micropigmentacao-labial

Micropigmentação labial: conheça as técnicas para iniciar

Muitas clientes ficam com a autoestima abalada quanto percebem que seus lábios tem uma coloração um pouco arroxeada ou apagada, que não traz aquele ar de saúde que um tom mais corado proporciona. Mas, sabe o que é interessante? A designer de sobrancelhas pode ajudar nisso! Normalmente, ela é a responsável por aplicar a micropigmentação labial, um procedimento temporário que deixa a boca mais desenhada e colorida.

O mais interessante é que a intenção não é deixar os lábios como se estivessem com um batom permanente, e sim com uma cor mais homogênea, viva e natural. E se você quer oferecer esse serviço à cliente, entenda agora como aplicar a micropigmentação labial!

micropigmentacao-labial

Como é feita a micropigmentação labial?

Na verdade, existe apenas uma técnica de micropigmentação labial — que é a mesma do tingimento de sobrancelhas. O que muda é o tipo de pigmento, mas o instrumento utilizado é o mesmo: o dermógrafo.

Há também a revitalização, que “devolve” a cor dos lábios. Com o passar do tempo, tanto a micropigmentação labial quanto a revitalização saem, e com muito mais facilidade que a de sobrancelhas. Mas isso é normal, já que a pele dos lábios sofre mais com fricção, além de ser mais fina e delicada.

Materiais

Para fazer a micropigmentação labial, você vai precisar de:

  • dermógrafo com agulha cuja ponta tem espessura de 0,30 mm. Ele será usado sempre em velocidade média;
  • anestésicos (lidocaína e lidocaína com epinefrina);
  • pigmentos para lábios;
  • esfoliante de lábios.

Preste atenção também nos itens que não são específicos para pigmentação labial, mas que serão essenciais para a execução do trabalho:

  • batoque e porta-batoque;
  • caneta-gel branca;
  • lenço umedecido;
  • cadeira ou maca;
  • palito de dente;
  • aplicador;
  • máscara;
  • luz focal;
  • algodão;
  • touca;
  • luvas.

Avaliação

Antes de fazer a micropigmentação labial, é preciso avaliar se os lábios da cliente estão suficientemente hidratados. A técnica causa pequenas lesões para que o pigmento consiga ser aderido. Portanto, a pele da região não pode estar ressecada, pois a cicatrização será prejudicada.

Outro detalhe importante é observar a cor dos lábios. Tons muito arroxeados ou amarronzados precisam passar por uma neutralização antes. Aliás, você sabia que na neutralização já é possível encontrar um tom bem natural para os lábios? Se a cliente gostar, nem será necessário passar o pigmento.

Expectativa x realidade

Muitas clientes com lábios finos querem que a designer faça um desenho que dê a ilusão de uma boca mais carnuda. No entanto, isso não é possível com a micropigmentação labial. O resultado será artificial, que é o exato contrário do efeito desejado aqui.

A micropigmentação corrige manchinhas e deixa a boca com uma cor mais viva, desenhada e com ar de saudável. É possível até dar uma acentuada no desenho do arco do cupido (aquele “vale” no meio do lábio superior). Mas para um efeito mais carnudo, só com preenchimento labial mesmo — procedimento que só pode ser feito por um dermatologista ou cirurgião-dentista.

Desenho

Com a caneta-gel branca, comece a fazer o desenho para a micropigmentação labial. Ele precisa acompanhar o desenho natural dos lábios. Estique a pele com os dedos para deixar o contorno mais visível para você. 

micropigmentacao labial, marcacao

Algumas designers aplicam o anestésico antes de começar o desenho com a caneta-gel, mas reaplicam logo depois. Você pode seguir essa dica, principalmente se a cliente for muito sensível. Para isso, faça o seguinte:

  • pegue o anestésico 1 (lidocaína) e deixe agir por 5 minutos. Faça o contorno dos lábios com a caneta em gel;
  • depois de ter o contorno pronto, aplique o anestésico 2 (lidocaína com epinefrina) e deixe agir por 10 minutos.

Em alguns salões, é possível que você veja designers que usem lápis de boca no lugar da caneta. O problema é que, além de serem cores parecidas com as dos lábios, eles não terão a mesma fixação. Portanto, vale a pena investir nela.

Deixe a marcação bem viva, por isso passe mais algumas vezes para deixar o gel mais forte. Lembre-se de não deixar o desenho ultrapassar o contorno dos lábios — nem mesmo se a cliente pedir! É o seu nome como profissional que está em jogo, certo?

Dica: antes de começar o traço, prenda a respiração. Isso garante que você tenha mais firmeza nas mãos.

Pigmento

Na hora de escolher o pigmento perfeito para a micropigmentação labial, leve em consideração a cor dos lábios da cliente, que pode ser coral, rosa ou vermelha. Lábios com fundo rosado, por exemplo, ficarão bonitos com pigmentos rosados. Essa sempre será a regra: não mudar  completamente a cor dos lábios, mas deixar o tom (principal ou de fundo) mais vivo.

Dica: na dúvida, ponha um pouco do pigmento na pele da cliente, ao lado dos lábios. Assim, você consegue conferir com mais facilidade a cor que se aproxima do tom natural dela;

Dermógrafo

Pegue o dermógrafo e comece a fazer a micropigmentação labial. Este não é um momento de pressa: se o desenho com caneta-gel já precisa ser feito com cuidado, imagine a aplicação do pigmento! Estique levemente a pele dos lábios e faça pequenos vaivéns com o dermógrafo. 

Vamos lembrar novamente que a velocidade precisa ser a média, independentemente da potência que seu aparelho tenha. Ele deve seguir o desenho feito com a caneta-gel.

Atenção: na hora de segurar os lábios, tome cuidado para não apoiar a mão em cima da marcação. Senão, você acaba removendo o desenho feito com a caneta-gel. Caso isso aconteça, refaça-o antes de passar o dermógrafo.

Contorno

Antigamente, a micropigmentação labial se limitava a fazer o contorno dos lábios. Aí, já viu! A gente tinha aquele resultado artificial, como um eterno lápis labial na boca. Hoje, não é assim que funciona: a designer também tinge os lábios com o pigmento.

Mas como isso é feito? Você deve esticar levemente a pele do lábio e passar o dermógrafo com movimentos de vaivém bem curtos e rápidos, como se estivesse pintando com lápis de cor. Faça horizontal e verticalmente, para que não fiquem falhas na sua pigmentação.

Pintou um pedacinho dos lábios? Tire o excesso com o lenço umedecido. Se a cliente quiser uma cor mais forte, passe e limpe novamente. Quanto mais tinta você passar, mais colorida a boca vai ficar.

Para um efeito menos chapado, você pode tingir mais os cantinhos e a parte mais próxima ao contorno, deixando o meio dos lábios mais claro. Esse truque dá até a ilusão de lábios mais carnudos (principalmente se a cliente for adepta do gloss!).

Atenção: é normal que o pigmento suje um pouco os dentes. Micropigmentação faz sujeira, não adianta! Mas não se preocupe: a tinta não se fixa no esmalte.

Dicas: 

  • depois de realizar o procedimento, peça para a cliente fazer um “biquinho”. Se aparecerem pontos brancos nos lábios, será necessário fazer retoque;
  • faça todo o preenchimento dos lábios começando pelo lábio superior e, depois, passando para o inferior. Passe duas vezes em cada um: a primeira passada deve ser feita com movimentos horizontais; a segunda, com movimentos verticais.

micropigmentacao labial, antes e depois

Como cuidar dos lábios após a micropigmentação labial?

Explique para a cliente que a cor ficará bem intensa nos primeiros dias, mas que sofrerá um desbotamento de 50% em até uma semana. Depois, sairá uma casquinha, que vai deixar os lábios esbranquiçados, como se o pigmento tivesse desaparecido! No entanto, ela não precisa se preocupar: a coloração volta em 20 dias.

Cuidados para os primeiros 7 dias após a micropigmentação labial:

  • não molhe com água corrente;
  • evite água, principalmente quente;
  • limpe o procedimento meia hora depois, com algodão umedecido em água fria. Depois, passar pomada (Bepantol Derma) para hidratar os lábios, que ficam muito ressecados
  • evite beijar e esticar para não fazer fissuras;
  • beba com canudo;
  • evite exposição solar;
  • evite contato com bebidas ácidas, pois elas podem causar feridas;
  • após esse período, hidrate muito com protetor labial. O ressecamento pode interferir negativamente o procedimento.

Pronta para começar a investir na micropigmentação labial? E para não perder nenhum detalhe sobre o procedimento, confira o curso gratuito da eduK Micropigmentação labial: cor perfeita e domínio do dermógrafo!

Receba nossas dicas e conteúdos gratuitos diretamente em seu e-mail!