maquiagem para cada tipo de pele

Guia completo de maquiagem para cada tipo de pele

Quando falamos sobre o Brasil, é possível pensar em muitas coisas: festas, cores, praias, uma ótima gastronomia e vários outros pontos de destaque. No entanto, sem dúvidas, uma de suas características mais marcantes é a presença de uma expressiva miscigenação genética e cultural. Por isso, ao trabalharmos no ramo da beleza, é fundamental que saibamos lidar com a maquiagem para cada tipo de pele.

Em um local em que residem pessoas de diversas etnias, é comum que existam também muitas tonalidades de pele, além de outras características. Conhecer os principais aspectos para fazer uma boa maquiagem em cada uma dessas pessoas é, portanto, essencial para quem lida com isso no dia a dia, não é mesmo?

Hoje, então, falaremos sobre essas diferenças e daremos dicas para que você possa atender aos mais variados tipos de clientes, fortalecendo o seu nome e se tornando uma referência de atuação no segmento em sua região. Vamos lá? Boa leitura!

Qual é a importância de conhecer as características dos tipos de pele?

Como vimos na introdução de nossa conversa, há uma grande variedade de tipos de pele no Brasil. Essa grande diversidade ocorre devido à mistura de etnias, povos e pessoas que ocorreu por aqui. Há, afinal, indivíduos de todas as partes do mundo vivendo em nosso território, e a imigração não dá sinais de enfraquecimento mesmo nos dias atuais.

Sendo assim, pode-se afirmar que há pessoas com características cutâneas muito diversas no país. A grande maioria da população brasileira, no entanto, apresenta uma pele com tendência oleosa. Isso, é claro, é um reflexo de nosso clima tropical, que faz com que a própria adaptação das gerações vá para esse lado.

Essa, no entanto, não é uma regra. Há muitas pessoas com outros tipos de pele por aqui e conhecê-los é fundamental para prestar um atendimento de qualidade quando falamos sobre maquiagens. Afinal, o que fica bom para uma pessoa não necessariamente dará tão certo para outras.

Isso, é claro, inclui tanto combinações de cores para cada tom de pele quanto o uso adequado de produtos específicos para as peles diferentes entre si. Ao longo de nossa conversa de hoje, aprenderemos todos esses pontos para que você possa, assim, melhorar os seus serviços, ganhar mais dinheiro e deixar seus clientes felizes!

Quais são os principais tipos de pele?

Agora, vamos iniciar a nossa jornada rumo ao aprendizado sobre os principais tipos de pele encontrados na população brasileira. Lembre-se de que esse tema é extremamente importante para a sua vida profissional, preparando-a para lidar com sua clientela de modo abrangente e eficiente.

Como vimos anteriormente, o principal tipo de pele encontrado no Brasil é a oleosa. Essa pele produz muito mais óleo nas glândulas sebáceas, fazendo com que produtos específicos sejam essenciais para uma boa maquiagem e rotina de cuidados. Algumas pessoas com o rosto oleoso também têm uma tendência extra para desenvolver acne, embora isso não seja uma regra.

Depois, temos a pele seca, mais comum em pontos mais frios do país ou em peles mais maduras. Aqui, precisamos também de produtos específicos, que favoreçam a hidratação cutânea, devolvendo o viço e a vida a esse tipo de pele. Sem água, é comum surgirem marcas de expressão e, até mesmo, machucados, além de um aspecto mais envelhecido e cansado.

Por fim, temos os tipos de tonalidade de pele. No Brasil, há pessoas negras, orientais, indígenas, brancas e, portanto, é fundamental saber combinar as cores e lidar bem com as diferenças de nuance que cada grupo étnico pode apresentar. Além disso, conhecer os fundos da pele é também bem importante.

Quais são os cuidados com a maquiagem para cada tipo de pele?

Agora que já conversamos um pouquinho sobre os tipos de pele e a importância de conhecê-los, vamos ao que interessa, as dicas de cuidados e maquiagem para cada uma dessas variedades cutâneas. Tudo pronto? Então, é só continuar a leitura!

Pele seca

Começaremos as nossas dicas falando da pele seca. Esse não é um tipo cutâneo muito comum no Brasil, mas, ainda assim, ele ocorre com uma certa frequência em nossa população. Ainda que pessoas possam ter peles secas em regiões mais quentes, a prevalência desse gênero é muito maior em cidades mais frias, como as do sul, por exemplo.

Para a pele seca, precisamos ter uma palavra em mente: hidratação. Por isso, é sempre recomendado o uso de produtos mais densos e cremosos, que possam não apenas repor a água perdida por esse órgão, como também deixá-la ali por muito mais tempo.

A reposição hídrica também é importante quando falamos sobre a maquiagem. É muito importante que os produtos escolhidos sejam específicos para esse tipo de pele, evitando o acúmulo em certas regiões e favorecendo o aspecto geral, que será muito mais viçoso e bonito.

Pele madura

Já que estamos falando sobre peles secas e com a possibilidade de acúmulo de produto em determinadas regiões, que tal fazermos um gancho para a pele madura? Pessoas com mais idade podem ter peles secas ou oleosas, mas é bem mais comum que a falta de água seja um dos problemas observados entre esse grupo.

Uma característica dessas peles é a presença de linhas de expressão. Por isso, a preparação da pele deve ser feita com produtos que reduzam o aspecto dessas marquinhas (como o ácido hialurônico), deixando-as mais suaves e preenchidas. Assim, a maquiagem depositada logo acima dificilmente acumulará nessas áreas.

Além disso, é importante caprichar na hidratação. Sendo assim, mais uma vez, cosméticos mais densos e cremosos são a melhor pedida para esse tipo de pele. Evite acabamentos como o matte, que naturalmente podem craquelar e deixar a maquiagem com um aspecto bem feio e desgastado.

Pele jovem

A pele jovem é, sem dúvidas, uma das mais fáceis de trabalhar. Ela é normalmente uniforme, sem muitas marcas ou manchas e bem lisa. Por isso, pode-se utilizar praticamente qualquer tipo de produto em pessoas com um rosto que ainda não sofreu com os efeitos do tempo sobre a cútis.

No entanto, é importante ressaltar que, aqui, os cuidados básicos permanecem: escolha sempre produtos específicos para esse tipo de pele, ou seja, com menos agentes nocivos e com uma cobertura mais leve e natural. Além disso, opte sempre por marcas reconhecidas, minimizando as chances de reações alérgicas.

É bacana também ponderar no tipo de maquiagem que será feita. Evite tons muito carregados ou, sempre que utilizá-los, pegue leve em outras regiões da make. Quando falamos sobre peles jovens, a máxima do “menos é mais” é sempre bem relevante. É possível, no entanto, abrir exceções para algumas ocasiões. Utilize o seu bom senso!

Pele oleosa

A pele oleosa é muito comum entre as pessoas jovens, mas também ocorre com uma frequência muito alta em adultos e até mesmo em pessoas de pele madura. Aqui, os cuidados são tomados para evitar a sobrecarga da produção sebácea, que pode desencadear problemas para a cútis.

É importante, então, optar por produtos livres de óleo em sua formulação. Composições matte, ou seja, que tiram o brilho excessivo do rosto, também são uma ótima pedida. No entanto, é importante nunca se esquecer da hidratação. Preparar a região com primers e séruns é ideal para evitar o efeito rebote, ou seja, a produção exacerbada de óleo.

Além disso, a pele oleosa pode, muitas vezes, desencadear problemas como a acne. Esse tipo de aspecto torna os cuidados com a maquiagem ainda mais específicos para as pessoas que fazem parte desse grupo. A seguir, falaremos exclusivamente sobre esse tópico. Vamos lá?

Pele acneica

A pele acneica é normalmente oleosa e jovem. No entanto, não é impossível encontrar pessoas com uma pele mais seca que sofrem com a acne. Esse tipo de problema também afeta, ainda que em menor frequência, adultos e adultas, e nada mais é do que a combinação entre a obstrução dos poros e a proliferação bacteriana na região afetada.

Por isso, o ideal é utilizar produtos não comedogênicos no caso de pessoas com a pele oleosa. Esses cosméticos têm uma formulação mais leve, que não acumula nos poros, deixando-os desobstruídos.

Além disso, é importante não utilizar também produtos muito densos, que possam contribuir para essa obstrução ou para a produção exacerbada de óleos pelas glândulas faciais. Prefira cosméticos livres de óleo e mais fluidos, com uma cobertura mais leve, que permita a respiração cutânea sem interrupções.

Pele mista

A pele mista é um tipo muito interessante de pele, que demanda uma série de cuidados especiais para evitar o desequilíbrio dessa região. É difícil encontrar produtos específicos para essas pessoas, por isso, muitas vezes, é necessário utilizar a criatividade e uma mescla de itens diferentes a fim de atender às necessidades desses clientes.

Pessoas com a pele mista têm, em seus rostos, uma mistura de vários tipos de pele. É mais comum que a zona T (ou seja, a área que abrange a testa, o nariz e muitas vezes o queixo) seja mais oleosa e até mesmo com uma tendência à acne. Já as regiões das bochechas, por exemplo, tendem a ser puxados para o seco.

Sendo assim, pode ser necessário usar produtos diferentes em áreas diferentes. Opte por cosméticos mais densos e cremosos para as bochechas e para fórmulas oil free na zona T. Faça misturinhas e, sempre que possível, utilize a sua criatividade para obter resultados que acompanhem às necessidades dos que têm peles mistas.

Pele normal

Peles normais são peles que não apresentam nenhum tipo de “exagero”. Elas não são nem tão secas, nem tão oleosas, nem tão acneicas, ou seja, se mantém em um nível relativamente equilibrado. Isso, no entanto, não quer dizer que elas sejam perfeitas. Por isso, alguns cuidados são necessários.

Para pessoas com peles normais, o ideal é não pesar nem para a falta, nem para o excesso. Opte por produtos neutros, com coberturas medianas, que não ocasionem nenhum tipo de problema. Afinal, indivíduos com uma tipagem cutânea normal também podem desenvolver desequilíbrios.

Aqui, a dica é sempre identificar o que a pele de cada pessoa realmente precisa e, a partir daí, fazer a escolha dos produtos ideais. Peles normais possibilitam o uso de uma maior gama de cosméticos, sendo mais fáceis de lidar de uma forma geral. No entanto, a atenção continua sendo fundamental, ok?

Pele com fundo rosado

Outro ponto muito importante para uma maquiagem de sucesso está na escolha dos tons com base no subtom da pele. Peles claras (embora isso também seja válido para pessoas com peles mais escuras) podem ser divididas em dois tipos de subtom: rosado ou amarelado. Inicialmente, vamos falar sobre o primeiro tipo.

O subtom rosado pode ser identificado a partir de algumas dicas. Uma delas é observar a parte interna do braço e verificar a tonalidade das veias da região. Se elas forem azuladas, a pele da cliente será puxada pra esse tipo de cor.

A colorimetria será fundamental para escolher quais tons combinam mais com esse tipo de pele. Aqui, no caso, você pode apostar em cores como o bronze, o dourado, o azul e o vermelho. No entanto, é bacana testar as opções para ver qual combinará mais com a cliente em particular.

Pele com fundo amarelado

O próximo subtom é o de pele mais amarelada. Essa é muito comum em pessoas caucasianas ou orientais. É possível observá-la a partir do exame das veias, assim como foi feito no tópico anterior. Aqui, elas terão uma coloração um pouco mais esverdeada, categorizando o subtom puxado para o amarelo.

As cores que mais combinam com esse tipo de pele são o rosa, preto e azul. Tons de vermelho mais fechados e terrosos também caem super bem. O lilás e outras cores, preferencialmente em tons mais quentes, também costumam fazer muito sucesso.

Tudo isso, é claro, dependerá de uma série de fatores, como a cor dos cabelos e dos olhos da cliente. A colorimetria, como bem sabemos, é muito complexa. No entanto, essas dicas podem ajudá-la a saber por onde começar.

Pele média

Peles médias, popularmente conhecidas como morena ou parda, são extremamente comuns no Brasil. No entanto, como é possível observar, há uma incrível diversidade entre os tons e subtons.

Isso faz com que estabelecer uma regra para esse tipo de pele seja um verdadeiro desafio. No entanto, é possível guiar as iniciantes com algumas dicas básicas, que provavelmente poderão ser aplicadas em qualquer uma dessas pessoas. A prática e os testes, no entanto, são essenciais para melhorar a percepção individual sobre cada cliente.

Na maioria das vezes, tons como o vinho, o marrom e o dourado caem super bem nessas peles. É interessante investir em tons mais fechados, como vermelhos mais intimistas, já que essas cores costumam evidenciar melhor a beleza da pele morena média.

Pele negra

Para fechar as nossas dicas sobre tipos e tons de pele, vamos falar sobre a pele negra. Essa é, provavelmente, uma das mais comuns de todo o país. Além disso, também há diferentes subtons e muitas tonalidades para as negras, o que faz com que citar uma regra também se torne algo inviável.

Mais uma vez, para facilitar, citaremos algumas dicas que podem ser curingas para todas as peles negras. No entanto, é sempre importante testar e utilizar os seus conhecimentos de modo personalizado para cada cliente, fazendo com que a maquiagem para cada pessoa seja completamente especial.

Cores que combinam muito bem com as negras são: marrom, roxo, rosa, vermelho, vinho e dourado, mas a lista é mais longa. Essa é uma pele bem versátil, que fica maravilhosa com tons abertos e fechados. No entanto, investir em cores vibrantes é sempre uma ótima pedida para destacar a beleza dessas clientes.

Como se qualificar para lidar com tantas diferenças?

Ufa! São muitos tipos de pele, não é mesmo? Como podemos, então, lidar com isso de maneira eficiente em nosso dia a dia de trabalho? A seguir, veremos algumas formas de uma profissional do ramo da beleza se qualificar e se tornar mais apta a fazer maquiagens incríveis e cativar a sua clientela. Veja abaixo.

Faça prática com amigas

Quem não gosta de passar um bom tempo com as amigas, não é mesmo? Além de divertido, esse tipo de encontro é muito saudável. Por isso, que tal unir o melhor de dois mundos e, ao se reunir com as colegas para jogar conversa fora, aproveitar para treinar as suas técnicas de maquiagem?

Converse com suas amigas mais queridas e tire um tempo para realizar uma boa maquiagem em cada uma delas. Assim, você terá a possibilidade de errar sem medo, além de ter um bom tempo disponível para consertar os equívocos e descobrir o que é melhor para aquele tipo de pele.

Aproveite e peça a permissão de suas amigas para fotografá-las assim que a make ficar do agrado de ambas. Dessa maneira, você também consegue criar um bom portfólio, algo que agrega bastante valor aos seus serviços e permite que as futuras clientes possam ter uma ideia de seus talentos com a maquiagem. Essa é uma boa dica para o marketing de beleza!

Ofereça testes com descontos

Outra maneira de conseguir uma cartela variada de modelos para treinar é fornecer, no começo de sua carreira, descontos para clientes que estejam disponíveis para o seu treinamento. Essa é uma ótima maneira de unir o útil ao agradável e trabalhar tanto na captação quanto na fidelização de sua cartela de usuários de seus serviços.

Faça o download deste post inserindo seu e-mail abaixo

Não se preocupe, não fazemos spam.
Powered by Rock Convert
No entanto, é muito importante ser extremamente clara e objetiva em sua busca. Sendo assim, estipule bem as regras de participação, os valores do serviço com e sem o desconto e muito mais. Dessa forma, tanto você quanto os clientes saem ganhando com o estabelecimento de uma boa comunicação entre as partes.

Para divulgar, vale tudo: utilize as redes sociais, faça panfletagem (de preferência visando sempre as boas normas para o respeito com o meio ambiente!), cole cartazes em outros estabelecimentos etc. — faça o que a sua imaginação permitir. Assim, a chance de que pessoas bem diferentes apareçam é muito maior!

Participe de eventos e congressos

O aprendizado, no entanto, não se dá apenas na prática. Ainda que praticar seja essencial, é também muito importante que você trabalhe as questões teóricas, engrandecendo o seu conhecimento e se tornando cada vez mais apta em seu ofício.

Uma boa maneira de adquirir uma boa teoria é comparecer às palestras e congressos sobre o tema. Neles, especialistas e pessoas renomadas na área da beleza dão ótimas dicas e informações essenciais para que o seu trabalho seja feito da melhor maneira possível.

Há, ainda, os eventos, que possibilitam o contato direto com produtos diferentes, que podem ser utilizados nos mais diversos tipos de pele. Neles, você pode tirar suas dúvidas com os representantes da marca e, assim, também aumentar o seu conhecimento teórico, mas, dessa vez, aliado a um uso mais prático do aprendizado.

Realize cursos online

Por fim, vamos falar sobre uma dica indispensável para o seu sucesso no ramo da beleza e, claro, para a sua qualificação profissional: a realização de cursos. Ainda que eles possam ser presenciais, falaremos hoje sobre a opção à distância, que ocorre de modo prático e completamente online.

Essa é uma ótima alternativa, pois, além de extremamente eficientes, esses cursos podem ser feitos quando e onde você quiser. Dessa maneira, você não prejudica a sua agenda e pode fazer os próprios horários, de modo que o aprendizado seja muito mais interessante e possível dentro de suas necessidades.

Os cursos online dão uma ótima bagagem teórica e ainda permitem o conhecimento sobre os mais diversos campos. Neles, você pode aprender desde técnicas de maquiagem à dicas de gestão para o seu negócio. Eles são, portanto, um investimento importante para quem busca o reconhecimento nessa desafiadora área de atuação.

Como podemos ver, há muitas informações no que diz respeito aos cuidados de maquiagem para cada tipo de pele. Muitas dessas dicas serão treinadas na prática, mas outras também podem ser aperfeiçoadas por meio de cursos teóricos, que complementam muito o aprendizado. Assim, você se tornará uma mestra das makes e deixará a clientela supersatisfeita!

Agora que você já conferiu todas essas dicas, não perca tempo e compartilhe este artigo em suas redes sociais! Assim, seus amigos e colegas também ficarão por dentro de toda a variedade de peles que existem no Brasil e poderão saber, também, como fazer a maquiagem ideal para cada uma delas. Até a próxima!

Receba nossas dicas e conteúdos gratuitamente diretamente em seu e-mail!

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.