Criar um cardápio de doces, brigadeiros

Passo a passo para criar um cardápio de doces

Você entrou para o mundo da confeitaria e precisa de uma ajuda para criar um cardápio de doces do zero? Pensando em te ajudar a superar esse desafio, separamos todas as dicas para você criar um cardápio de sucesso que será a base do seu negócio!

Depois que você já deu um nome para o seu comércio de doces, fez as redes sociais e abriu a MEI, é hora de planejar todo o cardápio. E ele deve ser simplificado para o seu trabalho render bastante e variado para que o seu público compre sempre.

Agora é a hora de arregaçar as mangas e criar um cardápio de doces muito original, saboroso e rentável: tudo o que você precisa para produzir, vender e faturar!

Criar um cardápio de doces, biscoitos de chocolate

Faça receitas que usam poucas bases para criar um cardápio de doces com mais produtos

Um dos erros mais comuns de quem vai montar um cardápio de guloseimas é variar demais nas receitas. Pois o que está por trás disso é um grande problema para a produção, tempo e seus custos.

Variar muito o cardápio é possível quando você tem equipes, estoque e alto giro de vendas. O que não acontece com quem está começando.

Por isso, para acertar na escolha de receitas que vão preencher o seu cardápio de doces, escolha preparos que tenham basicamente as mesmas matérias-primas. Assim, você só vai acrescentar ou retirar um ou outro ingrediente de cada receita, na hora de fazer.

Com a escolha de receitas que levam basicamente as mesmas bases, ou ingredientes muito parecidos, você terá as vantagens de:

  • ter sempre as matérias-primas dos preparos com validade em dia, evitando correr o risco de uma venda sazonal de um único produto;
  • aumentar as suas chances de economizar com a compra de quantidades maiores;
  • ganhar reconhecimento como referência por fazer produtos de determinado tipo;
  • melhorar o seu planejamento de compras, produção e vendas;
  • tornar-se especialista rapidamente em alguns tipos de doces;
  • otimizar o tempo de produção;
  • focar mais na sua produção;
  • facilitar o armazenamento.

Criar um cardápio de doces, mini cupcake

Entenda qual é o perfil do seu público

O seu cardápio de doces deve ser pensado para as pessoas que você quer alcançar ou que já compram com você. O objetivo é agradar a maioria do seu público e atender as principais necessidades dele!

Pode parecer engraçado, mas, às vezes em um mesmo bairro, de uma rua para outra, um comércio pode dar muito certo ou errado. Isso acontece por causa do público que anda pela região e procura determinados tipos de alimentos.

Com um negócio de doces vale o mesmo. Você deve entender como é a variedade de doces que a região já oferece. Assim como quem são as primeiras pessoas que compram de você, e o que elas buscam quando o assunto é doce.

Assim, você irá definir se vale mais fazer bolos gelados, tortas, doces de pote ou então encomendas para festas. Cada um desses nichos do mercado tem o seu público e saber qual é o seu te levará ao sucesso mais rápido.

Se você perceber que o seu negócio pode vender mais se atender festas, aposte alto nesse nicho. Neste curso da eduK com a especialista Lu Neves, você aprende a fazer minibolos para casamento!

Monte um cardápio com um número equilibrado de opções

Da mesma forma que criar um cardápio de doces com receitas muito diferentes umas das outras, fazer preparos demais vai prejudicar o seu trabalho.

Não há um mínimo de receitas que você deve criar e nem um máximo. Contudo, com base nos seus custos, tempo de produção e público, você deve fazer um menu justo em todos os sentidos. Um mix de produtos que contenha faixas de valores diferentes também pode ser uma excelente ideia. Assim, você pode explorar desde uma linha gourmet até lembrancinhas mais em conta.

Dessa forma, pense em criar um número de opções de doces para venda que entregue boa variedade e sabores diferenciados.

Além de facilitar a sua produção e melhorar o rendimento do seu tempo, com a quantidade justa de receitas os seus clientes poderão comprar sempre algo diferente.

Teste receitas até chegar aos melhores sabores, texturas e formatos

Definidos os tipos de receitas e o tamanho do seu cardápio, chega a hora de fazer testes e mais testes. Eles farão a sua técnica, o sabor e aparência dos seus doces ficarem melhores a cada tentativa.

Assim, mesmo que você já tenha habilidade em fazer algumas receitas, pense que vai fazer para vender para valer. Então, o seu resultado precisa ser à altura do que o público deseja.

Também, um ponto bastante positivo de fazer testes até chegar ao melhor resultado é que você entenderá como cada ingrediente se comporta. Ajudando você a perceber quais são as melhores quantidades, temperaturas e tempo de preparo de cada receita.

Que tal aprender além de novas receitas, a fazer decorações nos doces para chamar mais a atenção dos seus clientes? Aprenda com a especialista Lu Neves a fazer docinhos de festa do ponto à decoração!

Tome cuidado com o armazenamento de seus doces

Ter um estoque é algo básico para quem trabalha com qualquer tipo de alimento. E criar um cardápio de doces deles, exige um olhar muito atento sobre a validade e o armazenamento de cada ingrediente.

Então, como boa parte de doces leva ingredientes como leite, manteiga e ovos, você precisa coordenar a sua produção com as vendas. Para que não sobrem ingredientes por muito tempo na geladeira e nem doces prontos por dias, sem vender.

Ademais, se você vai trabalhar com doces que levam frutas, tenha bastante cuidado quanto ao armazenamento. Esses alimentos não podem ficar por dias em estoque porque são bastante perecíveis e podem contaminar o resto do preparo.

Criar um cardápio de doces, muffin

Invista em produtos que se complementem nas vendas

Um ponto bem importante que você deve pensar na hora de criar um cardápio de doces é em como uma venda vai ajudar na outra. Como assim? Um produto pode complementar a venda de outro, “puxando” mais vendas.

Por exemplo, se você vai trabalhar com bolos para festas, ter uma grade de doces como brigadeiros e beijinhos, contribui para complementar as vendas.

Essa dica também funciona para criar com mais facilidade, promoções e descontos para a venda de seus doces. Você pode fazer combos, como a cada bolo que a pessoa levar, ela terá um desconto de algum valor na compra de outro doce.

Defina embalagens bem seguras para os seus doces

Criar um cardápio de doces também deve levar em conta os tipos de embalagens que você vai usar. Pode parecer que esse critério é só um detalhe, mas com a alta das vendas delivery, a embalagem virou prioridade.

Assim, pense em criar um cardápio de doces que não comprometa o envio dos produtos, por exigirem embalagens que sejam difíceis de trabalhar. Alguns produtos muito delicados requerem um envio ainda mais seguro, por isso o motivo.

Também, pensando na temperatura que os doces têm que ser enviados, é preciso ter embalagens que deem conta de protegê-los do calor.

Criar um cardápio de doces, caixa de bombons

Planeje bem cada detalhe nessa hora, pois seja na retirada dos doces pelos seus clientes ou no seu envio, as embalagens são os cartões de visita dos seus produtos. E o delivery vai continuar como uma alta tendência de mercado daqui em diante.

Fazer os seus doces pode até ser uma tarefa que você esteja bem acostumada, mas na hora de criar um cardápio de doces, cada receita deve ser pensada com cuidado. Para que assim, os preparos rendam em produção, tempo e dinheiro, sem causar imprevistos.

Quando é para criar um cardápio, a variedade é um dos motivos que mais levam as pessoas a comprarem de você. Por isso, descubra muitas receitas que vão dos doces tradicionais aos mais finos, com a expert Roseli Minutti!

Receba nossas dicas e conteúdos gratuitos diretamente em seu e-mail!