Seja uma manicure diferenciada: 10 técnicas para estar a frente da concorrência

Em um mercado tão competitivo quanto o da beleza, é preciso saber se destacar. São muitos serviços e profissionais atendendo ao redor, então pode parecer difícil ser uma manicure diferenciada. Mas se você se preocupa em oferecer o melhor para as suas clientes, já está dando um passo bem grande para o sucesso profissional, viu?

Para quem está começando, pode ser difícil conhecer as diferentes técnicas que o universo das unhas oferece. Afinal, é preciso estar de olho, já que aparecem novidades a todo o momento. E é isso que faz uma manicure diferenciada: estar bem informada sobre sua profissão para oferecer o melhor às clientes.

Se você está começando a carreira ou quer se destacar da concorrência, chegou ao post certo! Confira 10 dicas para ser uma manicure diferenciada e atrair mais clientes!

1. Domine a esmaltação em gel

Já pensou em oferecer às suas clientes uma esmaltação resistente, que pode durar até 3 semanas mantendo brilho e cor bem vivas? Pois é! A esmaltação em gel proporciona tudo isso e muito mais.

O esmalte em gel é um tipo de verniz que fica muito mais tempo nas unhas e só pode ser aplicado por uma manicure. Portanto, não o confunda com o esmalte efeito gel que a gente encontra facilmente na farmácia. Ele não precisa de aplicação frequente de top coat e só pode ser removido no salão, com produtos específicos. 

O produto não pode ser usado diretamente na unha, já que sua remoção é muito agressiva. Então, o mais bacana é que a esmaltação em gel é ideal para alongamento também em gel, pois ele já tem uma superfície propícia para esse tipo de verniz. Você pode oferecer os 2 serviços juntos e oferecer um desconto no combo, que tal?

Quer aprender agora como fazer a esmaltação em gel?  A eduK tem o curso perfeito para você!

esmaltacao-em-gel

2. Conheça as principais técnicas de alongamento

Quem quer ser um manicure diferenciada precisa dominar as técnicas de extensão que fazem sucesso no meio das clientes. Além de dominarem os salões, são os procedimentos mais rentáveis para a profissional. Quanto mais variado for o seu conhecimento nesse quesito, mais clientes consegue conquistar.

Você não sabe se conhece todas as técnicas de alongamento? Não se preocupe: nós vamos mostrar agora!

Alongamento de fibra de vidro

Muito popular, o alongamento de fibra de vidro é o mais resistente dentre esses tipos de procedimento. Para artesãs e pessoas que trabalham digitando, por exemplo, é o tipo ideal justamente por não descolar com facilidade. Portanto, uma manicure diferenciada sabe que é essencial dominar a técnica!

Nesse tipo de alongamento, a manicure cola pequenos filamentos de fibra de vidro na unha da cliente. Depois, cobre-os com gel. Durante o procedimento, é também possível curvar os alongamentos para deixar o aspecto mais natural.

Alongamento de fibra de seda

Uma manicure diferenciada deve saber para qual cliente oferecer cada tipo de alongamento.

Enquanto os de fibra de vidro são perfeitos para quem trabalha com as mãos, os de fibra de seda são ideais para quem sofre com unhas fracas e roídas. Além disso, é um procedimento mais seguro e leve do que os alongamentos de acrílico e de gel.

Nesse caso, a manicure cola uma malha de fibra de seda na unha da cliente, que protege e serve como a base do alongamento. Enquanto faz as camadas, ela molda de acordo com o tamanho desejado.

Diferentemente da fibra de vidro, a seda exige a retirada total do alongamento na manutenção, que deve ser a cada 15 dias. Isso permite que as unhas “respirem” mais, o que diminui as chances de que elas se danifiquem ou afinem demais. 

Alongamento em gel

Com certeza, esse é um dos procedimentos mais populares nos salões de beleza. Todo o procedimento é feito com o mesmo material: o gel. Você pode ter um específico para capa-base ou usar o mesmo produto do começo ao fim. 

Como o gel é elástico, ele pode ser moldado para oferecer uma curvatura natural, como a de uma unha. Além disso, não descola, é hipoalergênico e permanente. De qualquer forma, é preciso fazer a manutenção a cada 15 dias. A remoção também é por conta da manicure.

Alongamento em acrigel

Como dito, uma manicure diferenciada precisa conhecer pelo menos um pouco de cada procedimento oferecido nos salões  — que vão desde as tendências, como a baby boomer, até os clássicos, como o acrigel.

O acrigel é uma mistura de gel e pó acrílico que deve ser aplicada como um esmalte. Depois de seco, ele enrijece, mas fica com um acabamento bem natural.  Dura menos do que outros alongamentos (3 meses) e requer manutenção com uma profissional durante esse período.

Se você quer aprender a técnica, a eduK tem um curso para aprender unhas de gel, acrigel e fibra de seda!

Alongamento em acrílico

Outro alongamento que faz sucesso nos salões é o de acrílico. Apesar de ser um procedimento antigo, ele ainda é muito solicitado pelas clientes e uma manicure diferenciada deve dominá-lo.

No alongamento com acrílico, a manicure cola tips nas pontas das unhas naturais da cliente. Depois, usa uma mistura de monomer (líquido acrílico) e pó acrílico para fazer o alongamento.

Por ser muito rígido, o alongamento em acrílico não tem um acabamento tão natural. No entanto,ele não precisa de secagem em cabine e é muito resistente e dura muito (8 meses). Oriente sua cliente a voltar a cada 20 dias para fazer a manutenção.

Alongamento em porcelana

As unhas de porcelana utilizam o mesmo material que a de acrílico: monomer e pó. Porém, ela é feita em um tom de branco mais claro (por isso o nome porcelana), enquanto a de acrílico surgiu em tons transparentes e rosados. Além disso, em vez dos tips, a manicure coloca moldes para fazer um alongamento mais certinho.

Alongamento em acrilfix/Nova York

Por fim, o acrilfix utiliza camadas de cola para unhas alternadas com pó acrílico. Depois, você coloca tips emodela no formato desejado. Para finalizar, uma camada de monomer.

O alongamento com acrilfix é bem mais rápido e agride menos as unhas da cliente, já que não precisa de primer para fixação. No entanto, todas as substâncias podem ser removidas com acetona, o que diminui sua durabilidade. Além disso, como as unhas crescem, os tips começam a se soltar entre 30 e 45 dias.

alongamento-de-unha-tecnicas-para-manicure-diferenciada

3. Não se esqueça da manutenção de alongamento

A manutenção é fundamental para deixar o alongamento bonito. Afinal, com o crescimento, a diferença entre a unha natural e a extensão fica evidente. No entanto, ela varia conforme os procedimentos: enquanto um tipo pede a remoção total, outro só precisa de nivelamento.

Independentemente do alongamento, você precisa saber como fazer sua manutenção e remoção. Assim, consegue oferecer um grande portfólio de serviços, retém a cliente e mostra que é uma manicure diferenciada. 

4. Ofereça a cutilagem russa

A gente não precisa falar sobre a importância de uma boa cutilagem, não é verdade? Ela é fundamental para qualquer profissional das unhas. Aquela que consegue remover a pelezinha toda de uma vez, então, já se destaca. Mas a manicure diferenciada também oferece técnicas para quem não deseja fazer a remoção completa.

A cutilagem russa é um tipo de remoção de cutículas que, em vez do alicate, utiliza tesoura e broca para tirar o excesso de pele da região. O mais interessante aqui é que a cutícula demora mais a crescer, já que em vez de remover por completo, a técnica só retira as sobras.

Além de evitar fissuras causadas pelo alicate, você ainda protege as mãos da cliente — a cutícula funciona como uma membrana que impede a entrada de fungos e bactérias no organismo, portanto o ideal é não retirá-la por completo.

5. Arrase na nail art

A decoração de unhas é um dos tipos de técnica que mais atraem clientes. Afinal, muitas mulheres conseguem pintar e fazer a cutilagem em casa, mas aquele toque artístico só é possível com uma manicure diferenciada.

A nail art é tão importante que pode ser o seu grande diferencial com relação à concorrência. Muitas manicures sabem tudo de pintura e alongamento, mas não investiram na decoração.

Vamos sair um pouco da tradicional francesinha e conhecer outros tipos de nail art?

Bubble nails

Outra nail art hit nos salões, a técnica de bubble nails pode transformar a profissional das unhas em uma manicure diferenciada. Esse procedimento imita bolhas de sabão, por isso o nome “bubble”. 

Mesmo que a cliente veja tutoriais sobre como fazer em casa, ela só funciona mesmo com esmalte em gel (já que a técnica leva água e detergente para dar o efeito) e cabine de LED. Além disso, ela também fica mais bonita em alongamentos, que valorizam mais a nail art. Portanto, você pode oferecer um combo com os dois procedimentos e dar um desconto no valor final. 

Baby boomer

O nome diferente não entrega o que é, mas a manicure diferenciada já está por dentro dessa tendência. As unhas baby boomer nada mais são do que uma atualização da famosa francesinha. Em vez de uma separação clara da listra branca com o corpo da unha, agora a mudança de cor é de maneira difusa, em degradê.

Porém, você não precisa se limitar ao tradicional branco com rosa claro: dá para misturar azul, verde, fúcsia ou laranja, por exemplo, mas o mais interessante é manter a base com rosa claro imitando a cor natural da unha.

Além disso, dá para colocar nail art, glitter para unhas, colar pedrarias, deixar o esmalte fosco e tudo o que sua imaginação e a cliente desejarem. 

Unhas encapsuladas

Embora pareça com alongamento, a técnica de unhas encapsuladas entra, na verdade, como nail art. Isso porque, embora mais incomum, ela também pode ser feita em unhas naturais — e a manicure diferenciada é aquela que domina as duas formas.

Tá, mas o que são unhas encapsuladas?  São aquelas em que a decoração fica por dentro de uma camada de gel ou acrílico, por isso a durabilidade da nail art é muito maior — varia de 20 dias para alongamentos a 30 dias para unhas naturais.

Além de durar bem mais que a esmaltação comum, você pode passar esmalte comum por cima do procedimento já pronto. Assim, quando a cliente fizer a remoção, a decoração continuará lá.

Para a cliente, as unhas encapsuladas são uma forma de ter nail arts exclusivas; já para a manicure diferenciada, é uma técnica para manter o público, pois a remoção só pode ser feita com a profissional.

Unhas 3D

Você já viu aquelas unhas com flores, glitters e outros materiais que deixam as unhas com textura?  Pois é: elas vão muito além da pintura. As unhas 3D levam arte para as mãos das clientes!

Uma manicure diferenciada vai ver toda a sua criatividade fluir nesse tipo de técnica. Afinal, além do esmalte e do gel, você pode usar tinta (pergunte à cliente se ela não é alérgica), cristais, pincéis e até agulha de costura!

O mais bacana é que a unha 3D busca trazer o realismo nas suas formas, portanto você pode usar diferentes ferramentas para fazer os detalhes.

Quer criar suas unhas 3D? A eduK tem um curso incrível em parceria com o especialista Vando Araújo!

6. Faça blindagem de unhas

Quando a gente sai do salão, quer manter a esmaltação o máximo de tempo possível. E nail art, então, nem se fala: qualquer descasque arruína a beleza do trabalho. No entanto, há clientes que sofrem com a oleosidade, quando o próprio corpo “expulsa” o esmalte das unhas. Mas a manicure diferenciada sabe o que oferecer nesse caso: a blindagem!

Também chamada de banho de gel ou banho de verniz, a blindagem não só ajuda a manter a esmaltação, como também auxilia o crescimento das unhas e evita quebras. Mas ele não é um tratamento médico, e sim uma ajuda.

Feita com primer e top coat, a blindagem pode levar esmaltação no final. Como o procedimento dura até 20 dias, peça para a cliente usar uma base de nutrição nesse período.

7. Saiba reconstruir unhas roídas

Uma manicure diferenciada sabe que não vai atender apenas mulheres com unhas perfeitas. Aliás, como é chato ir ao salão e ter uma profissional que fica julgando as mãos das clientes! A relação deve ser de respeito e confiança, pois diversos problemas podem causar unhas quebradiças. Por exemplo:

  • problemas hormonais;
  • produtos de limpeza;
  • vício em roer unhas;
  • má alimentação.

Só um médico poderá descobrir a causa e recomendar o tratamento adequado, mas é com uma boa manicure que ela poderá disfarçar esse problema. E como isso é feito? 

tecnicas-para-manicure-diferenciada

Existem diferentes procedimentos para disfarçar unhas roídas. Como elas estarão protegidas, terão mais tempo para crescer saudáveis.  E você, manicure diferenciada, pode indicar esses serviços às clientes que andam com a autoestima baixa por conta das unhas. Olha só:

Unhas de gel

O procedimento segue a mesma fórmula do alongamento: preparação das unhas, uso de gel e secagem na cabine de LED. No entanto, a intenção aqui não é, necessariamente, alongar, e sim deixar um aspecto mais natural nas mãos da cliente. 

Porcelana ou acrílico

Da mesma forma que o gel, os alongamentos de porcelana ou acrílico vão trazer o aspecto de unhas saudáveis. Esses materiais exige mais conhecimento por parte da profissional, portanto uma manicure diferenciada precisa investir mais tempo de estudo antes de começar a técnica.

Outro detalhe importante é que você pode usar tips para dar forma às unhas.

Técnica da ponte

Quem tem o hábito de roer as unhas muitas vezes machuca os cantinhos dos dedos, causando imperfeições e, pior, feridas! Portanto, você pode investir na técnica da ponte, que é um procedimento de reconstrução que utiliza gel ou acrílico e um molde.

O material e o tamanho da unha devem remeter ao natural. Além disso, não é possível usar tips, pois não há espaço para aplicá-los.

8. Entenda como lixar em diferentes formatos

Muitas clientes são mais tradicionais e mantêm o mesmo formato por anos. Para a profissional, é até mais fácil, já que não precisa variar tanto. Mas, nos últimos anos, eles têm se tornado cada vez mais ousados. Portanto, uma manicure diferenciada precisa saber como lixá-los.

Você provavelmente já sabe fazer unhas quadradas, redondas, ovais e amendoadas. Hoje, o blog da eduK quer te mostrar 2 formatos que têm feito a cabeça das clientes:

Unha bailarina

Mais moderna que a quadrada e menos ousada que a stiletto, a unha bailarina imita o formato de uma sapatilha de ponta. Começou a se popularizar nos últimos 2 anos e não vai sumir tão cedo dos salões. Você, manicure diferenciada, sabe que é fundamental oferecer essa tendência à sua cliente.

A unha bailarina é, obrigatoriamente, longa senão, você não consegue fazer o efeito desejado, que é obtido com um bom corte nas laterais. Então, o mais bacana é oferecer o combo alongamento + unha bailarina. Viu como você já consegue mostrar seu talento com diversos procedimentos de uma vez só?

Quer aprender como se faz? A eduK tem um curso voltado exclusivamente à unha bailarina!

Unha stiletto

Do mundo pop para a vida real, a unha stiletto parece bem difícil de usar. No entanto, quem usa não se arrepende!

Desde que divas como Adele, Lana del Rey, Rihanna e as Kardashian começaram a usar, as unhas stiletto foram virando hit nos salões. As unhas, que lembram garras, vão se afinando e têm uma ponta bem fina. Stiletto sem ponta fina não é stiletto, beleza?

Parece engraçado, mas dá para fazer unhas stiletto curtinhas. Se a cliente tiver unhas longas, também é possível. Mas, na imensa maioria das vezes, a cliente quer aquele efeito bem PAH, sabe?  Então, a graça é fazê-lo com um alongamento, como o gel ou a fibra. O uso de molde é fundamental para deixar a unha bem certinha e simétrica.

E se você quer aprender a técnica, a eduK tem o curso de unha stiletto perfeito para você!

9. Use cabine de LED

Se você já faz alongamentos, sabe como o processo é demorado. Você precisa passar uma camada, esperar secar para passar a outra, esperar secar de novo… Enfim, é bem cansativo! Mas uma manicure diferenciada sabe que esse trabalho pode ser bem mais veloz com uma cabine de gel.

Além disso, o esmalte em gel só seca com LED. Se ele não passar pela cabine, vai ficar mole. Então, além de otimizar seus serviços e, consequentemente, aumentar o número de atendimentos diários, você ainda consegue oferecer um portfólio maior de técnicas.

10. Atenção à biossegurança

A biossegurança é um conjunto de técnicas que têm o objetivo de manter a saúde do trabalhador e do cliente, prevenindo doenças e acidentes. Desde janeiro de 2012, a lei nacional 12592/12 torna obrigatório seguir todas as normas da Anvisa.

Para uma manicure diferenciada, ela é prioridade em qualquer tipo de atendimento, independentemente do local. 

Alguns itens são imprescindíveis em biossegurança:

  • uso de equipamentos de proteção individual (EPI): jaleco, máscara, luvas descartáveis, óculos e toucas, que variam conforme o procedimento;
  • lixas para unhas e pés, espátulas de madeira e lâminas não podem ser reutilizadas e nem reprocessadas;
  • lavar as mãos com detergente entre um atendimento e outro;
  • esterilização de objetos de uso coletivo na autoclave;
  • produtos sempre dentro do prazo de validade;
  • uso de  álcool 70.

Pode parecer bobagem, mas acredite: aquele sangue que sai quando você tira um bife sem querer, por exemplo, pode passar desde hepatite B e C até HIV. Proteja a sua saúde e a da sua cliente. 

Sabemos o quanto é complicado ter diferentes produtos para cada pessoa, mas saúde é algo inegociável. Então, que tal engajar sua cliente para que ela traga seu próprio kit? Para isso, você pode vendê-lo no salão e oferecer descontos toda vez que ela levá-lo para o atendimento. 

Viu como é possível ser uma manicure diferenciada? Mas o ponto-chave para o sucesso na carreira é investir em conhecimento profissional.

A eduK traz diversos cursos completos voltadas especificamente para manicures que querem se destacar em um mercado tão concorrido. Conheça já os cursos e esteja sempre à frente!

Receba nossas dicas e conteúdos gratuitos diretamente em seu e-mail!