Volume russo: aprenda a trabalhar com essa técnica de alongamento de cílios

O alongamento de cílios tem ganhado ainda mais força nos últimos tempos. Além de valorizar o olhar, ele ainda deixa a aparência mais arrumadinha sem muito esforço. E se você quer oferecer um efeito mais dramático, com muito volume e alongamento, um ótimo investimento é a técnica volume russo.

Ainda não tem prática? Não se preocupe! Neste post, você vai entender um pouco mais sobre como funciona a técnica de volume russo. Vamos lá?

O que é volume russo?

É uma técnica de extensão de cílios que consegue combinar alongamento e volume, dando um efeito dramático na medida! Para isso, a manicure cola fans em todos os fios pode conter de 3 a 8 fios, dependendo dos cílios naturais de cada cliente. Algumas profissionais usam até 10, mas essa quantidade sai um pouco da proposta do megavolume e pode pesar nos fios.

A técnica tem esse nome porque surgiu quando a lash designer Olga Dobronravova, esforçando-se para criar um alongamento mais volumoso, decidiu tentar aplicar não um, mas dois cílios artificiais em um natural. E depois três. Foi assim que a extensão clássica de volume nasceu, tornando-se mais tarde conhecida como volume russo em todo o mundo. 

Qual tipo de cílio se usa na técnica?

Enquanto no alongamento fio a fio a lash designer cola uma extensão por cílio, no volume russo é preciso aplicar várias — só assim você consegue aquele efeito bem poderoso! Conhecido popularmente como “tufinho”, o fan é o grupo de cílios que você usa em todos os tipos de alongamento que não sejam o fio a fio.

É importante lembrar que uma lash designer profissional deve usar o termo “fan” em vez de “tufinho”. É mais profissional e mostra autoridade no seu segmento, certo?

Mas você não precisa comprar extensões específicas para montar o fan. Essa montagem pode ser feita pouco antes da aplicação do volume russo. E se você nunca fez, não se preocupe — a gente te explica. Olha só:

Materiais

  • fita com os fios para alongamento;
  • escova para cílios;
  • pinça curvada;
  • base flutuante;
  • base de vidro;
  • cola de cílios.

Como montar

  • passe a escova nos fios para separá-los;
  • leve a pinça até a fita. Remova a quantidade de fios que achar necessária para a montagem do fan — nesta técnica, o máximo de cílios colados em cada fan são oito;
  • o modo mais fácil de montar é usando os dedos. Lembre-se de ajustá-los para que fiquem abertos como um leque (“fan” é a palavra em inglês para “leque”);
  • umedeça a base dos fios na cola e coloque na base flutuante, de pé, ou diretamente nos cílios da cliente, caso deseje montá-los na hora de fazer o volume russo;
  • a pontinha do fan precisa ficar bonita e certinha. Se o resultado for desigual, será preciso jogar fora.

Atenção: os “tufos” vendidos pelo mercado são, na verdade, cílios postiços. Portanto, não servem para fazer volume russo nem nenhum outro tipo de alongamento, já que o resultado ficará ruim e não vai durar. Na hora de fazer a compra, escolha cílios unitários de diversas espessuras e específicos para extensão de cílios.

 O que é mapping?

Como o nome sugere, o mapping é um mapa que serve de guia para a lash designer para o estilo do alongamento. Serve tanto para volume russo quanto para outros tipos de extensão. 

O mais bacana é que você pode montar o seu, acredita? Na internet, existem vários modelos de mapping que é possível copiar para treinar em casa. É possível até escolher estilo Kim Kardashian!

O mapping deve ser desenhado na fita que cobre os cílios inferiores. Isso facilita a colagem e o trabalho no geral.

Como fazer o alongamento volume russo?

Confira o que você vai precisar para começar a aplicar a técnica no salão:

Materiais

  • pinça curvada (para o alongamento em si) e pinça reta (para o isolamento do cílio). Você pode usar também 2 pinças tipo agulha;
  • lupa para cabeça (opcional), para ajudar a enxergar todos os fios com mais nitidez;
  • acetona (para limpar a cola da base de vidro após o uso);
  • higienizador para as mãos ou álcool gel 70 volumes;
  • touca de TNT (para proteger o cabelo da cliente).
  • base de vidro (onde você vai pingar a cola);
  • bases flutuantes (esponjas de maquiagem);
  • gel patch, micropore ou foam tape;
  • pincel para sobrancelhas;
  • shampoo para cílios;
  • lenço umedecido;
  • lenço de papel;
  • demaquliante;
  • cola/adesivo;
  • tônico facial;
  • microbrush;
  • nanomister;
  • removedor;
  • cotonete;
  • algodão;
  • primer;
  • água.

Dica: Não utilize demaquilantes bifásicos, à base de óleo ou silicone. Eles podem tirar o poder adesivo da cola.

Pré-preparo

  • peça para ela ir sem maquiagem: mesmo que você tenha todos os produtos de limpeza, base e rímel podem deixar microrresíduos que vão atrapalhar a aderência da cola;
  • explique que a técnica demora: o volume russo demora, em média, 2 horas. Durante todo esse tempo, a cliente permanecerá deitada. Portanto, ela deve ir com tempo livre e ciente de que precisa ter paciência para que o resultado seja incrível;
  • pergunte o que ela deseja: a cliente pode ter olhos arregalados e, mesmo assim, querer um estilo boneca (mais recomendado para olhos pequenos ou puxados). E se ela prefere um resultado natural, o volume russo não é o mais indicado. O importante é que ela saia satisfeita, e uma boa conversa pode evitar frustrações;
  • horário: no momento de marcar o dia do procedimento, explique que você dará apenas um tempo de tolerância de 15 minutos. Assim, você não atrasa outros procedimentos marcados para o mesmo dia;
  • cancelamentos: oriente a cliente a avisar qualquer imprevisto com pelo menos 24h de antecedência. Dessa forma, você consegue remanejar sua agenda;
  • duração: em média, o volume russo dura três semanas, mas não dê um prazo específico. A rotina e os hábitos da cliente podem fazer com que o alongamento caia bem antes, mas ele também pode durar mais que o previsto.

Passo a passo

  • isole os cílios inferiores com gel patch, micropore ou foam tape. Deixe todos presos para que não colem nas extensões;
  • passe o primer com o microbrush. Ele vai retirar qualquer sujeira que tenha sobrado após a limpeza;
  • faça a montagem dos fans. Coloque uma boa quantidade deles em cima da base flutuante;
  • com a pinça, segure o fan pela ponta fina. Pegue sempre de lado, para que os fios fiquem virados para você;
  • na hora de segurar a pinça, sua mão deve ficar mais próxima à base do que dos ganchos. Assim, fará menos pressão no fan;
  • pingue duas gotas de cola na base de vidro;
  • pegue o fan e molhe-o na cola da metade para a base;
  • com a outra pinça, separe os cílios daquele onde deseja colar a extensão;
  • o fan deve “pousar” no cílio natural. Não há necessidade de força.

Dicas para um volume russo perfeito

  • sempre cole próximo à raiz do cílio natural, mas não muito. A cola jamais deve entrar em contato com a pele;
  • não demore muito na hora de colar. Assim que você colocar a cola no cílio, já faça a extensão;
  • caso o fan fique torto, tire-o imediatamente. O poder de adesão da cola é altíssimo, portanto é preciso ser rápida nessa hora;
  • não deixe formar bolinhas de cola nos cílios da cliente. Quando aparecerem, limpe imediatamente.

Quanto cobrar pelo volume russo?

Existem preços de várias faixas — até de R$450! O ideal é que você cobre, no mínimo, R$150. Lembre-se de que o procedimento dura, pelo menos, duas horas. Além disso, ele precisa ter um preço maior que o fio a fio, já que há um gasto significativamente maior de cílios e você precisa fazer a montagem dos fans.

No entanto, leve em conta alguns fatores antes de precificar:

  • o preço dos itens que você utiliza para fazer o procedimento;
  • a região onde trabalha e a renda dos habitantes;
  • sua experiência e investimento em cursos;
  • a faixa de preço da concorrência;
  • seu público-alvo.

Gostou de saber mais sobre volume russo? E para se tornar uma lash designer especialista na técnica, confira o curso Alongamento de cílios: volume russo, com Mariana Bachi!

Receba nossas dicas e conteúdos gratuitos diretamente em seu e-mail!




    Fale o que você pensa

    O seu endereço de e-mail não será publicado.