tipos de depilação feminina

Conheça agora 7 tipos de depilação feminina e suas particularidades

Um dos grandes benefícios da modernidade é a existência de diferentes tipos de depilação feminina. Cada técnica favorece uma ou mais áreas do corpo, de modo que é possível escolher a que melhor se encaixa às necessidades de suas clientes e, assim, garantir um processo confortável e seguro.

Conhecer os diversos tipos de técnicas de depilação feminina é importante para otimizar a qualidade de seu serviço e indicar sempre as melhores opções para as suas clientes, conquistando cada vez mais a satisfação de seu público.

Os métodos de depilação existentes se dividem em temporários e definitivos. Cada um deles tem os seus respectivos benefícios e desvantagens, como duração, preço, intensidade da dor, contraindicações, entre outros.

Tem interesse em saber mais a fundo sobre cada uma das técnicas de depilação? Neste post, vamos apresentar 7 tipos de depilação feminina e falar um pouco mais sobre as suas particularidades, cuidados necessários em cada procedimento, locais do corpo em que são mais indicados, entre várias outras curiosidades. Acompanhe!

1. Lâmina

Essa é uma das maneiras mais conhecidas de se ver livre dos pelos. Afinal, para realizar a depilação, basta ter um aparelho de barbear e uma espuma para facilitar o deslizar das lâminas.

Além do mais, essa técnica é indolor, de baixo custo e pode ser utilizada nas mais variadas áreas do corpo, como virilha, pernas, axilas, linha alba (região com pelos que vão do umbigo até a virilha), entre outras. Entretanto, não é recomendada em locais em que a pele é mais sensível, como no rosto.

A lâmina também é pouco indicada para pessoas que têm alta sensibilidade na pele ou tendência à foliculite e aos pelos encravados. Além disso, como a técnica não retira a raiz dos pelos, eles começam a crescer novamente — aproximadamente após três dias.

2. Linha

A linha é um método bem antigo, usado principalmente nos países orientais. Ela é mais indicada para o rosto, pois retira os pelos desde a raiz, sem causar atrito à pele, podendo ser utilizada em pessoas que têm a derme sensível.

Nesse caso, é fundamental que o procedimento seja realizado por um profissional apto, a fim de evitar danos à estrutura da pele dos clientes. A durabilidade dessa depilação é de 15 a 30 dias, o que chama muito a atenção dos consumidores, mesmo sendo um processo que demanda tempo e tem um custo médio.

A linha pode ser usada nas sobrancelhas, no buço, no mento, nas axilas, nas pernas, na virilha e na barba. É importante também que o material utilizado seja algodão ou poliéster, assim, é possível prevenir lesões ou acidentes.

3. Pinça

A pinça é outro método muito utilizado no rosto, principalmente nas regiões da sobrancelha e do buço. Assim como a linha, esse procedimento pode ser levemente doloroso, dependendo da sensibilidade do cliente. Ele também requer tempo, pois retira um pelo por vez, desde a raiz.

Sua durabilidade é de 15 a 30 dias. Além disso, é interessante que a depilação seja feita por um profissional habilitado, para evitar quebrar os fios ou ferir a pele do cliente na tentativa de puxar pelos muito curtos.

4. Cera fria

A cera fria é uma das opções mais rápidas de depilação. Ela remove os pelos da raiz, fazendo com que demorem cerca de 20 dias para crescer novamente. Em contrapartida, é um dos processos mais dolorosos. Caso não seja feito adequadamente, pode encravar os pelos.

Além disso, há algumas contraindicações para seu uso, como em pessoas com varizes, verrugas ou ferimento sobre a pele. Esse método também não é recomendado para regiões curvas, como as axilas, agindo melhor sobre as pernas e as coxas.

5. Cera quente

A cera quente é um procedimento semelhante ao da fria. Porém, é menos dolorosa, assim como tem menos chances de encravar os pelos. Isso ocorre porque o aumento da temperatura favorece a dilatação dos poros, o que faz com que a depilação aconteça sem tanta agressão à pele.

Essa técnica é indicada para as mais variadas regiões do corpo, como pernas, virilhas, buço, axilas, linha alba, entre outras. No entanto, é interessante alertar as clientes que sua aplicação pode aumentar a tendência ao escurecimento das regiões, como na linha do biquíni e debaixo do braço, principalmente em pessoas de peles retintas.

6. Laser

O laser é uma das alternativas definitivas de depilação, removendo os pelos de maneira gradual, a cada sessão — a quantidade varia de acordo com a região, sendo geralmente dez aplicações. Essa é uma ótima opção para quem deseja um resultado duradouro e não quer mais passar por problemas como foliculite ou pelos encravados.

Por conta de sua eficácia e de ser quase indolor — a depender do aparelho utilizado — esse também é um dos métodos de maior custo. No entanto, pode ser aplicado em diversas áreas do corpo, desde que haja contraste da cor do pelo com o tom de pele.

Isso é necessário, pois a energia emitida pelo laser é absorvida pela melanina presente nos pelos, impedindo o seu crescimento. Para pessoas com peles negras ou bronzeadas, existem alternativas com tecnologias mais avançadas, que não causam danos nem manchas.

7. Luz pulsada

O procedimento da luz pulsada, também conhecida como fotodepilação, assemelha-se ao laser, porém, utiliza um comprimento de onda diferente. Da mesma forma que a técnica anterior, sua aplicação não é indicada em regiões sensíveis, como próximo aos olhos e na região íntima.

Embora também seja de alto custo e definitivo, os diferenciais desse tipo de depilação feminina é que ele é mais econômico que o laser, assim como é um método menos agressivo à pele. Entretanto, necessita de mais sessões.

Como percebeu, existem diferentes tipos de depilação feminina que você pode apresentar para as suas clientes. Executar as técnicas de maneira apropriada é essencial para evitar dor e desconforto em seu público e, assim, transmitir autoridade na área da beleza.

Gostou deste post? Se sim, curta a nossa página no Facebook para ficar por dentro de mais conteúdos sobre a área!

Receba nossas dicas e conteúdos gratuitos diretamente em seu e-mail!