fotos de comida

 Fotos de comida: 6 técnicas para arrasar na divulgação do seu negócio!

Fotos de comida nas redes sociais já não são novidade. E, muito provavelmente, você já se deparou, no feed do Facebook ou no Stories do Instagram, com imagens gastronômicas de encher os olhos e dar água na boca.

Não é apenas a nossa rede de contatos que mostram o que estão almoçando ou aquela receita nova que aprenderam — as empresas do ramo investem cada vez mais em imagens atraentes de comida. Por que elas fazem isso? Simples: isso cria um apelo visual e emocional compartilhado por todos. Afinal, todo mundo quer comer bem.

InstaFood e PornFood são tendências no mundo da gastronomia para definir pratos super elaborados, que mais parecem obras de arte, de tão visualmente atraente que são. No entanto, não é preciso de mega produções para destacar o seu negócio.

Com técnicas simples e utilizando equipamentos que você tem e mãos, é possível ter resultados expressivos. Quer saber como fazer isso? Então continue com a gente e confira!

O que define uma boa foto de comida

Boas fotos de comida devem mostrar, em detalhes, o prato, seja de uma alimentação convencional ou de nichos específicos, como o da alimentação saudável. É preciso realçar a essência e a experiência gastronômica, mostrando os detalhes e a delicadeza do preparo, fazendo com que as pessoas até sintam o sabor e aroma.

Tudo isso deve ser feito por meio de imagens de qualidade. Afinal, imagens com iluminação ruim e sem uma boa apresentação passam uma imagem de amadorismo, e nenhuma marca gostaria disso, certo?

Pode parecer complicado reunir todas essas características quando não possuímos expertise em fotografia, mas, com as técnicas e os equipamentos certos e uma boa pitada de criatividade, o seu negócio pode se destacar no ambiente online e atiçar o paladar da sua audiência.

Conheça técnicas para melhorar suas fotos de comida

1. Faça uma montagem adequada

Para fazer um bom registro do seu produto, seja ele um bolo, uma torta ou um hambúrguer, é preciso que ele tenha uma boa apresentação. Lembre-se: comer bem é um conjunto de experiências sensoriais, que envolve sabor, aroma e paladar, e isso se inicia antes mesmo do cliente consumir o alimento.

Portanto, utilize ingredientes frescos e com cores vibrantes, busque servir os pratos em superfícies atraentes e que combinem com o prato servido, utilizando molhos, caldas e ingredientes para enfeitar ainda mais o visual do alimento.

Dessa maneira, a imagem terá um visual mais harmônico e ajudará a passar a experiência. Alguns utensílios da cozinha ajudam a compor o cenário e ajudam a transmitir a complexidade ou a dedicação necessária para que tudo fique perfeito, como talheres e pratos.

2. Tenha atenção à composição da imagem

A composição é a maneira como o prato vai ser enquadrado, dando o realce às qualidades do produto. Pode envolver o ângulo, com imagens focadas em uma parte mais específica, ou ser mais distante, mostrando o prato principal e seus acompanhamentos. Isso vai depender do seu objetivo e das qualidades do prato.

É o caso do delicioso recheio de uma torta, em que uma imagem lateral pode ser uma boa opção. Já para pratos frios e saladas, uma foto vista de cima harmoniza muito melhor. Aproveite para acrescentar itens que combinem e podem dar mais cores ao prato, como flores, pimentas e geleias, que dão um toque especial e deixam tudo mais bonito.

3. Considere a iluminação do ambiente

Uma das dicas mais importantes é cuidar da iluminação. Como uma foto escura pode tirar todo o brilho de uma comida, sempre que possível utilize a iluminação natural, fazendo imagens próximas a janelas ou varandas.

Já para evitar ou potencializar sombras, a iluminação artificial ajuda bastante. E não se esqueça de evitar o flash acoplado à câmera, uma vez que eles tendem a causar reflexos e ofuscar a cor natural dos alimentos.

Uma boa prática de iluminação é colocar as luzes vindas de trás ou na lateral do prato, para se valorizar as texturas. Para que toda composição fique bem iluminada, colocar uma luz em cima e outra na lateral pode ser uma excelente solução.

4. Utilize equipamentos básicos para um bom clique

Como já destacamos, para realizar boas fotos de comida é essencial se dedicar a algumas práticas, não sendo necessário gastar um alto valor com equipamentos. Os celulares modernos, por exemplo, já vêm com câmeras que proporcionam excelentes resultados.

O mais importante é que, ao tirar a foto, o celular fique estático para evitar borrões e desvio de foco. Se não for possível adquirir um tripé amador, improvise algo que não deixe a imagem trêmula.

A iluminação também pode ser improvisada. Lamparinas, luminárias e até mesmo velas, dependendo do seu negócio, suprem a necessidade, garantem os efeitos visuais desejados e apresentam bons resultados nas imagens. Papel alumínio e isopor são materiais fáceis de se ter em casa, e rebatem a luz com intensidades diferentes, com certeza podem completar a iluminação.

5. Não se esqueça da angulação

A angulação vai realçar e dar ênfase ao que mais interessa na sua imagem. Pode ser todo o conjunto do seu bolo de banana com sorvete de canela, ou apenas a castanha de baru que dá aquele toque especial à sobremesa. Se a deia é mostrar o preparo de um bolo, fotos focadas nas mãos da confeiteira e outras mais distantes vão passar a imagem certa.

Cliques laterais podem demonstrar muito melhor o quão saboroso é o corte de carne servido, bem como um hambúrguer caseiro e seu conteúdo. Para saladas e sopas, por exemplo, fotos com visão de cima demonstram o conjunto do prato.

6. Aposte na simplicidade

Com a diversidade de conteúdos e fotos de comida presentes nas redes sociais, muitas vezes buscamos inspiração nas grandes empresas do ramo alimentício — o que pode ser uma boa fonte de ideias. Ainda assim, é preciso ter bastante cuidado. Muitas dessas produções são feitas por profissionais da área visual e custaram dinheiro e tempo, coisas que o empreendedor geralmente não tem de sobra.

Manter a simplicidade pode ser a chave para o sucesso, harmonizando os pratos e deixando-os com a melhor aparência possível. Um pouco de água esguichada nos legumes, por exemplo, passa a sensação de que estão extremamente frescos, bem como saladas cobertas com azeite. Já aquela fumaça capturada na imagem de um bolo ou café demonstra que foram recém preparados, algo bastante simples e que traz resultados.

Destacar o seu negócio por meio de boas imagens é uma necessidade atual, e um benefício que a tecnologia proporciona. Fotos de comida atraentes devem ter uma boa composição, uma montagem cuidadosa e, ao mesmo tempo, apostar na simplicidade.

É fundamental passar a experiência da culinária, e isso pode ser feito a partir da criatividade. Por isso, faça testes, repita e busque oferecer fotos de comida que sejam a cara do seu negócio e que também sejam irresistíveis. Conforme seu negócio for crescendo, invista mas nas suas fotos, um bom profissional pode fazer toda a diferença.

Quer ter mais dicas e insights como esses para alavancar seu negócio? Então siga nossas redes sociais e fique por dentro dos nossos conteúdos!

Receba nossas dicas e conteúdos gratuitamente diretamente em seu e-mail!

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.