridade com elas, busque conhecer primeiro as características e funcionalidades de cada uma. Quando se trata de vender produtos artesanais, as redes como Instagram e Facebook podem ser suas maiores aliadas.

Mas, para tirar o máximo de proveito delas, você vai precisar tirar fotos de qualidade dos laços de cabelo e dos demais produtos. Compartilhar dicas de uso, como escolher o melhor modelo e outros conteúdos interessantes para o público também é importante.

Isso porque quanto mais as pessoas puderem conhecer a sua marca, melhor. Sendo assim, aproveite as redes sociais para mostrar os bastidores da produção e um pouco da personalidade do seu negócio.

Ofereça um atendimento de qualidade

Enquanto consumidora, você deve saber o quanto o atendimento oferecido pelas empresas impacta a experiência de compra. E não seria diferente no universo do artesanato.

As pessoas esperam ser atendidas com atenção, respeito e também com agilidade.

Dessa forma, é importante que você trate os seus clientes com simpatia, responda todas as dúvidas e não os deixe esperando por muito tempo. Do contrário, corre o risco de perder a venda.

Mesmo que, por algum outro motivo, a pessoa não finalize a compra, ela vai se lembrar de ter tido uma interação agradável com a sua marca. Isso mostra o quanto o atendimento tem impactos a médio e longo prazo também.

Capriche na entrega das peças

Lembre-se de que a entrega faz parte do processo de compra e, portanto, merece atenção.

Uma dica importante é deixar as informações sobre prazos bem claras para evitar confusões. No caso das encomendas, explique para o cliente que, além do prazo de entrega, existem o prazo para confecção dos laços de cabelo ou de outras peças.

Além disso, entregue os itens em embalagens bonitinhas, que tenham a cara da sua marca e abriguem as peças de forma correta.

Sobretudo se forem enviadas por correio ou transportadora, você precisa se preocupar em embalá-las com cuidado para que elas não sejam danificadas no transporte.

Busque a capacitação que você precisa!

Está decidida a investir na produção de laços de cabelo? Se você tem vontade de trabalhar com o que ama, não tenha medo de apostar no segmento de produtos de bebê e maternidade.

Esperamos que as nossas dicas tenham ajudado você a descobrir os caminhos para criar um negócio rentável de verdade.

Mas, caso você ainda se sinta insegura para lidar com algumas questões, sobretudo de gestão da marca, não se preocupe, pois isso é comum. Ninguém nasce sabendo tudo, concorda?

Por isso, a capacitação é sempre valiosa!

Aqui na eduK, você encontra inúmeros cursos de artesanato focados na profissionalização dos negócios. É uma forma de aprender o que precisa de um jeito fácil e com quem tem experiência no assunto.

Sim, trata-se de um investimento. Em pouco tempo, você vai perceber os efeitos que o conhecimento tem no seu dia a dia e os retornos que traz para o seu negócio.

Está esperando o quê? Acesse a plataforma da eduK para conhecer todos os cursos disponíveis!

Receba nossas dicas e conteúdos gratuitos diretamente em seu e-mail!




    Fale o que você pensa

    O seu endereço de e-mail não será publicado.