técnicas de micropigmentação de sobrancelhas

Conheça as principais técnicas de micropigmentação de sobrancelhas

Na hora de empreender ou ingressar em uma nova profissão, muitos se perguntam no que vale a pena investir. O mercado de beleza, sem dúvidas, é um solo fértil para os dois públicos. Em 2019, apesar do momento de recessão econômica do país, esse nicho seguiu em ascensão, movimentando mais de R$107 bilhões, com um crescimento de 10%, segundo o Sebrae.

O negócio é lucrativo em todos os segmentos, mas alguns se destacam. Um deles é o de sobrancelhas. Uma das últimas tendências é a micropigmentação, um método de preenchimento por meio do dermógrafo, um aparelho com uma agulha na extremidade, que deposita pigmento antialérgico na região.

Com ele, é possível corrigir possíveis falhas, com o objetivo de deixar o resultado o mais natural possível. Diversas celebridades em todo o mundo já aderiram à técnica e essa popularidade motivou o mercado a inovar e investir em algumas técnicas de micropigmentação de sobrancelhas. Vamos falar mais, a seguir!

Para quem o procedimento é indicado?

A micropigmentação é indicada para qualquer pessoa que tenha a sobrancelha falhada, isto é, que seu preenchimento seja irregular. Isso pode se dar por diversas razões, desde a genética até um descuido na hora da manutenção da área. Quem tem cicatrizes ou menos pelos na região também pode aderir.

Depois da decisão, é importante escolher um profissional especializado para não se arrepender depois. Apesar de não ser um método definitivo, a duração costuma variar entre seis meses a um ano.

Nas primeiras semanas, principalmente, o procedimento é bastante evidente. Investir um pouco mais e garantir um resultado satisfatório vale a pena. Pesquisar é fundamental para casar quanto você deseja gastar às suas expectativas.

Para quem não é indicado?

Nem todo mundo pode fazer micropimentação. Pessoas cuja pele sofre com colagenoses (que são as doenças autoimunes relacionadas ao colágeno: artrite reumatoide, lúpus, esclerodermia, entre outras), inflamações, queloides não devem aderir ao procedimento. Também, aquelas que estão fazendo algum tratamento na região (contra acne, por exemplo).

Geralmente, a pele desses indivíduos já é mais fragilizada e passar por esse método estético a deixaria mais sensível e propensa ao surgimento de infecções e/ou problemas maiores. Além disso, quem utiliza marcapasso (aparelho de aplicação médica que serve para regular os batimentos cardíacos de pessoas que sofrem com doenças do coração) também não pode, já que ele e o dispositivo usado para o procedimento podem entrar em conflito.

Por fim, a micropimentação também não é indicada para quem tem o sistema imunológico debilitado. Se você deseja aderir, é importante conversar com um dermatologista antes e tirar suas dúvidas.

Técnicas de micropigmentação de sobrancelhas

Se o seu objetivo é se tornar um especialista na área, é essencial conhecer quais técnicas o mercado oferece atualmente para decidir em qual apostar. Conheça algumas, abaixo.

Fio a fio

Uma das preocupações de quem deseja fazer a micropigmentação é se o resultado vai ficar natural. A técnica do fio a fio consiste em desenhar fios com a mesma espessura e direção dos pelos já existentes, garantindo, assim, um aspecto mais genuíno.

Antes de aplicar o pigmento, o profissional vai avaliar as características do rosto, tirando as medidas e analisado qual tamanho é o ideal. O cliente pode levar modelos e inspirações, mas nem sempre é possível segui-los à risca, pois cada face tem dimensões diferentes.

Depois disso, é aplicada uma anestesia para iniciar o depósito do pigmento. Em alguns casos, o anestésico é dispensado: geralmente, depende do nível de tolerância a dor do(a) cliente. A técnica fio a fio costuma levar de 40 minutos a uma hora e meia para finalização.

Recomenda-se um retoque após os primeiros 30 dias para fixar ainda mais o pigmento, que sai bastante nas primeiras semanas. Após o retoque inicial, só é necessário repeti-lo a partir de um ano da primeira sessão.

Nesse meio tempo, o paciente deve tomar cuidados, como hidratar a região e usar protetor solar. No início, o ideal é evitar o sol por até uma semana para não prejudicar o processo de cicatrização.

3D

Essa técnica é indicada para quem tem poucos pelos na sobrancelha ou grande falhas. Ela consiste em replicar o modelo acima (fio a fio), com um acabamento sombreado, que dá a impressão de ter mais fios.

A micropigmentação 3D costuma durar mais tempo (de um a dois anos) e confere um ar mais realista, já que mescla fios de cores e tamanhos diferentes. Pela especificidade do processo, essa técnica custa mais caro e exige os mesmos cuidados da abordada anteriormente.

Microblanding

O microblanding tem um efeito mais expressivo e, por isso, mais invasivo. Para que ele seja feito, é usado o Tebori, instrumento em forma de caneta, com microlâminas, responsáveis por deixar o pigmento na pele.

O processo é manual, então, é indispensável que o profissional preste atenção ao bem-estar do cliente na hora do procedimento. Importante ressaltar que a durabilidade do microblanding é inferior aos demais, devido ao corte na pele, que é mais superficial.

Compacta

Esse tipo de micropigmentação é mais indicado para quem tem poucas falhas na área. Por essa razão, seu efeito é mais marcado, mas isso vai depender do tom de pele do cliente, do produto utilizado etc. No procedimento, toda a sobrancelha é preenchida e contornada com o pigmento.

Shadow

Também conhecida como Shadow Line, essa técnica une as características da fio a fio com a esfumada, o que garante um efeito ainda mais natural. Seu diferencial é que ela tem um efeito degradê: o destaque se prende do meio ao fim da sobrancelha, dando menos tom ao início, o que confere mais naturalidade. Ela também é feita com o Tebori.

Um designer de sobrancelhas pode dominar uma das técnicas ensinadas acima, mas é essencial conhecer todas e considerar a possibilidade de oferecê-las, já que expande suas chances de crescimento e reconhecimento na área. Da mesma forma, especializar-se pode abrir muitas portas nesse mercado que só cresce, nacional e mundialmente.

Gostou do nosso conteúdo sobre técnicas de micropimentação de sobrancelhas? Então, compartilhe em suas redes sociais e ajude mais pessoas a entrar nesse negócio cada vez mais promissor!

Receba nossas dicas e conteúdos gratuitos diretamente em seu e-mail!




Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.