Processo de despigmentação de sobrancelhas

Fique por dentro das melhores técnicas de despigmentação de sobrancelhas

Procedimentos estéticos de maior durabilidade tem efeitos positivos e negativos. As vantagens de não realizar manutenção com grande frequência e estar em dia com a autoestima podem se transformar em um pesadelo caso o resultado não corresponde às expectativas. Calma, o problema tem solução. Você já ouviu falar sobre despigmentação de sobrancelhas? Sabe como funciona, quais as restrições e os resultados? Então continue a leitura, tire as suas dúvidas e entenda as particularidades dessa técnica!

O que é e como funciona a despigmentação de sobrancelhas?

A micropigmentação é uma espécie de maquiagem definitiva, no entanto ela não atinge as camadas mais profundas da pele, como uma tatuagem. Portanto, em casos de arrependimento, design com falhas ou imperfeições na tonalidade — sobrancelhas esverdeadas ou azuladas —, é recomendado fazer a correção dos erros com a despigmentação.

No entanto, essa decisão tem que ser tomada o quanto antes para facilitar o processo. Além disso, é importante consultar um profissional com experiência para evitar mais insatisfações ou até marcas. A contraindicação é para gestantes e lactantes, que não devem realizar o procedimento.

Também é importante ressaltar que as alterações são perceptíveis a curto, médio ou longo prazo, depende da cor e da tinta utilizada na micropigmentação. A remoção pode ser total ou parcial, de acordo com a necessidade da cliente. Todas essas escolhas devem acontecer sob a orientação de um profissional.

Resultado da despigmentação de sobrancelhas
Resultado da despigmentação de sobrancelhas

Quais as principais técnicas desse procedimento?

Com a decisão tomada, é a vez de saber como a despigmentação funciona, na prática. Quais são as técnicas disponíveis? Qual o nível de invasão de cada uma delas? Quais as mais modernas? Veja a seguir.

Aplicação de ácidos

Esse procedimento é recomendado para pequenos ajustes ou pessoas que não fizeram retoques da micropigmentação. Porém, pela natureza do material, é necessário que o profissional seja habilitado e devidamente treinado para o serviço. Caso contrário, a cliente poderá ter uma lesão séria e irreversível.

Usa-se um ou mais agentes químicos com o objetivo de promover a renovação celular. Quando entram em contato com a pele, os ácidos são capazes de esfoliar, afinar e regenerar os tecidos. Com a descamação da cútis, a pigmentação é gradualmente removida.

Técnica Salina

Trata-se da remoção do pigmento por meio de uma solução de água e sal. O líquido é aplicado por meio de um dermógrafo — mesmo aparelho utilizado para fazer a micropigmentação. Ao ser introduzido na pele, o líquido provoca um ressecamento na região e, posteriormente, a “expulsão” do pigmento. Entretanto, antes do resultado haverá uma desidratação dos tecidos e a formação de crosta de pele grossa e seca durante o período de cicatrização.

Devido aos efeitos colaterais, a técnica está deixando de ser popular. Dependendo do tipo de pele, o ressecamento e a desidratação podem trazer mais problemas além das imperfeições da micropigmentação . Algumas pessoas podem sofrer hiperpigmentação e queloide.

Excisão cirúrgica

É um método voltado para situações extremas, devido à complexidade e as chances de cicatrizes. Consiste em cortar os pigmentos e realizar a sutura das bordas da pele. Como é mais invasivo, é preciso avaliar bem o caso e o histórico da paciente para evitar marcas.

Despigmentação a laser

Essa é a tecnologia mais atual e conhecida. É utilizada tanto para a remoção de tatuagens quanto para a micropigmentação. O laser irradia sobre a pele e o restante do procedimento é natural: as micropartículas do pigmento são absorvidas pelo sistema imunológico (linfático). Os fragmentos são eliminados com o tempo.

Para isso, é preciso direcionar a luz do laser para a área pigmentada por apenas uma fração de segundo. Esse é o tempo ideal para que o laser aja de forma inofensiva sobre a camada externa da pele, atingindo apenas o pigmento.

O processo não é indolor, mas é tolerável. Por isso, podem ser necessário mais de uma sessão. A quantidade ideal leva em conta as áreas que serão corrigidas e o nível de aceitação da cliente para realizar o procedimento.

Como avaliar qual a técnica adequada para cada caso?

Além de conhecer bem cada técnica e saber operá-la, é preciso ter discernimento para avaliar qual o método mais adequado para cada cliente. A experiência tornará esse processo mais fácil, no entanto, a capacitação é obrigatória. No entanto, onde aprender sobre despigmentação de sobrancelha?

cursos disponíveis no mercado voltados para todas essas técnicas. Procure um que tenha reconhecimento de profissionais da área e boa avaliação dos alunos. Investir em conhecimento é uma ótima escolha para o crescimento pessoal e financeiro. Portanto, dedique-se ao máximo no presente e desfrute de renda extra no futuro próximo.

O melhor: mesmo quem trabalha o dia todo e não quer perder tempo com deslocamento pode aprender sobre despigmentação de sobrancelha no conforto do lar por meio de cursos online. Então, tá esperando o que para destacar-se no mundo da beleza?

Converse sempre

Lembre-se: cada decisão deve ser tomada junto da cliente. Apesar de ser um procedimento estético, ele envolve a pele e, por sua vez, a saúde da pessoa insatisfeita com a micropigmentação. Além disso, também mexe com a autoestima, então todo cuidado é pouco.

Por isso, converse bastante antes, apresente cada método, explique o passo a passo e tire todas as dúvidas necessárias. Somente quando a cliente se sentir totalmente segura e confortável é que o procedimento deve ser marcado.

Dessa forma, tanto você quanto a cliente se sentirão mais tranquilas e as chances de ambas ficarem satisfeitas com o resultado são maiores. Com paciência, diálogo, empatia, conhecimento e profissionalismo, o procedimento será um sucesso. Além de um novo olhar, ele trará um novo sorriso!

Como você viu, quando a cliente faz a micropigmentação com um profissional inexperiente ou não tem um resultado satisfatório, como falhas de simetria ou cor indesejada, é possível corrigir os erros por meio da despigmentação de sobrancelha. Mas é preciso ter em mente quais as condições e a busca por um profissional responsável e com experiência reconhecida no mercado. Assim, as sobrancelhas ficarão bem desenhadas e no tom ideal, deixando o rosto mais harmonioso e marcante.

Se interessou pelo tema? Então, descubra como conquistar o sucesso exercendo a profissão de designer de sobrancelha!

Receba nossas dicas e conteúdos gratuitos diretamente em seu e-mail!