Pessoa tirando foto de produto reforçando marketing gastronômico

Descubra como impulsionar seu negócio com marketing gastronômico

Marketing é o conjunto de processos elaborados para entregar ofertas de valor. Ele propicia trocas valiosas entre as partes envolvidas e gera lucro para quem o utiliza. Já o marketing gastronômico é a aplicação da atividade no ramo da gastronomia. Ou seja, é destinado ao ramo de alimentos — restaurantes, confeitarias, hamburguerias, lanchonetes e demais estabelecimentos alimentícios.

Investir nessa estratégia é importante para alavancar as vendas de um negócio, conquistar clientes e aumentar a visibilidade de uma marca. Supondo que você já tenha definido quais são os seus produtos, seus preços e onde eles serão distribuídos, daremos algumas dicas que englobam as ações de marketing.

Prepare o bloco de anotações e acompanhe abaixo como impulsionar seu negócio com o marketing gastronômico!

Como utilizar o marketing gastronômico

gráficos de marketing gastronômico

A seguir, veja o que fazer para colocar em prática algumas lições de marketing aplicado à gastronomia!

Crie bons relacionamentos com os clientes

Ter bom relacionamento com o cliente é essencial para o crescimento de um empreendimento. É uma via de mão dupla: um negócio precisa de clientes para existir, as pessoas precisam de empresas que satisfaçam suas necessidades. Por isso, trate a clientela sempre com atenção e simpatia, passando informações claras.

Se tiver uma equipe, treine seus funcionários para sanarem as dúvidas sobre seus produtos, lidarem com as reclamações e serem solícitos com quem os aborda. Ser proativo e buscar feedback sobre a experiência dos clientes também é importante para identificar os pontos fortes e os que devem ser melhorados.

Participe de eventos locais

Não espere somente que os clientes descubram você, vá até eles e divulgue-se. Como fazer isso? Frequentando os eventos da região que tenham a ver com o seu público. Feiras comunitárias, festas, exposições e festivais são alguns exemplos.

Podem ser relacionados ao seu segmento de atuação ou de interesse da clientela, afinal, tem gente ávida por novidades culinárias em todos os cantos. Verifique com os realizadores se é permitida a divulgação, gratuita ou paga, por meio de algum material impresso. Outra opção é ser fornecedor de algum deles enviando um catálogo dos produtos.

Esteja presente nas redes sociais

As redes sociais são canais destinados principalmente ao relacionamento online. No ramo da gastronomia, Facebook e Instagram estão entre as mais utilizadas. Elas proporcionam destaque visual (postagem de imagens e vídeos) e contam com milhares de usuários ativos mensalmente.

Nas redes, crie conteúdos relevantes com frequência, que engajem os seguidores e os incentivem a permanecerem conectados ao seu perfil. Para tanto, defina uma linha editorial e um cronograma de postagens com os assuntos de interesse do seu público. Ao conhecer alguns métodos de organização, fica mais fácil gerir uma ou mais redes sociais.

Aposte nos aplicativos de entrega de comida

Uma categoria de aplicativo que tem sido bastante utilizada como estratégia de marketing gastronômico é a de entrega de comida viabilizada pela internet, ou seja, os aplicativos de delivery.

Fazer vendas pelo WhatsApp dá muito certo, mas caso deseje uma compra mais automática, dedique-se a preparar os produtos e recorra aos apps de entrega para agilizar a logística.

Veja os benefícios de se associar a um serviço de delivery:

  • usuários do app que estão na sua região conhecerão seu negócio;
  • possibilidade de fazer promoções;
  • ter diversos entregadores à sua disposição para agilizar os pedidos;
  • várias formas de pagamento, incluindo a que é realizada na própria plataforma.

Principais erros ao aplicar o marketing gastronômico

Além de seguir as dicas acima, é preciso cuidado para não comprometer o sucesso do negócio. Saiba, agora, o que evitar ao adotar o marketing gastronômico!

Linguagem incompatível com o público

Quanto mais direcionada a mensagem, mais efetiva será a comunicação. Um negócio gastronômico deve definir um nicho de mercado para atuar e o público-alvo que atenderá. Ao escolher o público, é necessário falar a língua dele.

Dê personalidade aos seus textos e imagens de acordo com o comportamento do cliente ideal. Ainda, estabeleça o conceito, o propósito e a identidade do seu negócio, evidenciando o que ele defende, seus valores e suas características. As pessoas gostam de boas histórias para se conectarem com as marcas.

Imagens sem apelo visual

A comida tem sabor, cheiro e aparência. Como não é possível transmitir os dois primeiros em sua comunicação online, resta apelar para o visual. Se as imagens publicadas não forem nítidas, de boa qualidade e atrativas, o apetite de quem está do outro lado da tela não será despertado.

Parece óbvia a constatação, mas esse é um dos erros mais comuns cometidos pelos estabelecimentos que iniciam no marketing digital. Lembramos que as fotos de comida precisam ser prazerosas.

Logo, utilize imagens com cores vivas e iluminação adequada, a fim de gerarem “água na boca” dos clientes. E nada de publicar fotografias de produtos que não fazem parte do seu portfólio, ok?

Diálogo frio e distante

Todo estabelecimento do setor alimentício precisa ser acolhedor, simpático e receptivo com as pessoas. Conversas frias, com textos formais demais e pouco envolventes azedam a relação com os clientes.

Vale destacar que a comida mexe com as emoções e os sentidos. Então, aproveite para passar um pouco dessas sensações:

  • contando histórias que envolvem algum produto;
  • relatando experiências de superação;
  • mostrando os bastidores do seu negócio (equipe, processos, ferramentas, ingredientes);
  • apresentando seus fornecedores para que os clientes saibam da qualidade dos ingredientes utilizados em seus produtos;
  • compartilhando os melhores depoimentos dos clientes.

Gestão ruim das redes sociais

Usar as redes sociais profissionalmente exige conhecimento técnico das funções de cada recurso que elas oferecem para chamar a atenção do público. Sendo assim, é um erro estar nelas e não estudar suas funcionalidades e o comportamento dos seus usuários.

Imagens publicadas sem legendas, posts sem objetivos claros, inconstância nas publicações e falta de investimento no impulsionamento dos conteúdos são falhas que não podem ser cometidas. Afinal de contas, o marketing gastronômico é potencializado quando utilizamos adequadamente os recursos de imagem e vídeo desses canais de relacionamento digital.

O marketing gastronômico é uma atividade estratégica que gera valor ao seu produto ou serviço, contribuindo para a conquista e a fidelização de clientes. Logo, investir esforços de marketing para atrair, converter e reter a clientela significa mais vendas, lucros e visibilidade da sua marca no mercado. Portanto, avalie as possibilidades e inclua no seu plano de negócios essa poderosa ferramenta.

Ficou cheio de ideias após ler as sugestões deste post? Então, confira como se qualificar para fazer da gastronomia uma fonte de renda!

Receba nossas dicas e conteúdos gratuitos diretamente em seu e-mail!